MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

UMA VERSÃO DA HISTÓRIA DA TERRA, DA CRIAÇÃO, DOS ANJOS E DE JESUS QUE NINGUÉM NUNCA CONTOU – PARTE 1

********************************************************************************
Não sei quanto tempo passarei para concluir o assunto, mas vou iniciar essa jornada.

Vou contar a minha versão a respeito do que penso sobre vários assuntos:

PARTE 1) O Universo, o planeta Terra, a origem do homem, da criação, dos anjos;
PARTE 2) Deus e a Origem de Deus
PARTE
3) O Jardim do Éden era o primitivo Planeta Terra; a Árvore da Vida é Jesus e a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal é Lúcifer; o seu reino ficava no meio do Jardim do Éden, isto é, no meio da antiga Pangéa, local onde os Atlantes se concentravam.
PARTE
4) Criação x Evolução;
PARTE
5) As duas extinções em massa das criações da Antiga Serpente ou Dragão;
PARTE
6) Deus, Jesus e a falsa doutrina da Trindade – O “Principe de Ezequiel” é Jesus, e ele é humano.
PARTE 7) A Misteriosa Ordem Sacerdotal de Melquisedeque. Será que o sumo-sacerdote dessa ordem sacrificava-se a si mesmo sobre o altar como oferta pelos pecados do povo? A Ordem Sacerdotal de Arão e a de Melquisedeque – Se os rituais faziam referência ao sacrifício de Jesus, em quais dessas ordens sacerdotais o próprio Sumo Sacerdote se oferecia em sacrifício? Em nenhuma.
PARTE
8) Satanás, Diabo, Dragão, Serpente, Lúcifer, Azazel, Belzebu, Abadom ou Apoliom;
PARTE
9) O real motivo da vinda de Jesus, sua morte e ressurreição;
PARTE
10) A auto-flagelação de Jesus no Horto no Monte das Oliveiras, antes de se entregar para morte;
PARTE
11) Céu, inferno, morte, ressurreição e arrebatamento;
PARTE
12) A Nova Jerusalém não é uma cidade celestial e, sim, apenas uma comparação à Noiva do Cordeiro;
PARTE
13) OVNIs e extra-terrestres, os filhos do Dragão ou Serpente;
PARTE
14) Os anjos de Deus e a hostes celestiais do bem e do mal;
PARTE
15) Israel, a Guerra do Armagedom e o Reino Milenar;
16) 

*********************************************************************************

PARTE 1 – O Universo, o Planeta Terra, a Origem do Homem, da Criação, dos Anjos.

O UNIVERSO

Os ensinos religiosos das principais religiões teístas – cristãos, judeus e muçulmanos – afirmam que Deus criou o Universo e tudo o que nele há.

No entanto, a Bíblia, que é a única regra de fé e fonte de conhecimento científico dos crentes, não atesta que Deus tenha criado o Universo. O que a Bíblia afirma é que Deus “criou os mundos”. E, de acordo com a Ciência, existem vários mundos dentro do Universo.

Um dos textos bíblicos mais usados pelos apologistas, que creditam a Deus a autoria da criação do Universo, é esta de Hebreus 11:3.

“Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê”.

O problema é que aí está dito que o tal entendimento ou crença é PELA FÉ. E bem sabemos que o fato de se dizer que acreditamos em algo “pela fé” é a mesma coisa que afirmar que não temos plena certeza do que acreditamos.

Se o autor da Carta aos Hebreus diz que acredita “pela fé” que os mundos foram criados pela palavra de Deus, significa que ele não encontrou nenhuma outra referência no Antigo Testamento que sustentasse que Deus tenha realmente criado o Universo. Ele não encontrou nenhuma registro ou declaração direta de Deus, afirmando que havia criado o mundo. Por isso o escritor diz que se acredita nessas coisas pela fé, pois não existe uma prova cabal na Bíblia de que Deus tenha criado o Universo. Acredita-se apenas pela fé. E fé não prova nada.

A definição de FÉ, de Hebreus 11:1, não é real. É uma definição religiosa forçada, de significado pouco provável, pois FÉ não é PROVA, é apenas ESPERANÇA ou CRENÇA EM ALGO QUE NÃO VEMOS.

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem” (Heb. 11:1).

Repare que aí se diz que FÉ é a PROVA das coisas que se não vêem. Outra versão diz que FÉ é a CERTEZA das coisas que se não vêem. Ora, essa definição é ABSURDA! Pois, realmente existem coisas que não vemos, mas o problema é a certeza disso ser de acordo com a nossa imaginação. Se você acha, PELA FÉ, que uma coisa que não se vê é assim e assado, porém, não há como comprovar que a tal coisa é assim mesmo como imaginou. Por exemplo, se disseres: “Eu creio que o Diabo existe”, isso você está afirmando PELA FÉ. Porém, nada mais de CONCRETO você pode afirmar com certeza sobre o Diabo, pois não existem provas físicas, materiais, audiovisuais.

Segundo o Dicionário Aurélio, FÉ:

[Do lat. fide.]
S. f.
1. Crença religiosa;
2. Conjunto de dogmas e doutrinas que constituem um culto;
3. Rel. A primeira virtude teologal: adesão e anuência pessoal a Deus, seus desígnios e manifestações;
4. Firmeza na execução de uma promessa ou de um compromisso;
5. Crença, confiança;
6. Asseveração de algum fato;
7. Testemunho autêntico que determinados funcionários dão por escrito acerca de certos atos, e que tem força em juízo.

Verdadeiramente, o significado religioso de Fé é apenas “crença” ou “confiança”. Somente isso. Fé não é prova de nada. Se disser: “Creio que amanhã vou ganhar na loteria”. Ora, essa fé aí não é prova de nada. É apenas confiança.

No meio jurídico também se usa o termo FÉ, mas apenas como uma forma de “juramento”. Se digo: “eu FIRMO”, “eu DOU FÉ”, é a mesma coisa que está dizendo EU GARANTO, eu afirmo que é verdade, embora isso possa ser um mentira. As testemunhas que depõe em julgamento também podem mentir mesmo jurando dizer a verdade. O uso do termo FÉ no meio jurídico não é garantia de plena certeza.

Se for proposto um desafio para a TEOLOGIA provar pela FÉ e por APOLOGIA a COMPOSIÇÃO DO SISTEMA SOLAR, e de outro lado, a CIÊNCIA provar pela RAZÃO e por EXPERIMENTOS a COMPOSIÇÃO DO SISTEMA SOLAR, qual desses dois segmentos do saber humano irá apresentar um estudo preciso, mais detalhado e com provas materiais? Sem dúvida, será a CIÊNCIA.

******ABRINDO UM PARÊNTESE******

Temos que acabar com esse PARADIGMA de achar que se algo está dito na Bíblia, então isso é inspirado, é algo real e verdadeiro. Os crentes leem a Bíblia cegamente, achando que qualquer coisa que lá está escrito é inspirado pelo Espírito Santo. Acham que “se tal afirmação está na Bíblia, então ela é uma grande verdade”. Pensar assim é bobagem, é meninice. Pois nem tudo que está escrito na Bíblia é inspirado, e nem tudo é verdade.

É preciso se levantar homens de coragem, assim como este que vos escreve, para contradizer o que está escrito em muitos casos na Bíblia. Hebreus 11:1 NÃO ESTÁ TOTALMENTE CORRETO. A primeira parte do versículo está correta; mas a segunda parte não é uma verdade comprovada.

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem” (Heb. 11:1).

A declaração: “e a prova das coisas que não se vêem”, é pura falácia. Tal declaração não é verdadeira, pois FÉ não prova nada. É preciso alguém com coragem para contradizer o que aí está dito.

Existem várias declarações na Bíblia que não são verdadeiras. Vou citar apenas quatro casos.

1) As declarações de João 1:29 e Efésios 5:2 não estão totalmente corretas:

“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29).

“E andai em amor, como Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave”.

A morte de Jesus não foi de OFERTA PACÍFICA, para se afirmar que foi cheiro suave ao Senhor. Jesus padeceu fora da tenda, como um novilho ou bode, como oferta pelo pecado. E não como oferta pacífica.

Na oferta pacífica, as carnes do novilho ou do cordeiro eram oferecidas em holocausto, queimadas sobre o altar, em cheiro suave. E o corpo de Jesus não foi queimado. A morte de Jesus na cruz não foi nada de “cheiro suave”, pois, foi tão abominável, que Deus-Pai virou o seu rosto para não ver. Jesus tornou-se maldição por nós, ou seja, foi sacrificado como um bode expiatório. Jesus até reclamou a ausência do Pai na hora de sua morte: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”. Então, foi esse o cheiro suave que Deus sentiu vendo a morte de seu Filho na cruz?

Jesus pode até ser considerado um Cordeiro. Mas, cordeiro que tira pecado do mundo ou purifica do pecado é pura falácia. Pois, segundo os rituais da Antiga Aliança, jamais CORDEIRO foi oferecido em holocausto como oferta pelo pecado. Nem sangue de Cordeiro era usado para purificar os pecados do povo. Sangue de cordeiro era usado apenas como aspersão para assepsia do altar, e como proteção anti-contaminação para os objetos do templo. Não se aspergia objetos sagrados com sangue de cordeiro para purificar de algum pecado; fazia-se aspersão para fins de proteção. Foi assim que os hebreus usaram sangue de cordeiro nos umbrais das portas de suas casas para que o anjo da morte não matasse os seus primogênitos.

O autor da Carta aos Hebreus, em 9:19-22, chega a afirmar, ERRONEAMENTE, que Moisés aspergiu o povo e objetos sagrados com SANGUE DE BODES. Analisando cuidadosamente os casos em que Moisés aspergiu o povo e os objetos sagrados do tabernáculo, pude constatar que ele jamais utilizou sangue de Bode, porque bode era oferecido como oferta pelo pecado. Não era oferta pacífica. Antes, o sangue utilizado para aspersão do povo e objetos sagrados era o de cordeiro e de touro ou novilha vermelha, sem mancha, mas OFERECIDOS EM OFERTA PACÍFICA, e não como oferta pelo pecado. Sangue de Bode, sim, era utilizado apenas para aspergir o propiciatório ou altar. Mas, para consagração de objetos sagrados do tabernáculo, jamais foi utilizado.

“Porque, havendo Moisés anunciado a todo o povo todos os mandamentos segundo a lei, tomou o sangue dos novilhos e dos BODES, com água, lã purpúrea e hissopo e aspergiu tanto o próprio livro como todo o povo, dizendo: este é o sangue do pacto que Deus ordenou para vós. Semelhantemente aspergiu com sangue também o tabernáculo e todos os vasos do serviço sagrado. E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão” (Heb. 9:19-22).

Você pode conferir em Êxodo 24:5-8, que os bois oferecidos foram em OFERTA PACÍFICA, e do sangue desses animais foi que Moisés aspergiu o Livro Sagrado, utensílios do tabernáculo e o próprio povo.

Em Levíticos 16:1-28 são oferecidos um NOVILHO e um BODE como oferta pelos pecados de Arão e de seus filhos e pelos pecados do povo. Já o carneiro era somente OFERECIDO em holocausto, como OFERTA PACÍFICA, oferta de cheiro agradável ao Senhor. A carne de carneiro era queimada em holocausto, mas as carnes do touros e do bodes jamais eram queimados em oferta pacífica. Apenas o sangue era utilizado para aspergir o propiciatório e o altar. E tem outro detalhe: o novilho podia ser imolado dentro do tabernáculo, mas o BODE, não. Ele tinha que ser morto fora, em frente à tenda da revelação.

Agora tenho um questionamento a fazer, que nenhum teólogo honesto pode contestar. Veja o que o autor aos Hebreus diz:

“Mas Cristo, tendo vindo como sumo sacerdote dos bens já realizados, por meio do maior e mais perfeito tabernáculo (não feito por mãos, isto é, não desta criação), e não pelo sangue de bodes e novilhos, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez por todas no santo lugar, havendo obtido uma eterna redenção. Porque, se a aspersão do sangue de bodes e de touros, e das cinzas duma novilha santifica os contaminados, quanto à purificação da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo? (Heb. 9:11-14).

Os pregadores, apologistas e teólogos quando lêem esta “declaração” do autor aos Hebreus pensam que ele está fazendo uma “afirmação”. Mas, olhe bem no final da declaração! Existe um ponto de interrogação. Se o texto termina com uma interrogação, então não é uma “afirmação”. A tal declaração foi posta como uma dúvida. O autor não tinha certeza do que estava alegando? Pesquisando em outras versões da Bíblia, pude constatar que existe mesmo um ponto de interrogação no final do versículo 14. No meu conhecimento sobre gramática, o certo seria um ponto de exclamação em lugar do de interrogação. Só que nas várias versões que consultei não existe ponto de exclamação, mas sim, de interrogação.

Só para concluir esta parte, quero salientar que nem nos rituais do Sacerdócio Arônico (levítico) e nem nos rituais do Sacerdócio de Melquisedeque o próprio Sumo-Sacerdote se oferecia em sacrifícios como oferta pelos pecados do povo. E muito menos se oferecia em holocausto pelo povo. Então, como conciliar a morte de Jesus como oferta pelo pecado do povo, se nos rituais da antiga aliança o Sumo-Sacerdote jamais podia se oferecer a si mesmo? E mesmo, Jesus não podia exercer função de Sumo-Sacerdote, pois ele não era da Tribo de Levi; era da Tribo de Judá. E os da Tribo de Judá eram proibidos de exercer o sacerdócio. Como o autor aos Hebreus não teve como explicar o ato da morte de Jesus em sacrifício pelo povo, segundo os rituais do Sacerdócio Levítico, ele teve que apelar para o Sacerdócio de Melquisedeque. E na Bíblia não existe nada referente a esse tal Sacerdócio de Melquisedeque.

2) Nem toda a Escritura é divinamente inspirada:

“Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça” (II Timóteo 3:16).

A tradução correta deste versículo é assim:

“Toda “escritura”, divinamente inspirada, é proveitosa para ensinar, repreender, corrigir, instruir em justiça”.

As primeiras versões da Bíblia eram traduzidas corretamente. Mas depois que eruditos “trinitarianos” e “fanáticos” religiosos retraduziram ou fizeram correções da tradução d João Ferreira de Almeida, eles modificaram e colocaram a frase: Toda a Escritura é inspirada. Fizeram isso para que os crentes idolatrem a Bíblia. Até a CAPA PRETA da Bíblia é inspirada. Bíblia, o Livro da Capa Preta. Esse nome soa muito bem, não?

Na versão corrigida de João Ferreira de Almeida os tradutores colocaram assim:

“Toda a Escritura, divinamente inspirada, é proveitosa para ensinar”.

Eles modificaram o que estava correto e colocaram a frase de forma tendenciosa: “Toda a Escritura é inspirada”.

Paulo, ao dizer que “toda escritura divinamente inspirada é proveitosa”, estava se referindo às Escrituras do Antigo Testamento: Pentateuco, Salmos e Profetas. Ele não estava se referindo aos escritos do Novo Testamento: os quatro Evangelhos, epístolas paulinas e epístolas dos demais apóstolos.

3) Não é correto afirmar que por um só homem entrou o pecado no mundo:

“Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram” (Romanos 5:12).

“Porque, assim como pela desobediência de um só homem (ADÃO) muitos foram constituídos pecadores, assim também pela obediência de um (JESUS) muitos serão constituídos justos” (Romanos 5:19).

Paulo mesmo fez essas declarações, acima. E não foi o homem quem pecou primeiro, mas, sim, a mulher.

Na Carta a Timóteo, Paulo coloca a culpa do pecado na mulher, e isenta o homem. Veja:

“A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão; salvar-se-á, todavia, dando à luz filhos, se permanecer com sobriedade na fé, no amor e na santificação” (I Tim. 2:11-15).

Paulo, com seu machismo, detona a mulher, e põe nela toda a culpa pela queda da humanidade. Ele chaga a afirmar que, enquanto o homem vivia sozinho, sem companheira, ele não foi enganado. Porém, depois que Deus criou a mulher, esta caiu no engano. E Adão não foi enganado, mas foi apenas CÚMPLICE da mulher, que fora enganada pelo Diabo.

Então, não é correto afirmar que por um só homem entrou o pecado no mundo. Pois, o pecado entrou por dois seres humanos: Adão e Eva. E mais por parte de Eva do que de Adão.

4) A salvação não é somente pela fé, mas pelas obras também:

“Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada” (Gálatas 2:16).

“Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. Mas queres saber, ó homem insensato, que a fé sem as obras é inútil? Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho?” (Tiago 2:14:25).

Muito boa essa! A meretriz Raabe foi justificada pelas obras!!! No tempo de Raabe esse termo FÉ nem existia. E que fé tinha Raabe, para ser justificada?

Só existe uma só citação da palavra FÉ no Antigo Testamento (Habacuque 2:4).

Se a justificação ou salvação é somente pela FÉ, então de nada adiantou o sacrifício de Jesus na cruz. Pois o sacrifício de Jesus foi uma OBRA para salvação da humanidade.

Se Raabe, Abraão e demais patriarcas foram justificados pela Fé, então a OBRA de Cristo, o seu sacrifício foi em vão? Será que basta ter somente a FÉ, sem as obras, para ser justificado? Na verdade, a salvação é mais por causa das obras, do que mesmo pela fé. Abraão foi justificado por causa de suas obras, que pela fé foram praticadas.

O apóstolos Tiago leu algumas epístolas de Paulo e não concordou com tudo que ele escrevia, principalmente sobre a salvação somente pela fé. Tiago convivia com apóstolo Pedro. E Pedro fala sobre os escritos de Paulo.

“E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; como faz também em todas as suas epístolas, nelas falando acerca destas coisas, mas quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, como o fazem também com as outras Escrituras, para sua própria perdição” (II Pedro 3:15-16).

Engraçado que os teólogos fanáticos – que afirmam que na Bíblia não há contradição -, tentam de todas as formas justificar que não há contradição entre o que Paulo e Tiago afirmam. Mas existe contradição mais que evidente.

Não há contradição mais evidente na Bíblia do que este caso da salvação pela fé e pelas obras.

******FECHANDO O PARÊNTESE******

Verificando as referências cruzadas com esta de Hebreus 11:3, encontrei outras, que nada mais acrescentam em relação ao que já se sabe sobre a criação: Gênesis 1:1; Hebreus 1:10; Salmos 102:25; João 1:3-4.

****
“No princípio criou Deus os céus e a Terra” (Gênesis 1:1).

“Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê” (Hebreus 11:3)

“E Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obras de tuas mãos” (Hebreus 1:10).

“Desde a antigüidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos” (Salmos 102:25).

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens” (João 1:3-4).
****

Você pode observar nos textos citados, acima, que NUNCA o próprio Deus disse que criou o Universo; são sempre os homens – profetas, salmistas, escritores – que dizem que foi Deus quem criou o mundo. Nessa parte, fica mais que evidente que Jesus e o próprio Pai não criaram o Universo. Deus-Pai realizou criações em mundos superiores dentro do Universo. E por sua vez, também o Filho realizou criações nos mundos inferiores, mas tudo dentro do Universo.

Por causa desse mal dos pregadores e teólogos afirmarem coisas que a Bíblia não diz, um escritor se achou obrigado a escrever um livro sobre esse assunto. Confira o livro no seguinte link:

http://minhateca.com.br/TudoOrganizadoMLS/LIVROS+QUE+TODO+TE*c3*93LOGO+DEVE+LER/O+Que+a+Biblia+N*c3*a3o+Diz*2c+Mas+Muitos+Pregadores+e+Mestres+Dizem,538109613.pdf

As referências de Isaías 42:5; 44:24 e 45:12 são as únicas que corroboram a de Gênesis 1:1. Mas elas não se referem à criação do Universo, mas de mundos dentro do Universo. Engraçado que na minha Bíblia não aparece nenhuma referência cruzada de Isaías 45:12 com Gênesis 1:1. Temos que levar em conta que os profetas falavam muitas coisas do seu próprio entendimento, tais como muitos pregadores falam hoje em dia. O profeta nunca fala exatamente o que Deus manda falar; diante do povo ele se levanta e incrementa o discurso, fazendo elogios ao Deus de Israel. Só depois é que ele fala o essencial.

Sabemos, também, que os escritores bíblicos não tinham uma noção ou um conhecimento preciso sobre o Sistema Solar e o globo Terrestre, e a composição do Universo, com sistemas de estrelas e inúmeras Galáxias.

Eles imaginavam que a Terra era plana e os Céus eram sustentados por colunas. E que as estrelas no FIRMAMENTO nada mais eram que pequenas luzes que piscavam e serviam para iluminar durante a noite.

Veja que um profeta pode falar coisas bonitas, que Deus não mandou falar.

“E sucedeu no mesmo ano, no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, no ano quarto, no mês quinto, que Hananias, filho de Azur, o profeta de Gibeão, me falou, na casa do Senhor, na presença dos sacerdotes e de todo o povo dizendo: Assim fala o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel, dizendo: Eu quebrarei o jugo do rei de Babilônia. Dentro de dois anos, eu tornarei a trazer a este lugar todos os utensílios da casa do Senhor, que deste lugar tomou Nabucodonosor, rei de Babilônia, levando-os para Babilônia. Também a Jeconias, filho de Jeoiaquim rei de Judá, e a todos os do cativeiro de, Judá, que entraram em Babilônia, eu os tornarei a trazer a este lugar, diz o Senhor; porque hei de quebrar o jugo do rei de Babilônia. Então falou o profeta Jeremias ao profeta Hananias, na presença dos sacerdotes, e na presença de todo o povo que estava na casa do Senhor. Disse pois Jeremias, o profeta: Amém! assim faça o Senhor; cumpra o Senhor as tuas palavras, que profetizaste, e torne ele a trazer os utensílios da casa do Senhor, e todos os do cativeiro, de Babilônia para este lugar” (Jeremias 28:1-6).

Repare que Jeremias dá a entender que o Senhor tem a obrigação de cumprir aquilo que o profeta fala.

Os teólogos tradicionais afirmam que os escritos proféticos escreveram inspirados pelo Espírito Santo, porque Deus “assoprava” as suas palavras nos seus ouvidos. Mas isso é pura invencione teológica. Deus mesmo declarou a forma de como ele se revela aos profetas: através de sonhos e visões. O profeta tem a visão, tem o sonho, e na hora de falar a interpretação ele incrementa o relato com coisas do seu próprio entendimento, podendo ser verdade absoluta ou não.

“Então disse: Ouvi agora as minhas palavras: se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, a ele me farei conhecer em visão, em sonhos falarei com ele” (Números 12:6).

Então, não existe esse negócio de Deus “assoprar” nos ouvidos dos escritores bíblicos e profetas o que ele deveria escrever. Isso é coisa inventada pelos teólogos fanáticos.

DEUS NÃO CRIOU O UNIVERSO ELE EXISTE POR SI MESMO

Ninguém criou o Universo. O universo nunca teve início e nunca terá fim.

O Universo sempre existiu com toda sua matéria, com toda sua massa. As mudanças que ocorrem dentro do Universo, devido aos fenômenos físicos, fazem com que ocorram evoluções e criações de diversas formas da matéria e de vida dentro do próprio Universo. E desses fenômenos físicos, resultou a criação de vida animal em mundos dentro do Universo, mundos esses, propícios para a habitação de seres vivos. Vida animal quer dizer VIDA ANIMADA, vida com movimentos próprios.

A matéria sempre existiu, em seus diversos estados físicos. As moléculas inorgânicas sempre existiram.

O que não existia – e a partir de determinado momento passou a existir -, foi a molécula orgânica. A molécula orgânica surgiu por causa da ação da luz das estrelas que incidiram sobre as moléculas inorgânicas dentro dos oceanos. As primeiras formas de vida animal surgiram nos mares.

É óbvio que, se o cérebro de um ser vivo evoluiu o bastante, durante “bilhões” de anos, a tal ponto de se tornar um ser CONSCIENTE e RACIONAL (pensante), ele pôde realizar novas criações dentro de mundos, no Universo. E foi isso que aconteceu. Um primeiro ser evoluiu, e atingiu o ÁPICE da EVOLUÇÃO, e esse ser se chama DEUS. A partir daí ele acelerou o processo de criação de outras formas de vida.

Por isso se diz que Deus não foi criado por um terceiro ser inteligente. E ele mesmo diz que não conhece outro deus poderoso. Deus surgiu por si mesmo, a partir do próprio processo evolutivo do Universo.

“Vós sois as minhas testemunhas! Acaso há outro Deus além de mim? Não, não há Rocha; não conheço nenhuma. (…) Quem mostrou isso desde a antigüidade? quem de há muito o anunciou? Porventura não sou eu, o Senhor? Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim” (Isaías 44:08; 4521).

Os astrônomos estimam que a idade do Universo é de 13 bilhões de anos (antes estimavam em 25 bilhões de anos). Só que essa estimativa é falsa. Não há como medir a idade do Universo, pois ele sempre existiu. O que se pode medir, mesmo sem precisão, é a idade dos mundos criados, mas estes que se encontram mais próximos da Via Láctea, e que podem ser alcançados pelas lentes potentes do telescópio Hubble.

O nada não existe; tudo existe dentro do Universo; na natureza nada vira nada; tudo se cria ou se recria através da evolução ou revolução do próprios elementos químicos, através dos fenômenos físicos: luz e calor.

Como já dizia Antoine Lavoisier: Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Porém, na natureza muitas coisas são criadas, sim! Através da fusão de certos elementos químicos, outros elementos são originados. E diferentes formas de vida também são criadas pela ação dos fenômenos físicos da luz e do calor sobre as moléculas inorgânicas, que as transforma em moléculas orgânicas.

Muitos apologistas religiosos afirmam que no início do Universo não havia luz e nem calor, tudo era escuro e frio. Aí Deus apareceu e fez criar a luz e o calor. E a partir daí todas as outras coisas foram surgindo. Até certo ponto isso está certo. Pois o Universo e toda sua massa sempre existiu, embora, em completa escuridão. Agora, sobre o surgimento da luz e do calor, isso pode ter surgido pelos sucessivos atritos das partículas. E por um “acidente” a luz tenha surgido.

Se alguém crê que Deus está fora do Universo e foi Ele quem o criou, essa crença não passa de algo banal, fundamentado apenas na fé.

Lembro-me de um filme – que não me recordo do nome – em que umas pessoas perseguiam um gato, pois este carregava um amuleto esférico pendurado por um cordão no pescoço, e esse objeto esférico era um “Universo”. E os agentes do bem tinham que salvar o amuleto, pois, se não, isso poderia custar a extinção do tal universo.

Parece que é assim – como no caso do filme – que os crentes acreditam no Universo e em Deus. Quem sabe Ele transporte o Universo pendurado num cordão!

Mas não é bem assim. Pois o Universo sempre existiu. A pior coisa que a mente humana pode suportar é a existência do nada. O nada nunca existiu. Experimente imaginar a existência do nada! Imaginar o nada é a mesma coisa que experimentar a morte. Se você tentar pensar no nada por muito tempo ou tentar explicar como seria se não existissem as coisas, você pode ter um piripaque.

Um exemplo claro da existência dos elementos químicos do Universo – mesmo sem a presença de luz e calor – é o caso da Internet. O mundo da Internet é uma negridão só! O nosso computador armazena milhões de informações, fotos, vídeos e textos, mas é preciso algo que faça com que tudo isso venha à luz, apareça. O monitor nada mais é que o veículo “LUZ” que faz aparecer o que está nas trevas. Existe um mundo imensurável dentro da Internet, que só podemos enxergar pelo monitor do computador. O processador do computador trabalha na escuridão. Mesmo assim, nessa escuridão existe o calor. Só tem uma coisa que é preciso enfatizar: o processador do computador só trabalha se tiver um impulso de energia externo, que é a carga de energia elétrica que vem da caixa de força. Mas mesmo não existindo o impulso de energia externo, o processador continua lá e os dados retidos nas memórias dos computadores continuarão lá, até que surja algo que faça com que eles venham à tona.

Porém, a fonte de energia primordial que impulsionou o atrito entre os corpos do Universo está nas próprias partículas dos elementos químicos. Dizemos que as partículas são ELETROMAGNÉTICAS porque possuem um magnetismo inerente, ou próprio delas.

Cada ÁTOMO de elemento químico é formado por minúsculas partículas eletromagnéticas. O átomo tem vida em si mesmo. Os átomos são eternos. Eles possuem energia própria que nunca se estingue. O homem moderno achou uma forma de burlar a energia da matéria e criou a bomba atômica. A destruição forçada da matéria faz criar o efeito da bomba atômica, que libera outras partículas venenosas, carregadas de radioatividade (partículas alfa, beta e gama). Existe a radioatividade natural ou espontânea e a radioatividade artificial ou induzida. A tentativa do homem de burlar a matéria é um crime contra a própria natureza. Não existem os chamados “direitos humanos”? Também devem existir os “direitos da natureza existir como ela é”.

Embora o homem consiga “destruir” ou desintegrar o átomo (matéria) através da explosão atômica, mesmo assim o tanto de matéria do Universo não diminui. A radiação se espalha pelo ar e com o tempo elas voltam a se fundir com átomos de outros elementos químicos. Por exemplo, quando a gente queima uma folha de papel, vemos ela sumir e restar somente as cinzas. Porém, os elementos químicos presentes na folha de papel queimada apenas foram dissipados no ar, que mais tarde poderão se fundir com outras moléculas e voltar aos corpos na natureza.

Foi através de um “atropelo” – isto é, atrito – de corpos que a luz surgiu. Podemos deduzir que esses corpos primordiais que entraram em atrito foram partículas eletromagnéticas. E depois de sucessivos atropelos, uma faísca surgiu, e por fim, surgiu o fogo, que foi a base de tudo. O surgimento do fogo fez aquecer o ambiente, e a partir das sucessivas explosões outros corpos ardentes surgiram dentro do Universo.

Se o Universo teve início a partir do nada, ninguém nuca saberá ou nunca haverá uma explicação para o seu surgimento.

O Universo é como se fosse uma bexiga, mas sem uma forma definida. Ele pode ser curvo ou achatado, alongado, côncavo ou convexo. Mas alguém pode pensar: se o Universo é como uma bexiga, curvo ou achatado, então ele tem um limite. Existe algo que o limita. E o que está além do limite do Universo seria o “nada”? Bem, se você quiser discutir ou ir além dessas minhas explicações, não me culpe, depois, por você ter ficado louco!

****

Antes eu achava que Deus estava do lado de fora do Universo, e que Deus nos observava como se observa um Globo Terrestre de plástico sobre a mesa.

Esse entendimento fraco me veio devido a leitura de livros, tais como “O Ser Absoluto”, e ensinos das lições bíblicas da Escola Dominical. A religião ensina muitas fantasias e a gente acredita como se fossem verdades.

Deus habita dentro do Universo. Só que a sua habitação está localizada nos mundos superiores. Alguns chamam esse lugar de Sétimo Céu. Jesus realizou criações de seres viventes dentro dos mundos inferiores, no Universo, especialmente aqui na Terra.

CORPOS MATERIAIS E CORPOS ESPIRITUAIS

Os religiosos chamaram de “espirituais” as coisas ou seres que não podemos ver a olho nu.

Não existem seres “espirituais” propriamente dito. O termo “espiritual” foi empregado para se referir às coisas ou seres que não podermos ver a olho nu.

Porém, corpos ou seres “espirituais” são seres e corpos formados de matéria do próprio Universo. Na verdade, não existem corpos ou seres “espirituais” propriamente dito. Desde a antiguidade os homens pensavam que o ar que nos rodeia não continha nenhuma matéria. Então, como não podiam ver a olho os ditos seres “espirituais” (anjos e demônios), achavam que eles não eram formados de matéria. Assim como no ar existem vários elementos, que são matéria, também os seres que estão no Céu são compostos de matéria, embora uma matéria leve e sutil, diferente das do nosso planeta.

Paulo diz que o Filho, o primogênito da criação, criou seres visíveis e invisíveis. E esses seres invisíveis os antigos achavam que eram “espirituais”.

Existem milhões de seres invisíveis, que são os micróbios, as bactérias e os vírus. E nem por isso vamos considerar que tais seres são espirituais.

“Porque nele (em Jesus) foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele” (Colossenses 1:16).

Paulo chama os seres “espirituais” de “coisas invisíveis nos céus”. Na verdade, são “invisíveis” ou “espirituais” porque não podemos vê-las a olho nu. Mas todas as coisas são formadas de matéria, inclusive anjos e demônios.

Mesmo sendo “invisíveis”, os seres “espirituais” possuem os órgãos dos sentidos em seus corpos. Doutra forma, como poderiam experimentar as sensações de calor, frio, dor, se não possuíssem os órgãos dos sentidos? Como poderiam expressar o sentimento de amor, ódio ou ira sem ter um coração?

Os seres ditos “espirituais” não são assexuados. Todos possuem órgãos dos sentidos e órgãos sexuais. Em todos os casos de aparições de anjos na Bíblia, eles aparecem trajando roupas. Em todas as visões dos profetas Isaías, Daniel, Ezequiel e de João, no Apocalipse, os anjos aparecem trajando roupas que cobriam a sua nudez.

Se anjos sempre apareceram trajados de roupas, é porque a roupa servia para esconder a sua nudez.

Então, fica provado que os seres ditos “espirituais” possuem corpos com os órgãos dos sentidos, inclusive os órgãos sexuais.

Até mesmo os salvos irão receber compridas vestes brancas no Céu, para que não sejam vistas as suas vergonhas (sua nudez).

“Aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas” (Apocalipse 3:18).

“Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua nudez” (Apoc. 16:15).

“O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos” (Apoc. 3:5).

“E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo” (Apoc. 6:11).

“Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos” (Apoc. 7:9)

“Assim eram os seus rostos. As suas asas estavam estendidas em cima; cada qual tinha duas asas que tocavam às de outro; e duas cobriam os corpos deles” (Ezequiel 1:11).

“Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; o seu vestido era branco como a neve, e o cabelo da sua cabeça como lã puríssima; o seu trono era de chamas de fogo, e as rodas dele eram fogo ardente” (Daniel 7:9).

Se os anjos são seres assexuados e os salvos serão como os anjos, então para que servem as vestes brancas? Será que é só capricho dos deuses? Ou será que lá no Céu é muito frio?

Também três anjos apareceram a Abraão, e depois esses mesmos anjos tiraram Ló e sua família à força da cidade Sodoma, que seria destruída com fogo. E esses anjos trajavam-se como homens, e usavam roupas para esconder a sua nudez (suas vergonhas).

“Levantando Abraão os olhos, olhou e eis três homens de pé em frente dele. Quando os viu, correu da porta da tenda ao seu encontro, e prostrou-se em terra” Gênesis 18:2).

Deus não cria robôs; nunca criou seres assexuados; todas as criaturas de Deus, seja nos céus ou nos mundos criados dentro do Universo, são sexuadas. Todas as criaturas de Deus, INCLUSIVE OS ANJOS, são constituídas de macho e fêmea, para que elas se auto-procriem, sem a necessidade de Deus ficar criando clones assexuados.

O PLANETA TERRA E SUA ORIGEM

O planeta Terra e demais planetas do Sistema Solar existem pela própria natureza. Foi a própria natureza quem os criou. Esses imensos corpos celestes surgiram devido as evoluções e revoluções de outros gigantes do espaço: as estrelas. Planetas são formados de pedaços de estrelas quando estas morrem e expelem seus destroços no espaço. Depois de resfriar, esses pedaços de estrela se transformam em planetas.

Uma prova de que a Terra já foi parte de uma estrela é o fato de o seu núcleo ser formado de lava, e existir fogo no centro do planeta. Alguns estudiosos afirmam que a parte interna do núcleo da Terra é sólido e tem uma temperatura um pouco inferior à do Sol.

As lavas vulcânicas vêm diretamente do núcleo da Terra.

Sei que é difícil para um crente ou teólogo fanático aceitar essa minha afirmação. Mas um dia eles descobrirão que estou com a razão. Muitas pessoas só aprendem depois de velhas. E outras morrem com suas burrices e teimosias.

Interior da Terra

Algumas passagem bíblicas evidenciam que Deus criou os céus e a Terra. Vejamos:

“No princípio criou Deus os céus e a Terra” (Gênesis 1:1).

“Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê” (Hebreus 11:3)

“E Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obras de tuas mãos” (Hebreus 1:10).

“Desde a antiguidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos” (Salmos 102:25).

“Assim diz Deus, o Senhor, que criou os céus e os desenrolou, e estendeu a terra e o que dela procede; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela” (Isaías 42:5).

E agora, José?! Como justificar o que disse anteriormente, que Deus não criou a Terra?

Observando os versículos supracitados, podemos observar que é sempre os homens que afirmam que Deus criou os céus e a Terra. Não existe nenhuma “declaração direta” de Deus, na Bíblia, afirmando que foi Ele quem criou os céus e a Terra. Esta última, de Isaías 42:5, parece ser uma declaração direta de Deus, mas não é. É uma declaração de elogio que o profeta sempre fazia, antes de falar o essencial que Deus havia ordenado falar.

Deus mesmo declarou a forma de como ele se revela aos profetas: através de sonhos e visões. O profeta tem a visão, tem o sonho, e na hora de falar a interpretação ele incrementa o relato fazendo elogios a Deus e falando coisas do seu próprio entendimento, podendo ser verdade absoluta ou não.

“Então disse: Ouvi agora as minhas palavras: se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, a ele me farei conhecer em visão, em sonhos falarei com ele” (Números 12:6).

Não sei se o leitor sabe, mas eruditos que estudaram as cópias mais antigas dos livros proféticos de Isaías e Jeremias afirmaram que os tais foram escritos originalmente em forma de VERSOS POÉTICOS, e não eram divididos em capítulos e versículos como vemos nas bíblias atuais. O que quero salientar é a forma de redação empregada na composição do livro de Isaías: a Poesia. O Livro dos Salmos de Davi foi escrito também em forma de versos poéticos. Então, todo estudioso da Bíblia tem que entender que na escrita poética o poeta usa muito de figuras de linguagem, usa muita hipérbole. Então ele pode incrementar o texto poético acrescentando elogios a Deus ou até escrevendo palavras como se fosse o próprio Deus falando. Podemos observar isso em algumas composições de hinos, onde o autor escreve frases como se fosse o próprio Deus falando. Os versos do livro de Isaías não eram dispostos originalmente como o são em nossas bíblias atuais. Atualmente a gente lê o livro de Isaías imaginando que o texto segue uma narrativa histórica, cronológica. Mas não é bem assim.

Veja este caso do poema de um hino cantado por Shirley Carvalhaes, onde o poeta escreve versos como se fosse o próprio Jesus falando. Só que tais declarações são coisas da própria mente do poeta, podendo não ser uma verdade.

“Estou contigo, ó meu filho! Nunca te deixo sozinho!” (Se Deus deixou sozinho até o seu Filho morrendo na cruz).
“Sou um Deus que dos filhos sempre zelo muito bem, e de ti não esqueço também”.
“Se entrares na batalha eu contigo lutarei; se pisares nos espinhos, eu contigo pisarei”.
“Não te deixo, ó meu filho, seja onde quer que andar”.
“E ao teu lado para te guiar”.

Na início de 1990 adquiri uma Bíblia bem elaborada, onde antes de cada livro havia uma síntese feita por um teólogo. Cada livro trazia uma síntese feita por um teólogo diferente. E na síntese do Livro de Isaías o comentarista foi muito sincero em afirmar que os escritos eram dispostos originalmente em versos poéticos.

Atualmente, as bíblias que o povão usa para estudar não existem esses comentários introdutórios ou sínteses de cada livro. Somente pessoas com maior poder aquisitivo podem aquirir aquelas bíblias caras, que já vem com comentários introdutórios antes de cada livro.

DEUS REALIZOU CRIAÇÕES NOS MUNDOS DENTRO DO UNIVERSO

Como Deus foi o primeiro ser inteligente a surgir dentro do Universo, ele realizou outras criações nos diversos mundos pré-existentes.

Deus surgiu dentro do Universo, e dentro dele fez outras criações e construções. Por exemplo: o homem não construiu o planeta Terra, mas realizou muitas construções dentro dele. Assim, Deus realizou muitas obras dentro dos mundos pré-existentes no Universo. Seres vivos surgiram da própria natureza, através da evolução. Mas Deus acelerou o surgimento de outras criaturas nos mundos pré-existentes. E uma dessas criaturas foi uma nova espécie de homem mais inteligente, que ele criou aqui na Terra.

Existe uma pergunta muito complicada de se responder: Deus pode criar uma pedra tão grande que Ele não possa levantar?

Posso dizer que, sim, pois Ele é onipotente. Mas, se Ele não pode levantar a tal pedra, então Ele já não é onipotente! Então, como conciliar as respostas? Não há como conciliar. Então, alguém pode arrazoar: Isso não é pergunta que se faça!

Mas vejamos. Assim como o homem constrói coisas grandiosas, que podem até fugir ao seu controle (arranha-céus imensos, pontes, jatos, transatlânticos, bomba atômica), Deus também pode criar ou construir coisas grandiosas que até Ele mesmo não consegue controlar. Há textos bíblicos que sugerem que nada pode fugir ao controle de Deus. Mas eu duvido de tais afirmações.

“Ele é o que remove os montes, sem que o saibam, e os transtorna no seu furor; o que sacode a terra do seu lugar, de modo que as suas colunas estremecem; o que dá ordens ao sol, e ele não nasce; o que sela as estrelas; o que sozinho estende os céus, e anda sobre as ondas do mar; o que fez a ursa, o Orion, e as Plêiades, e as recâmaras do sul; o que faz coisas grandes e insondáveis, e maravilhas que não se podem contar” (Jó 9:5-10).

“Eu é que fiz a terra, e nela criei o homem; as minhas mãos estenderam os céus, e a todo o seu exército dei as minhas ordens” (Isaías 45:12).

Observe que estas citações, acima, são palavras do próprio profeta Isaías e do patriarca Jó. Quando Deus se revelava em visões e sonhos, acredito que Ele não ordenava o profeta Isaías a falar esses altos elogios de Deus a si próprio.

Gostaria de fazer uma comparação deste caso com as três Pirâmides de Gizé e a Esfinge. Deus pode se dizer dono do mundo porque Ele foi o primeiro a explorá-lo e conquistá-lo.

As três Pirâmides de Gizé, no Egito, e a Esfinge, já existiam antes do aparecimentos dos faraós no vale do Rio Nilo. Quando uma civilização se desenvolveu no Egito, há cerca de 2500 anos a.C., as pirâmides já estavam lá. Elas datam de milhares de anos antes do surgimentos dos faraós. Quando os faraós conquistaram a região do Nilo, eles se apossaram das construções megalíticas que lá se encontravam.

Assistindo a um documentário sobre a Idade do Homem, constatei que um faraó mandou destruir a cabeça da escultura do Leão, que fica posicionado diante das três pirâmides de Gizé, e mandou esculpir o seu próprio rosto. Os arqueólogos conseguiram analisar através de computação gráfica, que a cabeça da Esfinge (na verdade um leão) é desproporcional ao restante do corpo. Eles chegaram à conclusão de que a cabeça da estátua do Leão foi retirada, e o faraó mandou esculpir a sua face no corpo do Leão. Daí, os livros escolares afirmam que a Esfinge foi uma obra esculpida pelos engenheiros do antigo Egito. Mas não foi. Apenas a cabeça foi esculpida, e em tamanho menor, desproporcional ao corpo.

Assista aos documentários sobre descobertas arqueológicas, sobre a civilização desconhecida que se desenvolveu na antiga Atlântida, antes do período pré-histórico.

Antigas Civilizações – Atlântida (Legendado PT-BR)

http://minhateca.com.br/TudoOrganizadoMLS/DOCUMENT*c3*81RIOS+%28CONSPIRA*c3*87*c3*95ES%29/A+IDADE+DO+HOMEM+%28Descobertas+Antepassados+da+Humanidade%29

A ERA DO GELO

O relato do primeiro capítulo de Gênesis NÃO fala sobre a criação do Universo ou da Terra; fala sobre o CAOS em que o planeta ficou após a colisão dos meteoros, período em que ficou conhecido como Era Glacial ou Era do Gelo. O planeta Terra estava um caos; era sem forma e vazio de seres vivos, pois estava coberto de geleiras. Não poderia ser Deus criando a Terra naquele momento, pois Deus não cria o caos como obra-prima para depois ir consertar o mal-feito. Os descendentes dos humanos sobreviventes relataram o início de um novo mundo, como se Deus estivesse criando a Terra naquele momento. Por exemplo, passados alguns anos, a espessa nuvem de fumaça vulcânica começou a se dissipar, e a luz do Sol começou a brilhar. E na visão dos filhos dos sobreviventes – nascidos em cavernas sem ver a luz do sol -, esse fato era como se Deus estivesse criando o Sol, a Lua e as estrelas. Depois q a luz do Sol surgiu, a natureza começou a florir, e eles pensavam que era Deus criando as plantas e os animais; mas na verdade, Deus lançou novas sementes de animais e plantas, não daquele tipo monstruoso que o primeiro regente havia criado; parte dos oceanos congelados começou a se derreter e a parte seca da terra apareceu. Os fatos do primeiro capítulo de Gênesis foram narrados de acordo com a visão dos sobreviventes anos depois do grande cataclismo que atingiu a Terra.

CONTINUA……..

xxxxxxx

***********************************************************

RESUMO ANTIGO

***********************************************************
Eis alguns sub-temas:

2) Deus foi o primeiro ser inteligente que evoluiu no Universo; Ele é o primeiro; Ele se aperfeiçoou primeiro. Ele é antes de qualquer outra criatura.

4) Deus surgiu dentro do Universo, e dentro dele fez outras construções; ex: o homem não construiu o planeta Terra, mas realizou muitas construções dentro dele.

5) Deus não está no controle de tudo; ele criou muitas coisas e as automatizou, de tal forma que elas se auto-regulam e cumprem o seu ciclo de existência. Deus não controla o nascimento das criaturas; se Ele quiser interferir, Ele interfere, mas em casos especiais.

7) O planeta Terra foi um local especial na Via Lactea escolhido por Deus para plantar as sementes de vida animal e vegetal. Houve um regente que tomava conta de tudo isso. O Filho de Deus mais estimado foi quem criou seres vivos normais aqui na Terra. Mas o regente alterou geneticamente as criaturas e as transformou em gigantes. Há 250 milhões de anos atrás o nosso planeta começou a ser dominado por criaturas gigantes. Este ser também se auto-proclacou “deus” e criador. Ele passou a CRIAR e modificar geneticamente as primeiras criaturas que Deus havia criado.

8) Deus acabou com seu império aqui na Terra e destruiu suas criações monstruosas. Terríveis meteoros foram desviados de suas rotas para se colidirem com a Terra. Só assim se poria fim àquelas terríveis criaturas.

9) No tempo das criaturas monstruosas já existia uma raça de humanos; e o nosso planeta era formado por um único continente, chamado Pangea. Uma civilização conhecida como Atlantes cresceu e se desenvolveu no centro da Pangea. O reino dos Atlantes foi destruído e a Pangea foi dividida em cinco partes.

10) Quando as criaturas monstruosas foram destruídas com a colisão dos meteoros, uma nuvem negra de fumaça de cinza de vulcões cobriu todo o planeta, tapando a luz do Sol. Alguns monstros marinhos conseguiram sobreviver, como as baleias; outras criaturas menores sobreviveram; muitos humanos da raça dos atlantes sobreviveram.

12) Deus criou uma nova espécie de humano, e com maior capacidade cerebral; por isso se diz que o criou à sua imagem e semelhança. E a este novo homem criado (macho e fêmea) Deus delegou o controle da criação; o novo homem, agora mais inteligente, passou a ser o regente da criação. Deus delegou esse poder ao novo homem criado.

13) O antigo regente da Terra, que foi destituído, não dando-se por derrotado, tentou sabotar a nova criação. E ele conseguiu. Iludiu uma parte das hostes angelicais que serviam de guardiões do planeta e mandou ensinar aos homens as coisas erradas. Mas a pior de suas maldades foi alterar geneticamente as criaturas, inclusive os humanos, fazendo que se tornassem gigantes. A obra-prima de Satanás é a criação de seres monstruosos.

14) Antes, acreditava que os anjos vigilantes haviam descido à Terra e coabitado com as filhas dos homens, e desse cruzamento anormal teriam nascidos os homens gigantes. Mas agora acredito que Satanás e seus anjos inseminaram as mulheres com material geneticamente modificado, fazendo com que seus filhos nascessem com gigantismo. E essa maldade eles estavam planejando realizar em todas as criaturas, nos animais e nas plantas, para torná-las seres gigantes novamente.

15) Novamente Deus teve que pôr fim nas criaturas que foram corrompidas, trazendo o dilúvio sobre a Terra.

16) Atualmente sabemos que naves extra-terrestres tem abduzido seres humanos, inclusive mulheres, para realização de experiêcias genéticas. Acredito que o Dragão, a Antiga Serpente, está disseminando nos humanos um material genético malígno, para gerar criaturas monstruosos, feitos à sua imagem e semelhança. Esses seres humanos modificados geneticamente já nascem propensos ao mal e a desobediência a Deus.

17) No Apocalipse diz que no tempo da Grande Tribulação serão libertados seres monstruosos do poço do abismo. Esse abismo é debaixo da Terra. O ninho da Serpente está embaixo de nós.

18) Vou revelar a minha versão sobre o real motivo de Jesus Cristo ter vindo a este mundo e ser OBRIGADO a morrer numa cruz. Muitos alegam q Deus por ser bom e compassivo bem podia ter perdoado a humanidade sem ser preciso sacrificar o seu Filho para salvar os pecadores. Outros alegam que devido Deus ter cometido muitos erros e injustiças com o homem que havia criado, como no caso de Jó, punindo-o sem ter cometido nenhum delito, Ele se achou obrigado a sacrificar o seu próprio Filho como forma de expiação de sua culpa. Porém, a minha versão é mais plausível, e será difícil alguém contestar.

19) E uma revelação bombástica: Sabe por que Jesus suou sangue quando orava no horto antes de ser preso? Foi porque ele se FLAGELOU. Jesus se auto-flagelou, para poder enfrentar o sofrimento da cruz. Os discípulos não o viram se flagelando, pois estavam dormindo. Como suas costas estavam ensanguentadas devido ao flagelo, suas mãos também ficaram sujas de sangue, e ao passar as mãos no rosto para limpar o suor, o seu rosto parecia ensanguentado. Como estava escuro, os discípulos não perceberam a sua roupa suja de sangue, na parte de trás. Quando amanheceu, se alguém percebeu suas vestes sujas de sangue, talvez tenha julgado que Ele fora ferido pelos soldados romanos. Quando Jesus foi julgado e condenado, os soldados romanos o surraram nas costas e ninguém pode diferenciar as marcas do flagelo. Jesus aprendeu a pátrica da flagelação na Comunidade dos Essênios, que habitavam em grutas no deserto, como forma de amortecer os desejos carnais pecaminosos e fortalecer o espírito. Desde os 12 anos de idade Jesus já frequentava a Comunidade dos Essênios. Antes de iniciar sua missão, Ele ainda passou 40 dias no deserto, se preparando para cumprir o mandado de Deus.

“E, posto em agonia, orava mais intensamente; e o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que caíam sobre o chão” (Lucas 22:4).

Você sabia que o Papa João Paulo II se flagelava com frequência?

No link, abaixo, o autor comenta sobre a prática da auto-flagelação do Papa João Paulo II e faz uma severa crítica a um lider da Assembléia de Deus, Pr. Samuel Câmara.

http://www.fundacaonazare.com.br/voz/ler.php?id=2923&edicao=91

Paro por aqui. Vamos aguardar, pois explicarei detalhadamente cada um desses itens, e outros que não me recordo agora.

Se alguém estiver interessado mesmo em entender o meu ponto de vista sobre essas coisas, comece assistindo ao filme “Círculo de Fogo” ou Pacific Rim, de 2013. Apague de sua mente essa ideia de “planeta dos macacos. O negócio sério mesmo é “planeta dos dragões”.

****

Anúncios

13/02/2015 - Posted by | ESTUDOS DIVERSOS, TEMAS DIFÍCEIS

7 Comentários »

  1. postei em outro post aqui no seu Blog uma entrevista com um illuminat senior, la ele diz que eles vão passar a mensagem deles pra quem procura, e que a sociedade nunca vai estar pronta pois acreditam cegamente em outra verdade, no fim nada é verdade e tudo é permitido … mas cada um tera de sofrer as consequencias de seus atos
    jogando Assassins Creed eu percebi que a historia é fantastica e tem tudo a ver com o que vc fala aqui no site … só que de forma diferente, e a Ubsoft produtora do jogo é uma empresa Illuminat que se situa na frança … justamente o pais onde tudo começou
    juntei algumas coisas que você disse aqui no seu blog com algumas mensagens que eu absorvi do jogo (que são mensagens illuminati procurando pessoas que eles nem sabe quem são)
     
    -o universo sempre existiu
    -Deus foi o primeiro ser a evoluir nele
    -Deus é lider em um lugar onde os anjos vivem em uma sociedade parecida com a nossa
    -ouve a rebelião no céu onde Lucifer foi o lider
    -Lucifer junto com 1/3 dos anjos foram expulsos e vieram parar na terra
    -aqui eles se tornaram reis e eram os construtores da civilização ( na marçonaria existe uma imagem chamada de “o primeiro construtor”)
    -eles escravisaram os humanos primitivos com tecnologia avançada (maçã do édem)
    -eles precisavam de escravos mais espertos para realizar tarefas mais complexas, então fundiram seu DNA com essa raça primitiva dando origem a escravos hibridos mais inteligentes (humano atual)
    -esses seres hibridos eram mais inteligentes porem não possuiam a parte no cerebro especifica para o controle mental
    -depois de alguns anos 2 novos humanos se rebelaram contra seus criadores (Adão e Ava)
    -Influenciados por Deus, Adão e Eva roubaram uma maçã do éden e fugiram dando inicio a uma guerra entre os anjos caidos com tecnologia avançada contra um numero muito superior de humanos
    -ao mesmo tempo o sol concluia seu ciclo e inicia ali um tempo em que tempestades solares iminentes seriam avassaladoras, os Deuses sabiam do perigo mais estavam muito ocupados na guerra e não se preparam para o fim do ciclo solar
    -em meio a guerra grande parte da vida terrestre é destruida com as tempestades solares (inclusive os dinossauros)
    -Adão e Eva sobrevivem graças ao poder da maça do édem e o que restou da humanidade busca em seus antigos Reis uma forma de sobreviver a era do gelo (que se iniciava a partir daquele momento)
    -os anjos caidos decidem ajudar os humanos, e formam novamente grandes civilizações onde eles mais uma vez se tornam lideres adorados pelo povo
    -com o tempo eles novamente modificam geneticamente a raça humana criando humanos gigantes para o serviço pesado e para a guerra (neflins), assim como hoje existiam guerras por territorio
    -os novos hibridos gigantes começam a conquistar tudo e se tornam grandes guerreiros, mas eles eram puramente maldosos e canibais
    -Lucifer era encarregado por Deus a proteger e servir os humanos, mas não fez nada para impedir os atos dos outros anjos caidos,
    -Deus prepara Jesus para tomar o poder de Lucifer sobre as almas humanas, e toma algumas atitudes para mudar o rumo das coisas
    -então Deus decide intervir de forma definitiva, prendendo os anjos caidos que modificaram novamente a raça humana no tartaro, em seguida lança um diluvio com o objetivo de destruir toda aquela cultura dos antigos Reis, que a essa altura se tornaram antigos “Deuses” e eram adorados pelos humanos
    -tempos depois Davi se torna rei e é encarregado por Deus a dominar e dizimar o que restou dessa antiga cultura, tomando pra si fragmentos dessa tecnologia divina desenvolvida a partir das maçãs do édem
    -Salomão filho de Davi constroi o templo de Salomão e esconde ali tecnologia do édem dentro da arca da esperança
    -a arca se tornou o trunfo para se conquistar tudo, a simples presença da arca ja fazia seus exercitos dizimarem tropas inteiras, mas só alguns poucos indicados por Deus poderiam usar o artefato
    -segundo João Batista hoje em dia a arca se encontra ao lado do trono de Deus
    -Jesus é enviado pra escancarar a verdade sobre todos os falsos Deuses, revelar o verdadeiro ensinamento do senhor e iniciar o tempo da graça, iniciando uma nova era
    -as maçãs do éden são tecnologia avançada dessa antiga civilização para dominar o ser humano primitivo e foi criada pelos anjos caidos, a partir dela podem ser desenvolvidos artefatos perigosos, existem varias maçãs do éden perdidas ou não
    -todos os milagres descritos na Biblia foram executados com o uso das maçãs do édem
    -existem muitos fragmentos do édem espalhados pelo mundo e a maioria esta em posse da igreja catolica Romana, marçonaria e dos grandes governos que trabalham juntos deis da Torre de Babel
    -os illuminatis são assassinos que possuem esse conhecimento e trabalham a fim de “libertar” a humanidade dessa falsa democracia e iniciar uma nova ordem mundial, mas eles utilizam os mesmos meios para conseguir seus objetivos, violencia, manipulação de massa e etc
    -a raça humana esta sendo dominada sem perceber deis de sempre pelas pessoas que possuem o verdadeiro conhecimento
     
    exemplos de alguns milagres provavelmente feitos a partir das maçâs do édem
    O sudário
    Uso: Possível Função de cura de qualquer Doença, ferimento e Até mesmo ressucitar mortos. Os Templários estavam por Trás da Crucificação de Cristo, fizeram isso somente para roubar o sudário. De Algum jeito os disciplos de Jesus roubaram o e ressucitaram Seu Messias. depois disso o sudário desapareceu. e hoje se encontra sob posse da Igreja catolica

    A Arca da Aliança
    a Arca da aliança guardava dentro alguns dos itens mais poderosos descritos na Biblia … moises separou o mar vermelho com um deles … depois que eles foram guardados na arca ninguem mais poderia toca-los … mas a arca tinha o poder de liberar a furia de
    de Deus a favor de seu seguidores
     
    O Artefato do Experimento Filadélfia
    Descrição: Provavelmente foi perdido em um experimento que falhou, de a Acordo com Relatórios, um Navio da Marinha desapareceu por Alguns Minutos, supostamente Viajando no Tempo, para o Futuro. quando ele reapareceu a maioria de seus homens tinha desaparecido e os restaram tinham de algum jeito se ‘fundido’ com estrutura metálica do Navio. Pesquisas com o artefato foram desativadas e de ele foi levado parágrafo um local de armazenamento seguro. Provavelmente uma área de 51.

    agente não conhece nada sobre fisica quantica e suas possibilidades … imagine um semi deus manipulando essa tecnologia e escravisando a raça humana no passado … só não fazem hoje porque foram almadiçoados por Deus e perderam a sua forma fisica, mas fragmentos de sua tecnologia foram usadas por vairias pessoas na historia da humanidade … acredito que marçons e illuminats são inimigos com um proposito comum … eles sabem da verdade e travam uma guerra nas sombras

    “Os homens se diferenciam ao interpretarem a realidade de uma forma totalmente única e particular para cada indivíduo. Nisso reside a falha do Condicionamento Clássico, pois o condicionamento jamais funcionaria de forma padronizada, pois para alterar o comportamento de um indivíduo seria necessário uma complexa reestruturação da interpretação individual da realidade. O que torna um processo inviável em larga escala.”

    é apenas uma teoria minha, mas o que você acha ? tem algum fundamento ?

    Curtir

    Comentário por Thiago Germano | 25/08/2015 | Responder

    • Em parte vc está certo, mas tem coisas q vc mencionou q eu desconheço.
      ***
      Tem um segredo que ninguém revela que vou revelar aqui:
      Satanás tinha o direito legal de explorar e tomar conta do Planeta Terra e seus habitantes, os humanos;
      mas ele escravizou os humanos, oprimiu as almas dos mortos; não deixava ninguém se aperfeiçoar;
      Lúcifer quis receber glória e adoração para si.
      Por causa da soberba de Lúcifer e de suas maldades com os humanos Deus decidiu tirar o seu poder.
      Foi aí que Jesus (que não é Deus igual ao Pai) decidiu tomar conta da Terra e dos humanos.
      Mas não bastava só se prontificar; o candidato tinha que mostrar que tinha capacidade, tinha que
      fazer por merecer, e receber o poder nos céus e na Terra.
      Jesus disse que só há um ser que é Bom: Deus; nem ele mesmo se considerava como “bom”.
      Mesmo assim ele se candidatou e veio a este mundo com uma missão.
      Jesus veio a este mundo fazer a prova de que Ele era capaz de cuidar dos humanos.
      E a prova era a sua morte em favor da humanidade.
      Deus exigiu como prova algo que demonstrasse o verdadeiro amor;
      E o verdadeiro amor de Jesus pela humanidade foi a sua entrega para morrer numa cruz.
      Jesus ainda relutou no Jardim do Getsêmani antes de se entregar definitivamente para a morte;
      chegou a clamar: “Pai, se possível, passa de mim esse cálice! Mas, se não for possível, faça-se
      a tua vontade”.
      Os judeus não tem culpa da morte de Jesus.
      Jesus aceitou Judas como um dos seus discípulos porque ele seria o agente que o levaria para morte.
      Jesus ensinava o evangelho e era provocativo em suas palavras porque ele queria ser levado
      para a morte. O seu objetivo era ser levado para a morte de forma natural.
      Satanás parece que sabia que Deus estava preparando alguém para substituí-lo no comando da Terra.
      Por isso tentou impedir a vinda de Jesus; tentou impedir a sua morte de todas as formas.
      O rei Herodes foi usado por Satanás para tentar eliminar o menino Jesus; mas José o escondeu no Egito.
      Na tentação no deserto, o Diabo desafiou Jesus, pedindo que o adorasse e em troca lhe daria
      os reinos deste mundo (pois na verdade os reinos lhe pertenciam legalmente).
      Na hora da crucificação o ladrão, usado pelo Diabo, desafiou Jesus a descer da cruz, mas ele não deu atenção.
      Quando Jesus estava sendo julgado por Pilatos, a sua mulher teve um sonho diabólico durante a noite;
      ela rogou a Pilatos que não condenasse Jesus à morte.
      Como o Diabo sabia que Jesus iria cumprir a prova determinada por Deus, e sabia que iria tomar o seu lugar, ele tudo fez para impedir sua morte.
      Jesus, após ressuscitar, exclamou:
      “É me dado todo o poder nos céus e na Terra”.
      Jesus cumpriu a prova, Satanás foi destituído do comando da Terra e o poder foi entregue a Jesus.
      ***
      Ainda vou escrever sobre isso com mais detalhes e referências bíblicas.
      Miquels7

      Curtir

      Comentário por Miquels | 25/08/2015 | Responder

      • as lacunas entre os fatos historicos apresentados pela Igreja estão grandes demais porque é tudo mentira
        os Illuminats querem acabar com o cristianismo porque é tudo mentira
        as lacunas tem de se manter pequenas, as verdades estão misturadas com inverdades
        e agente tem que ter conhecimento para saber separar o que é mentira e o que é verdade
        agente não consegue contemplar um quadro com o nariz coloado nele
        então precisamos nos livrar das religiões para enchergar os fatos sem puchar sardinha pro lado de ninguem

        os marçons de ultimo gral sabem da real historia da humanidade, eles sabem os segredos das antigas civilizações
        eles tem um tipo de artefato ou ritual que permite a ligação entre o mundo espiritual e o fisico
        e por isso tem um relacionamento intimo com o diabo
        o mundo que agente vive esta sendo dominado por eles a séculos
        então uma nova ordem mundial não é uma ideia ruim
        cheguei a conclusão que eles são inimigos dos Illuminats
        mais qual o grande segredo por tras de tanta conspiração ?

        sobre as maçãs do édem que eu citei do game Assassins Creed
        elas movem o mundo dentro de conspirações politicas baseadas em fatos reais
        são artefatos perdidos de tecnologia quântica que foram criados pelos antigos Deuses desse mundo antes do Genesis Bíblico para controlar os humanos
        essa tecnologia perdida pode ser o que fazem essas sociedades secretas manterem um segredo por tanto tempo,
        no jogo os assassinos desempenham suas funções através de política, assassinato estratégico, na esperança de que matando um indivíduo vai levar a salvação de milhares. Eles também acreditam que eles lutam em nome daqueles que não possuem as habilidades, recursos ou conhecimento para falar contra aqueles que abusam de seu poder

        “Culturas, religiões e línguas mantem as pessoas divididas, mas há algo no Credo dos Assassinos que atravessa todas as fronteiras. Um carinho pela vida e liberdade.”

        olha que a mensagem que o game passa … fora isso ele é cheio de simbolismo que só quem entende do assunto presta atenção .. porque para uma pessoa normal o jogo passa batido, como se fosse um game como outro qualquer
        enfim … mensagens subliminares estão em toda parte da mídia sionista, mas o que esse jogo apresenta me parece ser algo relevante e Bíblico

        Curtir

        Comentário por Thiago Germano | 26/08/2015

      • sobre o que você disse sobre o diabo faz todo sentido
        me ajudou a entender definitivamente o que rolou nessa historia mal contada de Jesus morrer na Cruz
        eu nunca tinha pensado da sua forma
        muito bom mesmo

        Curtir

        Comentário por Thiago Germano | 26/08/2015

      • http://www.ocultismodesoculto.com/2011/04/historia-secreta-do-mundo-por-jonathan.html

        leia essa matéria sobre os Illuminatis

        Curtir

        Comentário por Thiago Germano | 26/08/2015

  2. sobre o genesis … eu acreditava que a evolução era o caminho que Deus usou para finalmente chegar a forma como o homem é hoje …
    mais lendo a sua teoria sobre os anjos desertores, adão e eva … faz mais sentido do que a historinha infantil que a Biblia relata

    Curtir

    Comentário por Thiago Germano | 13/05/2015 | Responder

  3. cara eu desisti de debater com as pessoas sobre o meu ponto de vista biblico … finalmente encontrei alguem que pensa mais ou menos da mesma forma que eu sobre a interpretação desse livro que nunca foi a palavra de Deus … ele apenas CONTEM a palavra de Deus

    Curtir

    Comentário por Thiago Germano | 13/05/2015 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: