MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

A PIRA, A PIRÂMIDE DE GIZÉ E A CONTAGEM DOS TEMPOS

*******
A raiz da palavra PIRÂMIDE deriva de “pira”, que quer dizer “fogo”.
Sendo assim, o que tem a ver com fogo aquelas construções megalíticas do Vale de Gizé, no Egito?

Tem tudo a ver.

Pirâmide de Quéops

O significado de PIRA, segundo o Aurélio:

[Do gr. pyrá, pelo lat. pyra.]
S. f.
1. Fogueira onde se queimavam, ou queimam cadáveres.
2. P. ext.  Qualquer fogueira.
3. Fig.  Lugar onde alguma coisa é submetida a prova; crisol.  

Mas, o que me chama atenção é esse terceiro significado de Pira: “Lugar onde alguma coisa é submetida a prova”. Por esse signficado de Pira, podemos deduzir que a Grande Pirâmide de Gizé foi um local construído para submeter algo ou alguém à prova ou castigo até determinado tempo.

Segundo o esoterismo, “Pitágoras e o próprio Platão, durante a sua permanência no Egito, tiveram a oportunidade de conhecer nomes e conceitos. Temos portanto de rejeitar todas aquelas etimologias banais que fariam derivar o nome Pyramis de “bolo”, “trigo”, etc.., dado que estas ciclópicas construções não são celeiros e não têm nada de comestível. É necessário portanto orientarmo-nos aos significados adequados à mentalidade filosófica e cientifica dos pensadores gregos. Pirâmis-Pirâmidis é um vocábulo composto da raiz pyr, “fogo”, “luz do sol”, e midos, “medida”; noutras palavras, “pirâmide” significa “medida da energia” ou “medida de fogo”. Esta etimologia é confirmada pelo caldaico urim-middin, “luzes e medidas”. Na língua copta pirimit ou piremit significa “o décimo de medidas e números”.

http://arqueosofica.org/49-estratti/fasciculos/o-misterio-das-piramides/403-etimologia-de-piramide.html

No meu modesto entendimento, Pirâmide pode signficar uma Pira de abertura quadrada voltada de cabeça para baixo, mantendo algo preso embaixo dela sobre o fogo. Ela está posta sobre um abismo de fogo, e sua posição em relação a algo externo determina a contagem ou medida de tempos.

Pira Olímpica 1Pira Olímpica 2016

Assim como a Pira Olímpica deve ficar acesa durante os jogos, determinando o tempo de duração até o encerramento, do mesmo modo, o fogo sob a Pirâmide deve durar até os tempos determinado por Deus para o julgamento dos anjos caídos e da humanidade.

Os crentes admiraram o acendimento da Pira Olímpica agora nas olimpíadas Rio 2016, mas não sabem que a Pira de fogo é um símbolo pagão de adoração ao deus-Sol. Na cidade de Olímpia, na Grécia, uma Pira especial era acesa em homenagem ao deus-Sol. E era um privilegiado a pessoa que acendia a Pira. E a Grécia é uma das 7 cabeças da Besta que surge das águas, segundo Daniel 7-8 e Apocalipse 13. Os egípcios também adoravam o deus-Sol, Osiris. Os celtas, os gregos e romanos também ofereciam oferendas e sacrifícios ao deus-Sol. Alguns estudiosos dizem que a Pira servia para oferecer sacrifícios humanos ao deus-Sol. E esse símbolo da Pira Olímpica da Rio 2016 escancarou de vez a adoração ao deus-Sol. Vide imagem da Pira acesa em frente ao Sol simbólico. No ocultismo o Sol é símbolo de Lúcifer, o portador da luz, que trouxe conhecimento aos homens.

Mas não é somente o mundo pagão que acende fogo para as divindades. Os hebreus também tinham um altar de sacrifícios onde o Deus Javé ordenara que o fogo se mantesse sempre aceso.

“O fogo sobre o altar se conservará aceso; não se apagará. O sacerdote acenderá lenha nele todos os dias” (Levítico 6:12).

Voltando ao assunto, a Grande Pirâmide de Gizé pode estar demarcando a posição do Thártarus, o abismo de fogo onde estão guardados os anjos líderes que corromperam a humanidade antediluviana. As grandes pirâmides foram feitas para demarcar um local especial e também marcar o tempo. As três pirâmides do Vale de Gizé são as construções mais sólidas do mundo. Não há terremoto que possa destruí-las. Elas foram erguidas para durar eras e eras. A cabeça original da grande Esfinge posicionada estrategicamente em relação à Pirâmide de Quéops no Vale de Gizé era a cabeça de um grande Leão. Um faraó, ao tomar o poder naquela região do grande Egito mandou seus artífices destruir a cabeça da Esfinge (que é um grande Leão) e mandou esculpir a imagem de sua cabeça. Repare que a atual cabeça da Esfinge é desproporcional ao restante do corpo. O alinhamento entre a Constelação de Leão e a Pirâmide de Gizé é a tal demarcação secreta do tempo.

Ultimamente arqueólogos estavam tentando descobrir salas secretas na grande Pirâmide de Gizé usando tecnologia avançada de raio-x e aparelho de detecção de calor. Alguns suspeitam que deve existir uma sala secreta sob a Pirâmide contendo livros proibidos, livros de ocultismo. Mas os arqueólogos se depararam com certo compartimento da Pirâmide onde detectaram forte emissão de calor. Eles não sabem determinar o que causa o aquecimento das paredes subterrâneas da Pirâmide.

Ainda serão descobertos muitos segredos sobre as pirâmides do Vale de Gizé. Os arqueólogos não podem usar explosivos nem serras elétricas para abrir as paredes secretas da Pirâmide. Além do mais, as pirâmides são Patrimônio da Humanidade. Os arqueólogos estão estudando as pirâmides fazendo pequenos furos nas paredes por onde são enfiados cabos com luz e câmera. Um dia eles vão descobrir algo tremendo. Ou então já descobriram, e os chefes da Sociedade Secreta Maçonaria proibiram os arqueólogos de publicar o segredo ao mundo. Todos os governos do mundo estão cheios de maçons.

Segundo o Livro de Enoch 1, os anjos líderes que transgrediram e corromperam a humanidade ficariam presos no Thártarus durante 70 (setenta) gerações, quando se cumpriria o tempo determinado por Deus para o julgamento final da humanidade.

“Aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia” (Judas 1:6).

“Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo” (II Pedro 2:4).

O segredo para se descobrir o tempo do fim é saber quantos anos equivale uma “geração” e quando se iniciou a contagem do tempo.

O período de uma geração é o tempo médio de vida do homem, cerca de 70 ou 72 anos. Ou pode até ser um período de 100 anos.

70 x 70 = 4900 anos
ou
70 x 72 = 5040 anos

Agora, preste atenção.

Em matemática, o número 5040 representa o somatório aproximado da sequência de números de 1 até 100.

Porém, o mais impressionante é o resultado do fatorial do número 7 (sete).

7! = 7x6x5x4x3x2x1 = 5040

Essa descoberta é incrível, porque o número 7 (sete) na Bíblia é um número sagrado, e é um número relacionado às profecias, e sete representa perfeição ou plenitude de algo. Essa propriedade do número 7 pode determinar o cumprimento dos tempos determinado por Deus para o julgamento final da humanidade.

O número 6 é o nº do homem ou da humanidade, e 666 é a união de toda a força humana para lutar contra Deus. 666 também pode significar a plenitude do tempo dado ao homem para reinar na Terra.

A ideia de tomar o número 666 para estabelecer o tempo dado por Deus para o homem reinar sobre a Terra foi tirada dos Algarismos Romanos. Os Algarismos Romanos são 7 (sete) letras ou símbolos: I, V, X, L, C, D e M. Sete é um número que encerra perfeição. Com apenas sete letras ou símbolos é possível escrever qualquer número. Mas com o sistema decimal é mais fácil trabalhar os cálculos.

Os 7 algarismos romanos posicionados representam a linha do tempo. A letra M é o último período de tempo.
Lendo-se os 6 seis primeiros algarismos romanos de trás para frente temos o nº 666 exato: DCLXVI.
Fazendo-se a soma dos 6 primeiros algarismos romanos, também obtemos o nº 666: I + V + X + L + C + D (1+5+10+50+100+500).

Os 6 primeiros algarismos romanos representam o período de tempo dado ao homem para reinar sobre a Terra. Mas esse nº 666 não representa literalmente 666 anos. Cada algarismo pode representar um período de tempo determinado. O Dragão deu o seu poder à Besta, e Besta representa os governos humanos qua atuam desde os primeiros impérios sobre a Terra, a contar da Torre de Babel.

Já a letra M ou sétimo algarismo romano representa o tempo em que Deus irá governar diretamente a Terra através de Jesus. O valor de M é 1000 e pode indicar literalmente um período de 1000 anos. No Apocalipse esse período é chamado de Milênio ou período de mil anos em que Cristo irá reinar com o povo judeu sobre a Terra.

Só lembrando, os anjos caídos foram aprisionados no Thártarus após terem corrompido a humanidade e após a catástrofe do grande Dilúvio. No entanto, a contagem dos tempos de acordo com a Bíblia não está correto. Segundo alguns estudiosos, a construção das Grandes Pirâmides de Gizé datam de 5 mil a 25 mil anos antes de Cristo. Não foram os faraós que construíram as Pirâmides. Quando os faraós tomaram a região do Egito, as Pirâmides já estavam lá. Os faraós mandaram os artífices fazerem inscrições em hieróglifos nas paredes internas de algumas pirâmides para demarcar que aquelas construções eram suas propriedades. Da mesma forma o faraó mandou os artífices destruir a cabeça do Leão (ou da Esfinge) para construir sua face, a fim de demarcar aquelas obras megalíticas como sua propriedade.

Enquanto os humanos festejam e se congratulam com os jogos, a pira fica queimando em honra ao deus-Sol, Lúcifer. E os religiosos não estão nem aí. Caminham juntos.

Esse é o triste caminho da humanidade, que anda cega e sem rumo.

——————————————–
Miquels7 – Agosto/2016

Anúncios

11/08/2016 - Posted by | ARQUEOLOGIA, ESCATOLOGIA BÍBLICA, MISTÉRIOS DA BÍBLIA | , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: