MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

ALERTA SOBRE O AQUECIMENTO GLOBAL

ALERTA AO POVO DE DEUS SOBRE O
AQUECIMENTO GLOBAL

Havia planejado escrever algumas coisas sobre o chamado “aquecimento global” somente na 2ª edição do meu CD-ROM de Mensagens, mas já quero adiantar algumas informações nesta edição.

Ninguém e nenhuma autoridade deste mundo (seja política ou religiosa) poderá impedir o aquecimento global, ou pelo menos tentar atenuá-lo, simplesmente em razão dos seguintes motivos básicos:  

1)      O aquecimento global não será impedido ou atenuado simplesmente se as pessoas pararem de fazer queimadas nos seus quintais ou jogar o lixo no local apropriado; ou deixar de consumir mais energia ou plantar mais árvores.  

2)      As redes de jornais, televisões, rádios e jornais via internet são comandados pelas sociedades secretas e elas só permitem ir ao ar ou ser noticiado nos jornais impressos somente as informações que eles determinam; os donos de emissoras de TV e rádios (jornalistas) são comprados, ou são ameaçados ou fazem parte de uma das sociedades secretas, e são eles que manipulam as notícias, que ordenam cortar aquelas partes do noticiário que o público não pode ficar sabendo; alguns repórteres até que se esforçam para fazer belas reportagens com diversas denúncias, mas as suas reportagens são editadas e só vai ao ar aquilo que o povo deve saber. Algumas sociedades secretas controlam os grandes bancos do mundo, controlam as bolsas de valores, controlam o preço do petróleo, e interferem diretamente nos governos das grandes potenciais mundiais.  

3)      O aquecimento global só será “atenuado” se metade das indústrias do mundo todo, que emitem gases poluentes na atmosfera, pararem imediatamente de funcionar; e metade da frota dos carros das cidades de todo o mundo pararem imediatamente de circular, e parar, também, a venda e fabricação de carros e motocicletas movidas à gasolina ou diesel, em todo o mundo. Só que as fábricas não podem parar de funcionar, pois é preciso haver produção de alimentos para a população mundial; e as pessoas são egoístas e gananciosas (principalmente os ricos e os da classe média) e não vão querer deixar os seus veículos na garagem. Preferem morrer dentro de seus carros nos engarrafamentos. Tampouco os donos de fábricas de automóveis vão querer parar de fabricar carros. O que a classe estudantil e as classes pobres tentarem fazer para ajudar no combate ao aquecimento global não resultará em nada. E como sempre, os pobres é que serão os mais afetados pelas doenças, pestes, epidemias, tempestades, furacões, terremotos, ondas de calor, fome e falta de água para beber. As cidades à beira-mar serão inundadas e as populações terão que se deslocar para outros locais, mas mesmo assim haverá morte de milhares de pessoas.A ONU pede para os países desenvolverem formas de energias alternativas, para evitar o consumo de combustíveis fósseis, como o petróleo, e o Brasil tem se esforçado muito, criando o biodiesel e o etanol. Ultimamente o governo americano veio ao Brasil fazer parceria para obtenção e fabricação do etanol, mas os grandes grupos corporativos dos EUA, ligado às sociedades secretas, influenciaram de tal forma que o governo americano autorizou adicionar apenas 10% de etanol à gasolina, e 40% até 2020. E ainda aparecem grupos de cientistas europeus afirmando que a energia obtida pela queima do etanol oriundo da cana de açúcar também é poluente, e que as grandes plantações de cana irão substituir os plantios de outras culturas, acarretando com isso o falta de alimentos para as populações. Mas tudo isso é balela. Se o etanol polui, isso não passa de 10%. Aliás, estão desenvolvendo um outro tipo de etanol, extraído da mandioca da Amazônia, que não polui de forma alguma.  

4)      Com as grandes ondas de calor caindo sobre a Amazônia, grande parte da floresta amazônica será queimada, aumentado mais e mais a temperatura do planeta. Na metade do ano haverá grandes enchentes e na outra metade haverá seca demasiada e prolongada. Doenças do trato respiratório se alastrarão por todas as cidades, as águas dos rios ficarão poluídas; faltará energia elétrica em várias cidades e de nada vai adiantar comprar condicionadores de ar ou possuir poços artesianos.  

5)      O aquecimento global está profetizado na Bíblia, precisamente no capítulo 24 de Isaías, nos Evangelhos e no Livro do Apocalipse, e há uma descrição clara no início do capítulo 7. Jesus chamou o aquecimento global de “princípio das dores” (Mat. 24:8 e Marc. 13:8). A única coisa a fazer para anular a profecia seria toda a humanidade temer a Deus e se converter dos seus maus caminhos e viver de acordo com os mandamentos de Deus. Porém, sabemos que isso será impossível acontecer. Aliás, tem gente irada, acusando a Bíblia de ser culpada de estar acontecendo essas calamidades! Que coisa absurda! Não?!  

6)      Outro motivo que acarretará ainda mais a situação ruim do planeta é o crescimento populacional desordenado e sem controle em todas as cidades dos países do terceiro mundo, e até mesmo de cidades dos países do segundo mundo, da Europa e da Ásia. Se o número de pessoas que morrem todos os dias fosse igual ao número dos que nascem, então haveria uma espécie de equilíbrio ou estabilidade nas condições econômicas do mundo. Só que, com o aumento do número de pessoas na família, a situação tende a piorar, pois haverá necessidade de mais consumo de alimento, de água, de energia elétrica e de combustíveis. Se não houver gás de cozinha suficiente (GLP), as populações terão que cortar árvores para fabricar carvão. Quando o crescimento econômico do país (a renda per capita) não acompanha o ritmo do crescimento populacional, tende aumentar a pobreza e o desemprego. Cria-se, com isso, um ciclo vicioso de problemas. Quanto mais gente nasce, mais se consome alimento e mais se necessita de emprego; conseqüentemente, as fábricas terão que produzir mais alimentos, e por conta disso, a poluição tende a aumentar. Se não há emprego suficiente nem distribuição de renda e construção de casas populares, aumenta o número de favelas e de marginalizados. Com isso, há depredação do meio ambiente e poluição geral.Vemos a situação de Bangladesh, um pequeno país da Ásia, com uma área territorial do tamanho do Estado do Ceará, mas que tem uma população de mais 134 milhões de habitantes; é o país de maior densidade demográfica, com cerca de 926 pessoas por Km2. É demais gente para ocupar um pequeno país. E a Rússia, com tantas terras desocupadas, por que não refugia essas populações que estão morrendo de fome, de epidemias e por falta de abrigo?Muitas populações interioranas estão migrando para as áreas urbanas; as cidades estão ficando cada vez mais inchadas; roubos e criminalidades, tráfico de drogas e explorações de todas as formas tende a piorar cada vez mais.Entre as populações árabes e muçulmanas não existe tanta criminalidade, tráfico de drogas, prostituição, homossexualismo, corrupção na política, etc, por causa da religião Islâmica que parece funcionar melhor que o cristianismo. O tema central do cristianismo é a ética, a prática do amor e respeito ao próximo, mas a nação que se diz a mais cristã, a mais católica do mundo é uma das campeãs em toda espécie de pecados, corrupção, falta de amor e respeito pelo próximo; no Brasil, ninguém confia no seu vizinho, no seu próximo. Nos países em que predomina o Islamismo, apesar das grandes concentrações de pessoas nas cidades, existe respeito, amor e solidariedade pelo próximo.

O médico e filósofo Konrad Lorenz, ganhador do Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia, já escrevia, em 1972, num ensaio sobre os “Os Oito Pecados Mortais do Homem Civilizado”, sobre os grandes problemas da humanidade: I) Superpovoamento das cidades; II) Devastação do espaço vital; III) A competição consigo mesmo; IV) Morte do calor humano (falta de amor pelo próximo); V) Decadência genética; VI) A ruptura da tradição; VII) A doutrinação; e VIII) As armas nucleares.

A maioria das pessoas das grandes cidades só vive preocupada com festas e entregue aos desejos carnais; outras só vivem circulando de carro para lá e para cá à procura de diversão e prazeres banais desta vida, e às vezes somente demonstrando aos outros que tem poder aquisitivo; outras só vivem buscando diversão nos shopping centers, gastando até o dinheiro que não possuem; outras passam horas e horas ligadas à Internet vivendo de ilusão, se esquecendo da família, de ir à igreja, se esquecendo de Deus, vivendo na indiferença, não procurando saber, através dos telejornais, das grandes calamidades que estão acontecendo e que ainda sobrevirão a este mundo. As notícias de alerta sobre as calamidades que sobrevirão ao mundo já são poucas, por causa dos cortes das reportagens que fazem os editores dos telejornais, e você ainda vive no sono da indolência, despreocupado com o amanhã? Do jeito que está a situação do mundo hoje, é mais do que urgente nos preocuparmos com o amanhã, porque temos nossos filhos e eles precisam de proteção. Enquanto os cientistas da ONU, membros do IPCC, divulgam dados alarmantes sobre o aquecimento global e o clamor que fazem aos líderes de todos os países para que tomem medidas mais urgentes e eficazes contra o aquecimento da Terra, outros cientistas, ligados às sociedades secretas, aparecem na televisão e na Internet divulgando informações contrárias às informações dos cientistas da ONU, afirmando que o aquecimento global é uma farsa. A população da Terra deve ter em mente que existem sociedades de homens influentes que manipulam as coisas, e querem levar o mundo para o caos. Esses homens egoístas têm fome de poder e domínio, e só poderão alcançar essas coisas se houver guerras, catástrofes, epidemias, endemias, conflitos entre nações. Se acontecer uma terceira guerra mundial, todos os tratados de paz que foram assinados na ONU serão anulados.No mês de abril de 2007 os cientistas do IPCC (ONU) divulgaram um relatório com dados alarmantes sobre o aquecimento global. Um grupo de cientistas mal-intencionados contrariou o relatório. No mês de novembro de 2007 o mesmo grupo de cientista do IPCC divulgou um segundo relatório, depois de terem feito viagens por todas as partes do planeta, contendo dados ainda mais alarmantes sobre o aquecimento global, e exigindo providências mais urgentes por parte dos governos. Mas, novamente apareceu na mídia o grupo dos cientistas mal-intencionados, contrariando o relatório. Então, é certo que, com a manipulação das informações, o povo fica confuso e não faz nada, por enquanto. Quando as enchentes estiverem batendo nas suas portas é que começarão a fazer alguma coisa, mas será tarde demais.  Antes de ocorrer o arrebatamento dos salvos ou escolhidos, ou seja, antes de a Igreja de Cristo ser arrebatada, os crentes passarão por grandes provações e calamidades, para que sejam provados no fogo (Dan. 12:10a). Infelizmente os crentes fiéis terão que sofrer juntamente com os crentes mal-convertidos. Se quem está sujo se sujasse mais e quem está limpo se limpasse mais, as coisas ruins não cairiam sobre os salvos. Mas esse “princípio das dores” não será tão longo para os salvos, pois breve virá o Senhor para livrar os escolhidos (Mat. 24:8; Mar. 13:8). A situação das sete igrejas do Apocalipse representa exatamente a situação das igrejas dos últimos dias. As igrejas de Esmirna e Filadélfia são as duas das sete igrejas que não recebem nenhuma repreensão. Mas, na carta à Igreja de Esmirna (Apoc. 2:10) está dito que alguns crentes serão postos na prisão, para que sejam provados, e outros sofrerão uma tribulação de 10 dias. Ou seja, “10 dias” quer dizer “um breve período de tempo”; se considerar que cada dia equivale a 1 ano, então essa tribulação será de 10 anos, até que ocorra o arrebatamento. Segundo os cientistas, o auge do aquecimento global será o ano de 2025. Mas será que é apenas uma sugestão ou hipótese, ou eles se basearam na cronologia dos fatos escatológicos retratados na Bíblia? Só lembrando aos estudantes da Bíblia: a dispensação da graça começa no ano 29 da Era Cristã e não no ano do nascimento de Cristo. O arrebatamento ocorrerá justamente quando o aquecimento global der uma trégua. Esse período pode ser de exatamente sete anos ou três anos e meio.

“Porque vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão” (I Tessalonicenses 5:2-3).

Então, não adianta ficar esperando Jesus quando estiverem ocorrendo calamidades, catástrofes, pestes, terremotos, etc, pois é depois da tempestade que vem a bonança (para os salvos). Depois que as calamidades passarem, o temor da humanidade cessará, os homens ímpios voltarão à impiedade com mais força e intensidade, e até os crentes mundanos e mal-convertidos serão levados na onda. A Bíblia diz: “Sê fiel até à morte e dar-te-ei a cora da vida” (Apoc. 2:10b). “Pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de mim (Jesus) perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á” (Mat. 16:25).

Durante as calamidades que sobrevirão ao mundo, por causa do aquecimento da Terra, milhares ou milhões de pessoas correrão para as igrejas a fim de se salvarem da perdição eterna, achando que durante as calamidades Cristo virá buscar os escolhidos. Mas se enganarão, pois a tempestade irá passar, o aquecimento dará uma trégua e aquelas pessoas mal-convertidas se desviarão e voltarão à prática do pecado. Essas pessoas se desviarão de Deus porque não se converterão de coração, não são dignas de servir a Deus e o fim de todas elas será a perdição eterna. Depois do arrebatamento, as calamidades que sobrevirão ao mundo serão bem piores do que as primeiras. Veja as profecias:

“Pois assim diz o Senhor dos exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, e abalarei os céus e a terra, o mar e a terra seca” (Ageu 2:6). 

“Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles quando rejeitaram o que sobre a terra os advertia, muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que nos adverte lá dos céus; a voz do qual abalou então a terra; mas agora tem ele prometido, dizendo: Ainda uma vez hei de abalar não só a terra, mas também o céu” (Heb. 12:25-26).

Em 2014 está previsto um asteróide se chocar com a Terra, exatamente no dia 21 de março. Essa notícia foi dada pela rede de TV BBC. Os astrônomos do Centro de Monitoramento de Objetos Próximos a Terra estão sempre alerta, embora não revelem sobre os reis perigos que passa a humanidade com a ameaça da quede de asteróides sobre a Terra. Se há algum perigo iminente eles jamais irão divulgar abertamente nas redes de televisão, exceto se houver furo de reportagem ou roubo de informação.  

“Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; e haverá em vários lugares grandes terremotos, e pestes e fomes; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu” (Lucas 21:10-11). “E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas (Lucas 21:25). 

“Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados” (Mat. 24:29).

Repare que o texto diz “logo depois da tribulação daqueles dias”; então as piores catástrofes ocorrerão bem depois do início do aquecimento global, o chamado “princípio das dores”. O Sol escurecerá por causa das nuvens de poeiras na atmosfera, lançadas por vulcões que se tornarão ativos; as estrelas que cairão do céu referem-se a queda de meteoritos. Diz as pesquisas científicas que de 33 em 33 anos há grande chuva ou queda de meteoritos na atmosfera da Terra. Então, quando ocorrerá a próxima queda de meteoritos na Terra? Quando diz que os poderes do céu serão abalados, refere-se possivelmente a uma agitação na ordem dos planetas do Sistema Solar, e como já previram alguns cientistas, o globo terrestre deixará de ser inclinado (23 graus) e voltará à posição que tinha antes de acontecer o dilúvio universal, que acorreu há mais de seis mil anos atrás. 

“Os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto os poderes do céu serão abalados” (Lucas 21:26). 

“E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua toda se tornou como sangue; e as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira, sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos, e os poderosos, e todo escravo, e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da ira deles; e quem poderá subsistir?” (Apocalipse 6:12-17).

O sexto selo equivale ao sexto milênio; mas esses fenômenos ocorrerão somente no final do sexto milênio. Os fenômenos do sétimo selo ocorrerão após o arrebatamento, durante o governo anticristão. Repare que antes da abertura do sétimo selo existe uma pausa, ou seja, o aquecimento global dará uma trégua, para que sejam selados os 144 mil judeus escolhidos. Nesse mesmo tempo ocorrerá o arrebatamento dos salvos escolhidos de entre as nações gentias do mundo todo. Veja o texto: 

“Depois disto vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, tendo o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, quem fora dado que danificassem a terra e o mar, dizendo: Não danifiques a terra, nem o mar, nem as árvores, até que selemos na sua fronte os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos que foram assinalados com o selo, cento e quarenta e quatro mil de todas as tribos dos filhos de Israel” (Apoc. 7:2-4).

Esses serão os judeus que serão arrebatados da Terra.  

Agora, veja os crentes do mundo todo que serão arrebatados: 

“Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos (folhas de palmeiras); e clamavam com grande voz: Salvação ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro. E todos os anjos estavam em pé ao redor do trono e dos anciãos e dos quatro seres viventes, e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ações de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém. E um dos anciãos me perguntou: Estes que trajam as compridas vestes brancas, quem são eles e donde vieram? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu sabes. Disse-me ele: Estes são os que vêm da grande tribulação, e levaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que está assentado sobre o trono estenderá o seu tabernáculo sobre eles. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem cairá sobre eles o sol, nem calor algum; porque o Cordeiro que está no meio, diante do trono, os apascentará e os conduzirá às fontes das águas da vida; e Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima” (Apoc. 7:9-17).  

As almas que aparecem debaixo do altar do trono de Deus, quando é aberto o quinto selo, refere-se às almas dos primeiros cristãos que morreram nas arenas romanas durante o primeiro século da Era Cristã (o quinto selo equivale ao primeiro milênio da Era Cristã). Os conservos que deviam morrer (até que se completasse o número) como eles foram mortos refere-se aos judeus que sofreram martírio e perseguição por parte dos cristãos e o holocausto provocado por Adolf Hitler até 1947. A mulher, perseguida pelo dragão (Satanás) do capítulo 12, refere-se aos crentes mal-convertidos e desviados que não serão arrebatados e tentarão escapar das perseguições do governo anticristão. Muitos conseguirão escapar, mas muitos terão que confessar Cristo até à morte para que sejam salvos. Os demais filhos da mulher, que guardam os mandamentos de Deus (A Lei Mosaica) – que serão perseguidos pelo dragão –, são os judeus que sofrerão perseguição e ameaças, até que seja travada a grande guerra do Armagedom. Durante o governo anticristão serão mortos todos os que se recusarem adorar a imagem da Besta (Apoc. 13:15; 14:9-10), ou seja, serão mortos todos aqueles que não negarem Jesus. Mas eles serão ressuscitados, viverão e reinarão com Cristo durante os mil anos. Mas, tenha em mente que estes serão salvos, mas terão que passar pelo fogo e por todas as calamidades da grande tribulação que ocorrerá após o arrebatamento. Você prefere ser salvo agora e participar do arrebatamento? Ou prefere sofrer martírio durante o governo anticristão? 

“Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos” (Apoc. 20:4:6).  

Os salvos da segunda ressurreição (a do último dia), que serão absolvidos durante o julgamento do grande trono branco, serão salvos de segunda categoria, e não poderão habitar na cidade santa, a Nova Jerusalém; serão habitantes do novo planeta Terra restaurado. No juízo do grande trono branco serão julgadas as pessoas de todas as nações e línguas, tanto grandes como pequenos; as pessoas que morreram sem ter tido conhecimento do Evangelho de Cristo serão julgadas de acordo com as suas obras, e de acordo com as leis morais e de conduta estabelecidas nos seus respectivos países. No Livro da Vida são registradas as obras das pessoas que tiveram conhecimento da Religião Judaica e do Evangelho de Cristo. Nos outros livros são registradas as obras de todas as pessoas que não puderam ser alcançadas pelo Judaísmo e nem pelo Evangelho. 

“E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o além entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo” (Apoc. 20:11-15).  

No julgamento do último dia haverá milhões de salvos, que habitarão a nova Terra.Se os teólogos e pastores afirmam que no julgamento do grande trono branco não haverá salvação para ninguém, porque aquilo tudo será apenas uma mera encenação de Deus, para mostrar que Ele é justo, então, quem será responsabilizado pela perdição de milhares de pessoas de todos os países, que passam para a eternidade todos os dias, sem ter ouvido a mensagem do Evangelho? Em Ezequiel 33:6 diz que “Mas se, quando o atalaia vir que vem a espada, não tocar a trombeta, e não for avisado o povo, e vier a espada e levar alguma pessoa dentre eles, este tal foi levado na sua iniqüidade, mas o seu sangue eu o requererei da mão do atalaia”. Deus vai, também, requerer de nós o sangue de todas essas pessoas que estão se perdendo, sem ouvir a palavra de Deus. Mas, como é esse “requerer” de Deus? Será que a punição para os atalaias indolentes será apenas uma severa advertência verbal de Deus? De que forma Deus requererá o sangue dos perdidos das mãos dos atalaias? Ou, será que no julgamento final serão julgados, também, todos os pastores, bispos, missionários e todos os crentes que não estão cumprindo o “Ide” de Jesus? Será que não serão lançados no lago de fogo, também, os atalaias indolentes? Portanto, se os teólogos tradicionais insistirem em dizer que não haverá salvação no julgamento do último dia, como eles podem ter certeza que estão salvos? De quem Deus vai requerer o sangue das pessoas que estão se perdendo sem ouvir a Palavra de Deus? Não há desculpa em dizer que o “Ide” se restringe especificamente à área que cada um de nós pode ter acesso, ou seja, a nossa circunvizinhança. Os habitantes dos países mais longínquos estão clamando por nós. Vamos até eles. Nós, evangélicos, precisamos tomar o exemplo dos Mórmons, pois, eles treinam e enviam milhares de jovens voluntários para ir evangelizar nos mais distantes lugares do Globo. Depois do Islamismo, a religião que mais cresce no mundo é a seita dos Mórmons.


O QUE FAZER PARA ESCAPAR DAS CALAMIDADES
QUE SOBREVIRÃO AO MUNDO?


Até que Cristo volte para arrebatar os escolhidos, podemos fazer muitas coisas para não sofrermos as terríveis conseqüências do aquecimento global. Eis algumas dicas:

1)     

Construir casas somente nos terrenos mais altos; jamais construir casas sobre igarapés ou nas partes baixas dos terrenos. Quem tiver casa nas partes baixas deve dar um jeito de vender o local ou se mudar para as partes mais altas. Os crentes ou irmãos que possuírem terrenos amplos na parte de cima deverão ceder ou emprestar uma área para aqueles irmãos que moram na parte de baixo, para que construam nem que seja um pequeno barraco para se abrigarem das possíveis enchentes que ocorrerão. Se não haver possibilidade de conseguir um lugar para morar nas partes altas das cidades grandes, é melhor se mudar para uma cidade do interior. Não se mude para o município de Careiro da Várzea (AM) e nem para Nova Olinda do Norte (AM), pois esses municípios possuem terrenos baixíssimos e serão todos inundados nas enchentes grandes.

2)      Construir poços artesianos manuais, em que a água seja retirada mecanicamente;  se houver falta de energia elétrica de nada adiantará ter uma bomba de sucção. Deverão ser construídos tanques para armazenar a água da chuva. Outra alternativa é construir cacimbas bem profundas, com cerca de 10 metros ou mais. Se for usar motor-bomba movido a diesel ou gasolina para retirar água dos poços, deve haver grande estoque de combustível, mas isso é perigoso.

3)      Construir esconderijos subterrâneos que dê para abrigar todos os membros da família. A construção deve ser adequada para receber iluminação artificial de velas ou faróis, candeeiros, lampiões; construir uma dispensa para armazenar alimentos não perecíveis, que dê para alimentar a família durantes vários dias; estocar querosene, gás de cozinha e água para beber; fazer um tangue subterrâneo para armazenar a água da chuva através de bicas; armazenar remédios essenciais, hipoclorito de sódio para colocar na água da chuva e filtros de água; materiais de primeiros socorros. Esse esconderijo subterrâneo deve ter porta à prova de arrombamento, e melhor será que ninguém saiba que ele existe. Quem tiver poder aquisitivo deverá adquirir um balão de oxigênio para ser usado no caso de uma emergência.  

O choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria virá ao amanhecer.

4)      Não guardar dinheiro na poupança em bancos, pois o dinheiro poderá ser confiscado pelo banco por ordem do Governo, para evitar que as pessoas comprem demais produtos, como alimentos, gás de cozinha e gasolina. Se houver grandes tempestades, terremotos e furacões muitas agências e caixas eletrônicos serão destruídos e não haverá como sacar dinheiro. Muitas lojas não vão aceitar cartão de crédito, mas somente dinheiro vivo ou algum objeto de valor. Ao invés de guardar dinheiro na poupança, o mais indicado seria investir o dinheiro na compra de jóias de ouro e de prata para que sirva de moeda de troca quando necessário. O problema é que, fazendo isso, atrairá muitos ladrões.

Lembro, ainda, que durante os primeiros anos do “princípio das dores” os alimentos ficarão caríssimos; por isso é que se deve armazenar antecipadamente alimentos não-perecíveis em depósitos apropriados. Os caboclos devem salgar muitos peixes para fazer carne seca. Muita gente irá morrer de fome e por cauda das epidemias. Mas, o aviso já está sendo dado. Salve-se quem puder!

