NA CASA DE MEU PAI HÁ MUITAS MORADAS OU MUITOS LUGARES

********** ********** **********
SEGREDOS INIMAGINÁVEIS NA BÍBLIA QUE SÓ MIQUELS7 REVELA!

O Evangelho de João e o livro de Apocalipse são os que mais provocaram fantasias na mente dos crentes sobre a questão de humanos viverem no Céu. Em toda a Bíblia a palavra “CÉU” designa apenas o ESPAÇO SIDERAL de onde Jesus Cristo e os anjos vieram. Mas na mente dos crentes a palavra CÉU virou sinônimo de paraíso, de cidade toda adornada de pedras preciosas, lugar de riquezas, de mansões, de paz, de vida eterna. Essa fixação dos crentes em ir morar no céu gerou um monte de crendices loucas, pois, nem mesmo a palavra MANSÃO ou MANSÕES existe na Bíblia. A coisa é tão louca que até a cantora evangélica Shirley Carvalhaes se equivocou ao intitular um de seus LPs como “Mansões Celestiais”, pois, na poesia do hino ela não diz “Ele desceu das mansões celestiais”, mas, “Ele desceu das regiões celestiais”.

No entanto, racionalmente falando, o que se concebe por CÉU, nada mais é que o espaço sideral, infinito, que fica além das nuvens, além dos limites do planeta Terra ou do Sistema Solar.

Quando na Bíblia se diz que Cristo virá dos céus com seus anjos, significa tão somente que os tais virão do espaço sideral, e não de um lugar paradisíaco espiritual. Quando o crente diz que vai para o Céu, ele imagina que vai para uma cidade celestial, um lugar paradisíaco espiritual. Mas a Bíblia não ensina nada disso. Pois, quando a Bíblia fala em CÉU ou CÉUS, está se referindo apenas ao espaço sideral, não especificando se tal lugar é localizado, perto ou longe do Sistema Solar. Os crentes nem ao menos imaginam que o céu ou espaço sideral acima de nós seja físico. Eles imaginam que o espaço sideral é o tal mundo espiritual onde Deus habita, para onde pensam que irão voar após a morte ou no dia do arrebatamento. Por isso, eles apontam para cima quando dizem que vão para o céu, ou quando dizem que Jesus virá dos céus buscar os escolhidos.

Quem causou todo esse embaraço sobre humanos crentes habitarem num céu paradisíaco foram alguns ensinos equivocados de Paulo; o que Cristo falou em João 14, sobre as tais moradas na Casa do Pai; e a Nova Jerusalém simbólica descrita no capítulo 21 de Apocalipse.

Se Cristo virá dos céus buscar os seus “escolhidos”, significa que ninguém será salvo por mérito ou por esforço, mas de acordo com a escolha que Ele fizer, quem Ele achar que seja digno de ser salvo.

Mas, se Cristo vem buscar os santos, os justos e aperfeiçoados para habitarem no seu reino, aí tudo bem! Aí está certo o ensino bíblico.

Já demonstrei de todas as formas em textos no meu blog que a expressão REINO DOS CÉUS não significa um reino nos céus, mas um reino que veio ou que vem dos céus para se estabelecer aqui na Terra. Todo legado da nossa salvação vem dos judeus; a Bíblia vem dos judeus; Jesus veio dos judeus; a formação da Igreja Primitiva vem dos judeus; as 7 igrejas ou comunidades de cristãos da Ásia Menor, as quais foram endereçadas as 7 cartas de Jesus no Apocalipse, eram comunidades de judeus. O próprio livro de Apocalipse trata tão somente com a causa dos judeus. Nós, cristãos gentios, não temos primazia no plano de salvação. Os judeus são o tronco da árvore, e nós, apenas os ramos. Tudo no livro de Apocalipse trata com os judeus, e nada com os gentios. A Igreja de Cristo é formada principalmente por judeus. Jesus disse que veio para o povo judeu, veio pela causa dos judeus e disse que haviam outras ovelhas que entrariam no aprisco, ou seja, que muitos gentios iriam se salvar. A Igreja de Cristo é composta pelos salvos desde a fundação do mundo, isto é, desde Adão, Eva, Abel, Sete, Noé, Abraão, etc. Desde Abraão até os dias de Cristo houve mais salvos do povo judeu que dos gentios. Os gentios só entraram no plano de salvação depois da morte de Cristo, conforme declara o apóstolo João. “Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam, mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o direito de serem feitos filhos de Deus”. Foi a partir da morte de Cristo que os crentes gentios passaram a se juntar ao aprisco de Cristo, que antes era formado exclusivamente por judeus. Jesus irá retornar outra vez e virá para o seu povo, Israel. Jesus não virá para nós, gentios. Ele virá e seus pés pisarão a cidade antiga de Jerusalém.

Os antigos crentes judeus, como Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, Samuel, Lázaro, Marta, Maria, Paulo e demais apóstolos tinham esperança na ressurreição, mas não uma “ressurreição espiritual” para depois ir morar no céu, mas uma ressurreição carnal, para viver novamente nesta terra com suas famílias. Essa era a grande promessa de Deus que todos aguardavam. E essa mesma promessa ainda permanece de pé. A ressurreição dos mortos ocorrerá para que todos possam voltar a vida, ser gente novamente, de carne e osso. Os salvos, aperfeiçoados, que morreram durante a história, irão fazer parte de primeira ressurreição, a ressurreição dos justos. Isso inclui judeus e gentios.

Agora, medite na pregação deste rabino cristão. Essa é a verdadeira pregação, o verdadeiro ensino do Evangelho de Cristo. Tem alguns pontos que eu discordo nesta pregação. Mas o real ensino do Evangelho é este. O Evangelho que Cristo mandou pregar foi o Evangelho do Reino, isto é, a mensagem das boas-novas do estabelecimento do reino do Messias. E esse reino será estabelecido aqui mesmo na Terra. Ouça a pregação.

Você não vai morar no Céu – Prof. Matheus Zandona

((https://www.youtube.com/watch?v=sT4h4DNOaPU))

**********
“A QUEM VENCER, EU O FAREI COLUNA NO TEMPLO DO MEU DEUS”

“A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, donde jamais sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, da parte do meu Deus, e também o meu novo nome” (Apocalipse 3:12).

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe” (Apocalipse 2:17).

Estava meditando no significado desses dois versículos bíblicos, supracitados. O que seria essa pedrinha branca com novo nome que cada salvo irá receber? E o que significa a expressão “fazer o salvo coluna no templo de Deus”?

Fiquei pensando se Deus, realmente, irá ressuscitar todos os justos, todos as pessoas que praticaram o bem aqui na Terra durante toda a história. Pois, se Deus for ressuscitar toda essa gente boa que morreu, isto é, a Igreja (o conjunto de todos os salvos), como Ele colocará toda essa gente para habitar em Israel, especificamente em Jerusalém, durante o período do seu reino, que será de mil anos? No final do reino milenar ocorrerá a Guerra do Armagedom, a guerra final de Gog e Magog. E somente depois que Deus irá purificar de vez este velho planeta Terra, para que os redimidos vivam e reinem para sempre sobre as nações (os demais salvos das nações gentias).

Foi aí que analisei de forma nunca imaginada o caso da pedrinha branca com novo nome que cada salvo irá receber, e mais o caso do crente ser feito coluna do templo de Deus. Imaginei que talvez isso seja apenas um memorial. Ou seja, como não haverá espaço em Jerusalém para tantos salvos habitarem juntos, muitos não irão ressuscitar, e as tais pedrinhas brancas conterão apenas os nomes dessas pessoas boas que morreram e serão colocadas nas colunas e nas paredes do novo Templo apenas como memorial. A pedra branca conteria o nome da pessoa e uma inscrição que ficaria como memorial por toda a eternidade, pelo bem que ela fez na Terra. Neste caso, as “muitas moradas ou muitos lugares na Casa de meu Pai”, conforme Cristo falou, seriam os espaços nas colunas e paredes do templo para colocar as tais pedrinhas brancas com nomes de muitos que praticaram o bem aqui na Terra.

No entanto, há quem diga que essa “pedrinha” será uma pedrinha mesmo, feita de um material especial, que o crente usará como amuleto, pendurado no pescoço. E o fato de “ser coluna no templo de Deus”, significa fazer parte do corpo da Igreja, pois, no reino eterno do Messias não haverá templo, e o corpo dos salvos é que formará o Templo onde Deus irá habitar. Deus habitará junto com os humanos aperfeiçoados, na pessoa de Jesus Cristo.

————————-
Miquels7

Sobre Miquels7

Músico, educador, pensador, blogueiro irado. Quer saber mais? Então leia os meus artigos.
Esse post foi publicado em MENSAGENS ESPECIAIS. Bookmark o link permanente.

2 respostas para NA CASA DE MEU PAI HÁ MUITAS MORADAS OU MUITOS LUGARES

  1. Elias Norte Soares disse:

    Em Apocalipse diz as medidas da cidade .podem caber bilhões de pessoas .

    Curtir

  2. Lafaiete Silva Francisco disse:

    muito bom, sempre acompanho e leio suas postagens

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s