SE OS CRENTES SE DÃO CONTA QUE DEUS NÃO EXISTE, O QUE DEVEM FAZER AGORA?

**********
Prestem atenção nisso que vou dizer.

Se minha crença e meu ensino racional – de acordo com a razão, a lógica, a coerência e a possibilidade da existência de algo – são coisas inúteis, frutos de uma mente perturbada, doentia, heresia da pura, então, tudo  aquilo que os crentes normais acreditam e os teólogos tradicionais ensinam é mil vezes pior e mais inútil ainda. Porque tudo não passa de teorias infundadas, fantasias da mente, frutos de uma atitude irracional, baseada na fé cega.

Sou mais eu, sou mais a racionalidade pura, sou mais a inteligência, e não a teimosia e burrice.

**********
Anjos e humanosAnjos e a Terra
Os anjos não possuem asas. Anjos não são seres alados. É imaginação infantil pensar que anjos possuem asas com penas iguais de aves. Na Bíblia, todos anjos que apareceram aos humanos não possuíam asas.Os anjos alados vistos nas visões de Daniel, Ezequiel e João não eram seres vivos reais. Eram esculturas de anjos com seis asas ao redor do módulo espacial que carrega o trono de um ser poderoso, chefe e líder dos Deuses Santos.

O Deus Todo-Poderoso, onisciente e onipresente, não existe. O Espírito Santo também não existe. E quem existe? Ora, os santos anjos (ou Deuses Santos) e Yesu Cristo, o Enviado em missão especial aqui na Terra. Dos entes da suposta trindade divina, somente Yesu Cristo é um ser real. Cristo é um ser híbrido, pois, sendo de outra natureza, e possuindo outra genética, teve que se humanizar para poder manter contato de perto com os humanos. Por isso se dizia “Filho do Homem”, isto é, filho da humanidade, ou filho da raça humana.

Na Bíblia, os santos anjos são chamados de DEUSES. E no primeiro livro da Bíblia, os anjos também são chamados de DEUSES, os Elohim.

“Deus está na assembléia divina; julga no meio dos deuses. Eu disse: Vós sois deuses, e filhos do Altíssimo, todos vós” (Salmos 82:1,6).

“Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; na presença dos deuses a ti cantarei louvores” (Salmos 138:1). 

Alguns eruditos afirmam que os “deuses”, aos quais o salmista se referia, eram os juízes de Israel. No entanto, se os juízes humanos foram chamados de “deuses”, como deveriam ser tratados os santos anjos? Deuses ainda maiores, e poderosos.

Paulo disse que a Lei foi dada pelos santos anjos. Isso significa que quem falava com Moisés se dizendo “Deus”, na verdade, eram os anjos.

“Logo, para que é a Lei? Foi acrescentada por causa das transgressões, até que viesse o descendente a quem a promessa tinha sido feita; e foi ordenada por meio de anjos, pela mão de um mediador” (Gálatas 3:19).

“Pois se a palavra falada pelos anjos (a Lei) permaneceu firme, e toda transgressão e desobediência recebeu justa retribuição, como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação?” (Hebreus 2:2-3).

Os seres humanos não podem habitar no mundo onde os santos anjos habitam, porque lá a atmosfera é diferente, o ambiente é diferente, a cultura e os costumes são diferentes. Para um humano habitar no mundo dos Deuses Santos é necessário que ele nasça ou encarne na raça de lá, assim como Cristo veio e se encarnou na raça humana aqui na Terra.

A MINHA CRENÇA NOS ANJOS

E por que defendo tal crença racional em anjos, e não no suposto Deus Todo-Poderoso? Porque há milhares de evidências que seres extraterrenos visitaram nosso planeta em épocas passadas  e mantiveram contato com os humanos, e inclusive, auxiliaram na edificação de construções megalíticas, impossíveis de serem construídas sem tecnologia, sem maquinaria, guindastes e cabo de aço, que não existiam na época.

E a maior prova que os anjos (seres extraterrenos) existem é a Bíblia Sagrada. Esses são os únicos seres ditos “espirituais” que realmente existem. Os anjos são seres mais evoluídos que os humanos. Mas são de outra natureza, possuem uma genética diferente.

Porém, a Ciência e a tecnologia humana atual é superior à dos anjos. Os cientistas humanos inventaram e descobriram coisas sobre a matéria e as ondas eletromagnéticas que os anjos não sabem, nunca descobriram. Por isso disse em post anterior que o Apocalipse está sendo revisto, os planos de “Deus” quanto ao futuro da humanidade, da Terra, de Satanás e dos anjos decaídos agora estão sendo refeitos. Não é mais possível os anjos destruírem cidades e humanos apenas jogando tochas ardentes dos céus e causando terremotos e pestes. As armas humanas agora são poderosas. Agora não é fácil para os anjos enfrentarem os humanos rebeldes. Além de armas nucleares (bombas atômicas de urânio, plutônio e hidrogênio) que podem destruir todo o planeta em poucas horas, os humanos possuem armas a laser, armas químicas, armas eletromagnéticas que controlam o clima e afetam a mente das pessoas. Há também caças supersônicos, mísseis ultrarrápidos que carregam ogivas nucleares. Sei que os anjos podem possuir armas eletromagnéticas que podem paralisar as armas humanas controladas por computadores e radares. Mas, a verdade é que os anjos não podem subestimar o poder das armas secreta dos humanos. Os seres humanos agora são capazes de tudo. E tudo começou há 70 anos atrás, quando o homem inventou o primeiro computador e a bomba atômica. Agora, depois do ano 2000, com a invenção da Nonotecnologia, a Ciência humana tem se multiplicado de forma espantosa.

Os anjos nunca pretenderam destruir por completo o planeta Terra com todos os seus habitantes. Antes, eles apenas planejaram destruir o reino dos humanos rebeldes que se aliaram ao Grande Dragão, a antiga Serpente, também chamada de Diabo e Satanás. Os juízos previsto no Apocalipse não visam destruir a Terra por completo, mas destruir o reino da Besta (governos humanos rebeldes) e salvar os escolhidos. Depois que o planeta pegar fogo literalmente e todas as obras e edificações dos homens forem destruídas, então, os anjos irão restaurar este velho planeta para ser a eterna morada dos redimidos. Cristo e o salmista disseram que “os mansos herdarão a Terra”.

Alguém poderia perguntar: “Por que os anjos se preocupam com a Terra e os humanos? Por que não nos deixam em paz?”

A resposta para essas perguntas não é fácil compreender. Na verdade, os santos anjos se preocuparam com a Terra e com a humanidade porque os seres humanos estavam sendo oprimidos e escravizados por Satanás, o querubim decaído. O apóstolo João disse que “Deus” (os Deuses Santos) amou a humanidade de tal maneira, ao ponto de enviar um novo regente para a Terra, a fim de tomar o lugar de Satanás e cuidar da raça humana decaída.

Mas a preocupação dos santos anjos com a humanidade não se restringe apenas à opressão de Satanás e a degradação do homem no pecado. A maior preocupação deles é nos salvar da completa extinção, pois a Terra é bombardeada por meteoros de tempos em tempos, que dizimam a maior parte dos seres vivos. E os humanos correm o risco de serem extintos. Prevendo impactos de meteoros com a Terra, os Deuses Santos bolaram um plano de salvar somente os humanos bons, que se aperfeiçoarem. Portanto, quem pode nos salvar da completa extinção são os Deuses Santos.

**********
O CRENTE QUE DESCOBRE QUE DEUS NÃO EXISTE DEVE SE TORNAR ATEU? NÃO.

Se o crente descobre ou se dá conta que Deus não existe, que foi enganado por muito tempo pelos religiosos, tendo a fé explorada, se engajando por uma ilusão, dando dinheiro para os pastores viverem no luxo e na riqueza, enquanto sempre deu duro na vida, será que agora ele deve se desesperar, pensar em morrer, ou tocar fogo nas igrejas? Não. Não deve se desesperar, não deve fazer nada, exceto refletir. Pois, apesar dos líderes religiosos explorarem os fieis, mas o objetivo da religião e da crença em “Deus” não é prejudicar o ser humano. Antes, a religião e a crença em “Deus” serve para o homem se aperfeiçoar, ser uma pessoa do bem, da paz, que ama o próximo e respeita as leis e as autoridades. A partir de agora a sua crença em “Deus” deve ser racional. Deve, agora, interpretar a Bíblia de forma racional. Deve, de agora em diante, viver o verdadeiro evangelho, fazer por merecer o reino dos céus. Pois, os Deuses Santos só irão salvar seres humanos aperfeiçoados.

Deus é bom. A crença em Deus, mesmo que Ele não exista, é benéfica para os seres humanos pecadores, pois, precisam de aperfeiçoamento, visto que são uma raça decaída. Os pastores mercenários e os religiosos fundamentalistas é que são maus. Eles roubam, exploram e escravizam o ser humano que têm fé em Deus através de lavagem cerebral e doutrinação pesada. Yesu Cristo é o caminho para Deus e os pastores mercenários são o pedágio. Alguém disse que Deus não existe para quem não o procura. Porém, quando o pecador aflito procura Deus, o caminho indicado são as igrejas e os líderes religiosos. E para ter acesso a Deus ele tem que pagar pedágio, ou seja, tem que ser fiel nos dízimos e nas ofertas.

DEVEMOS, ENTÃO, ADORAR OS ANJOS, CONTINUAR ORANDO, JEJUANDO E LOUVANDO?

Não devemos adorar os anjos, mas temê-los e reverenciá-los. Satanás, o querubim ungido, oprimia os humanos e exigia adoração para si. Por isso, foi destituído de seu posto de regente da Terra e senhor dos humanos. Yesu Cristo tomou o seu lugar, depois de cumprir a prova de amor pela humanidade, morrendo numa cruz. Cristo não é Deus. É um anjo poderoso, enviado em missão especial a este mundo.

A crença em Deus, mesmo que Ele não exista, é benéfica para o ser humano decaído e imperfeito. O temor e a confiança em um suposto Deus Todo-Poderoso ajuda o ser humano a superar suas dificuldades e frustrações; a fé em “Deus” ajuda o crente a se curar das enfermidades. O crente pensa que é “Deus” que cura as enfermidades, mas na verdade é ele mesmo que se cura através da fé.

A fé em Deus e a fé nos ídolos tem o mesmo efeito. Assim como os evangélicos agradecem a Deus e a Jesus pelas graças alcançadas, pelas curas e livramentos, os católicos também agradecem aos santos pelas graças que recebem. No México os católicos rezem para a Santa Morte e alcançam milagres. No município de Borba, no Amazonas, milhares de romeiros agradecem a Santo Antônio, o padroeiro da cidade, pelos milagres recebidos. A mesma coisa acontece com os que tem fé na imagem de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora de Nazaré.

Quanto à adoração, oração e louvor a “Deus”, isso pode continuar ocorrendo, contando que não seja com fanatismo. E que seja uma “adoração” racional, apenas com fins de entretenimento, algo para se apegar, para se desviar do mal, para que se sinta melhor, seja feliz, e possa se aperfeiçoar. O temor a “Deus”, a oração, o jejum e o louvor ajudam o ser humano a se tornar um pessoa do bem, que se desvia do mal, que se santifica. Em outras palavras, ajuda o ser humano a se tornar santo, separado das coisas que degradam ainda mais a vida humana; ajuda as pessoas a serem piedosas, caridosas, tolerantes, solidárias com o seu semelhante. Porém, não devemos ser crente fanático, careta, que rejeita e se abstém de coisas boas e prazerosas da vida, como por exemplo, festas e diversões, e um bom vinho tinto alcoólico. Os ímpios que não querem se aperfeiçoar podem continuar na impiedade, na vida de pecado, desprezando a santidade. Para esses não haverá salvação, pois são decaídos, e não querem se aperfeiçoar.

Na verdade, a oração cristã só serve para a própria pessoa. Funciona tipo uma meditação budista ou hinduísta. Oração em favor dos outros, oração para cura, para livramento, quase sempre não funciona porque os anjos não atentam para orações supérfluas, corriqueiras. Mas, como Yesu Cristo ensinou, se o crente muito insistir, os anjos podem encaminhar suas orações aos céus e podem ser atendidos por “Deus”. Os anjos mensageiros e anjos da guarda podem ouvir as orações dos crentes, mas eles não encaminham todas as orações ao conselho dos anciãos nos céus; eles só encaminham os casos mais urgentes e relevantes, ou nos casos em que há muita insistência por parte do crente queixoso. As orações também são filtradas. Não é qualquer oraçãozinha que merece ser encaminhada aos céus, principalmente dos crentes que vivem em pecado oculto. E Deus (conselho dos dos anciãos) não responde imediatamente uma oração. O profeta Daniel orou e jejuou durante 21 dias a favor de seu povo, mas a resposta só veio depois de três semanas.

Na música “Deus é Deus” diz o seguinte:

“Se Deus fizer, Ele é Deus; se não fizer, Ele é Deus; se a porta abrir, Ele é Deus, mas se fechar, continua sendo Deus. Se a doença vier, Ele é Deus; se curado eu for, Ele é Deus; se tudo der certo, Ele é Deus, mas se não der, continua sendo Deus”.

Aí eu completo: “Se Deus fizer ou não fizer, Ele é Deus, e eu continuo sendo um idiota que acredita nessas bobagens de crente fanático”.

Quanto aos pastores mercenários que enriquecem explorando a fé dos fieis, cobrando dízimos e ofertas, o fim deles será a condenação e o lago de fogo.

O verdadeiro pastor, conforme Cristo ensinou em João 10, não visa salário, não visa obter lucros fazendo a obra; não explora as ovelhas e dá a vida por elas. O verdadeiro pastor é uma pessoa que não visa acumular riquezas, mansões, fazendas, aviões, carros de luxo, iates, propriedades ou empresas, pois, essa missão exige abnegação e renúncia, dedicação exclusiva ao rebanho. Ao invés de tirar, ele oferece. Paulo disse que é melhor dar do que receber. Disse mais: são os pais que devem entesourar para os filhos.

————————
Miquels7

Sobre Miquels7

Músico, educador, pensador, blogueiro irado. Quer saber mais? Então leia os meus artigos.
Esse post foi publicado em MENSAGENS ESPECIAIS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s