5)      Quem tiver poder aquisitivo poderá adquirir um kit de painéis de energia solar, com baterias de reserva, para que possa funcionar um pequeno freezer e pequenos ventiladores. Adquirir, também, pilhas e lanternas. Sei que a maioria das pessoas achará que tudo isso é bobagem. Porém, ninguém terá desculpas de não ter sido avisado. É melhor prevenir do que remediar a situação com coisas feitas de improviso. Creio que outras pessoas darão instruções melhores do que estas, para que as populações das cidades e dos interiores possam enfrentar o aquecimento global. Os ricos sabem dar um jeito de escapar, porque tem dinheiro para isso. Mas, as pessoas pobres não terão como escapar se não se prevenirem antes. Que Deus possa ajudar aos seus filhos escolhidos e a todas as pessoas pobres e carentes deste mundo. Amém.

 

by:  Miquels – 18/11/2007


 
LEIA O CAPÍTULO 24 DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS

SOBRE O AQUECIMENTO GLOBAL

 

   

ISAÍAS 24

      1    EIS que o Senhor esvazia a terra, e a desola, e transtorna a sua superfície, e dispersa os seus moradores.
      2    E o que suceder ao povo, sucederá ao sacerdote; ao servo, como ao seu senhor; à serva, como à sua senhora; ao comprador, como ao vendedor; ao que empresta, como ao que toma emprestado; ao que dá usura, como ao que paga usura.
      3    De todo se esvaziará a terra, e de todo será saqueada, porque o Senhor pronunciou esta palavra.
      4    A terra pranteia e se murcha: o mundo enfraquece e se murcha: enfraquecem os mais altos do povo da terra.
      5    Na verdade, a terra está contaminada, por causa dos seus moradores; porquanto transgridem as leis, mudam os estatutos, e quebram a aliança eterna.
      6    Por isso, a maldição consome a terra; e os que habitam nela serão desolados; por isso, serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão.
      7    Pranteia o mosto, enfraquece a vide; e suspirarão todos os alegres de coração.
      8    Cessou o folguedo dos tamboris, acabou o ruído dos que pulam de prazer, e descansou a alegria da harpa.
      9    Com canções, não beberão vinho; a bebida forte será amarga para os que a beberem.
   10    Demolida está a cidade vazia, todas as casas fecharam, ninguém já pode entrar.
   11    Há lastimoso clamor nas ruas, por causa do vinho; toda a alegria se escureceu, desterrou-se o gozo da terra.
   12    Na cidade, só ficou a desolação, e com estalidos se quebra a porta.
   13    Porque será no interior da terra, no meio destes povos, como a sacudidura da oliveira, e como os rabiscos, quando está acabada a vindima.
   14    Estes alçarão a sua voz, e cantarão com alegria; por causa da glória do Senhor, clamarão desde o mar.
   15    Por isso, glorificai ao Senhor nos vales, e nas ilhas do mar, ao nome do Senhor, Deus de Israel.
   16    Dos confins da terra, ouvimos cantar: glória ao Justo; mas eu digo: Emagreço, emagreço, ai de mim! os pérfidos tratam perfidamente; sim, os pérfidos tratam perfidamente.
   17    O temor, e a cova, e o laço vêm sobre ti, ó morador da terra.
   18    E será que aquele que fugir da voz do temor cairá na cova, e o que subir da cova o laço o prenderá; porque as janelas do alto se abriram, e os fundamentos da terra tremem.
    19    De todo será quebrantada a terra, de todo se romperá a terra, e de todo se moverá a terra.
   20    De todo vacilará a terra, como o ébrio, e será movida e removida, como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará.
    21    E será que, naquele dia, o Senhor visitará os exércitos do alto, na altura, e os reis da terra, sobre a terra.
   22    E serão amontoados como presos numa masmorra, e serão encerrados num cárcere: e serão visitados, depois de muitos dias.
   23    E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá, quando o Senhor dos Exércitos reinar no monte de Sião e em Jerusalém; e então, perante os seus anciãos, haverá glória.

 

 

==================================================

SE ESTA PROFECIA FOR ANALISADA COM PROGRAMAS
QUE DECIFRAM
OS CÓDIGOS DA BÍBLIA, ACREDITO QUE SERÃO
REVELADAS
MUITAS INFORMAÇÕES PRECISAS SOBRE OS
ACONTECIMENTOS DOS ÚLTIMOS DIAS NA TERRA.============================================== 

Anúncios

11/03/2008 - Posted by | MENSAGENS ESPECIAIS

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d blogueiros gostam disto: