MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

AS CONTRADIÇÕES DA BÍBLIA – PARTE 2

********
Há centenas de contradições na Bíblia já conhecidas. Mas há outras ainda mais graves que passam despercebidas.

A morte de Absalão preso pelos cabelos

Os teólogos fanáticos se contorcem de todas as formas para tentar explicar aquilo que eles chamam de “suposta contradição”, mas nem sempre são convincentes. É o tal fanatismo religioso, de achar que na Bíblia não existem erros ou contradições. É claro que existem.

Vejam esses casos. Duvido que consigam explicar essas graves contradições na Bíblia.

*******
1) Deus diz, através do profeta Jeremias, que não ordenou aos israelitas coisa alguma a respeito de holocaustos e sacrifícios. Mas, no livro de Êxodo está a prova de que Deus instruiu e ordenou a prática de sacrifícios e holocaustos.

a) Deus instrui sacrifícios e holocaustos: Êxodos 8:27; 10:25; 20:24; 29:16-18.

b) Deus não pediu nenhum sacrifício ou holocausto: Jeremias 7:21-23.

“Assim diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Ajuntai os vossos holocaustos aos vossos sacrifícios, e comei a carne. Pois não falei a vossos pais no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios. Mas isto lhes ordenei: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem” (Jer. 7:21-23).

*******
2) O escritor da epístola aos Hebreus afirma que Moisés, DEIXOU o Egito, mas NÃO temeu a fúria do rei, o faraó. Porém, no próprio livro de Êxodo está escrito que ele temeu o rei, e por isso fugiu do Egito.

a) Moisés temeu o rei: Êxodo 2:14-15.

“Respondeu ele: Quem te constituiu a ti príncipe e juiz sobre nós? Pensas tu matar-me, como mataste o egípcio? Temeu, pois, Moisés e disse: Certamente o negócio já foi descoberto. E quando Faraó soube disso, procurou matar a Moisés. Este, porém, fugiu da presença de Faraó, e foi habitar na terra de Midiã; e sentou-se junto a um poço” (Êx. 2:14-15).

b) Moisés não temeu o rei: Hebreus 11:27.

“Pela fé [Moisés] deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como quem vê aquele que é invisível” (Heb. 11:27).

*******
3) Jesus afirmou que NINGUÉM subiu ao céu ou desceu do céu, exceto ele próprio. Mas o autor da carta aos Hebreus diz que Enoque foi transladado para o céu para não ver a morte. Então, por que os teólogos ensinam que Enoque e Elias foram transladados para o céu, se o próprio Jesus disse que ninguém subiu ao céu?

a) Ninguém subiu aos céus: João 3:12-13.

“Se vos falei de coisas terrestres, e não credes, como crereis, se vos falar das celestiais? Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem” (João 3:12-13).

b) Mas alguns já ascenderam aos céus: Enoque (Gênesis 5:24; Hebreus 11:5) e Profeta Elias (II Reis 2:11).

“Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou” (Gên. 5:24).

“Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte; e não foi achado, porque Deus o trasladara; pois antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus” (Heb. 11:5).

“E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho” (II Reis 2:11).

NOTA PARA OS ESTUDANTES DA BÍBLIA

Em João 3:12-13 Jesus deixa bem claro que apenas Ele foi o único ser (humano ou divino) que subiu e desceu dos céus. Por isso, somente Ele tinha a credencial para falar das coisas do Céu, como é o Céu e o que existe no Céu. Sendo assim, como fica a credibilidade do Livro de Enoch, que narra a sua abdução até os céus, na qual faz algumas descrições de lá? Como fica os relatos das visões do Céu e do trono de Deus descritos nos livros de Isaías, Daniel e Ezequiel? E qual a credibilidade do relato do apóstolo Paulo, que disse ter sido arrebatado até o terceiro céu e ouvido coisas que ao homem comum é vedado falar? (II Coríntios 12). Será uma mentira isso que Jesus disse em João 3:12-13?.

*******
4) Como o rei Saul morreu? 

Quatro contradições sobre um mesmo assunto. E depois dizem que a Bíblia é perfeita, e não contém um só erro.

a) Saul cometeu suicídio: I Samuel 31:4-6 e I Crônicas 10:4.

b) Saul foi morto por um amalequita: II Sanuel 1:8-10.

c) Saul foi morto pelos filisteus: II Samuel 21:12.

d) Deus mesmo matou Saul: I Crônicas 10:14.

*******
5) Outra contradição, e no mesmo livro: Os filhos de Absalão.

Absalão teve três filhos e uma filha: II Samuel 14:27.

Absalão morreu e não teve filhos: II Samuel 18:18.

Ergueu até um monumento por motivo de não ter filhos.

*******
6) Mais outra contradição grosseira na Bíblia: Davi só cometeu um pecado.

Como dizem os pregadores nos púlpitos das igrejas: a Bíblia diz, irmãos, que o rei Davi nunca fez coisas erradas diante de Deus, exceto no caso do seu adultério com a mulher de Urias. Vamos ler isso na palavra do Senhor:

“Porque Davi fez o que era reto aos olhos do Senhor, e não se desviou de tudo o que lhe ordenou em todos os dias da sua vida, a não ser no caso de Urias, o heteu” (I Reis 15:5).

Porém, em II Samuel 24:9-17 está registrado que Davi pecou gravemente diante de Deus por numerar o povo. E por causa desse grave pecado ele foi responsável pela morte de 70 mil israelitas. Toda essa gente morreu por causa do pecado de Davi, e morreu de forma terrível, através de uma grande peste que se alastrou no meio do povo. E Davi mesmo confessou que o povo era inocente.

“E, vendo Davi ao anjo que feria o povo, falou ao Senhor, dizendo: Eis que eu pequei, e procedi iniquamente; porém estas ovelhas, que fizeram? Seja, pois, a tua mão contra mim, e contra a casa de meu pai” (II Sam. 24:17).

Parece até brincadeira, mas Deus, ao propor a Davi a escolha de três castigos, ele escolheu o castigo para o seu povo, sendo que ele é que havia pecado. Se Davi amasse o seu povo, teria escolhido passar 3 meses sendo perseguido por seus inimigos. Mas ele preferiu ver o seu povo morrer de peste durante 3 dias. Por capricho ou para não ser desmoralizado diante do seu próprio povo, preferiu que o povo se lascasse. E o que dizer da atitude de Jeová ao propor essas barbaridades por causa de sua sede de vingança contra o povo ou por causa do pecado de Davi?! Sem palavras! Neste e em outros casos Davi saiu ileso porque era o queridinho de Jeová, o homem segundo o seu coração. Por esse motivo, Jeová sempre foi bonzinho com Davi. Ele podia praticar seus delitos, mas quem padecia de verdade era o povo por causa de seus erros.

Porém, o mais grave nessa história é o fato de o próprio Senhor Jeová usar de subterfúgio para fazer Davi pecar ao incitá-lo para numerar o povo, para de alguma forma punir os israelitas. Como pode isso….? Se não foi pecado a atitude de Davi na numeração do povo – visto que foi incitado a fazê-lo por Jeová -, sem dúvida, a sua decisão de escolher a morte de 70 mil de seus irmãos foi pura falta de caráter, pelo simples capricho de não querer se passar por fracassado diante de seus inimigos.

“A ira do Senhor tornou a acender-se contra Israel, e o Senhor incitou a Davi contra eles, dizendo: Vai, numera a Israel e a Judá” (II Samuel 24:1).

Veja:

9 Joabe, pois, deu ao rei o resultado da numeração do povo. E havia em Israel oitocentos mil homens valorosos, que arrancavam da espada; e os homens de Judá eram quinhentos mil.
10 Mas o coração de Davi o acusou depois de haver ele numerado o povo; e disse Davi ao Senhor: Muito pequei no que fiz; porém agora, ó Senhor, rogo-te que perdoes a iniqüidade do teu servo, porque tenho procedido mui nesciamente.
11 Quando, pois, Davi se levantou pela manhã, veio a palavra do Senhor ao profeta Gade, vidente de Davi, dizendo:
12 Vai, e dize a Davi: Assim diz o Senhor: Três coisas te ofereço; escolhe qual delas queres que eu te faça.
13 Veio, pois, Gade a Davi, e fez-lho saber dizendo-lhe: Queres que te venham sete anos de fome na tua terra; ou que por três meses fujas diante de teus inimigos, enquanto estes te perseguirem; ou que por três dias haja peste na tua terra? Delibera agora, e vê que resposta hei de dar àquele que me enviou.
14 Respondeu Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu.
15 Então enviou o Senhor a peste sobre Israel, desde a manhã até o tempo determinado; e morreram do povo, desde Dã até Berseba, setenta mil homens.
16 Ora, quando o anjo estendeu a mão sobre Jerusalém, para a destruir, o Senhor se arrependeu daquele mal; e disse ao anjo que fazia a destruição entre o povo: Basta; retira agora a tua mão. E o anjo do Senhor estava junto à eira de Araúna, o jebuseu.
17 E, vendo Davi ao anjo que feria o povo, falou ao Senhor, dizendo: Eis que eu pequei, e procedi iniquamente; porém estas ovelhas, que fizeram? Seja, pois, a tua mão contra mim, e contra a casa de meu pai.

O rei Davi cometeu muitos pecados, e não apenas um só. Davi teve várias mulheres concubinas – além de suas quatro esposas -, com as quais teve filhos. Davi teve cerca de 30 filhos.

Davi pecou muitas vezes. Chegou até a compor um Salmo para acusar Jeová de tê-lo abandonado e quebrado o pacto que havia feito com ele. Se Deus virou as costas pra Davi, o motivo foi os seus pecados. Será que no Salmo 89 Davi estava mentindo sobre o caráter e fidelidade de Jeová? Leia também o Salmo 51, onde Davi suplica perdão de Deus pelos seus pecados.

35 Uma vez para sempre jurei por minha santidade; não mentirei a Davi.
36 A sua descendência subsistirá para sempre, e o seu trono será como o sol diante de mim;
37 será estabelecido para sempre como a lua, e ficará firme enquanto o céu durar.
38 Mas tu o repudiaste e rejeitaste, tu estás indignado contra o teu ungido.
39 Desprezaste o pacto feito com teu servo; profanaste a sua coroa, arrojando-a por terra.
40 Derribaste todos os seus muros; arruinaste as suas fortificações.
41 Todos os que passam pelo caminho o despojam; tornou-se objeto de opróbrio para os seus vizinhos.

*******
Vou parar por aqui, porque são inúmeras as contradições de fatos e informações na Bíblia.

Só esses casos já são mais do que suficientes para os crentes deixarem de fanatismo religioso e parar com a idolatração da Bíblia.

A Bíblia contém a Palavra de Deus, contém bons ensinamentos, contém a história do ser divino que veio salvar a humanidade; mas também contém muita barbárie e contradições. E a Bíblia, como um todo, não é a Palavra de Deus, e os seus livros não foram escritos para no futuro serem selecionados de forma tendenciosa pela Igreja Católica, e ser o que é hoje: um livro idolatrado pelos teólogos fanáticos.

————————-
Falou e disse Miquels7

 

Anúncios

25/03/2017 - Posted by | CASOS POLEMICOS, ESTUDOS BÍBLICOS | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: