CHUTANDO O PAU DA BARRACA DAS RELIGIÕES

Mensagens Para a Geração dos Últimos Dias

ASSIM COMO OS GAYS ATUALMENTE, HÁ 30 ANOS ATRÁS OS EVANGÉLICOS NÃO REPRESENTAVAM NADA NO BRASIL

**********
Primeiramente, quero explicar o que é Esquerda ou Esquerdismo. Lembrando que DIREITA é o caminho normal dos governos do mundo, onde se tem estabelecido os padrões de convivência das sociedades, aquilo que é considerado “normal” e correto.

Nas sociedades com padrões ditos “normais”, quando um grupo diferente surge e se insurge, ele logo é eliminado ou suprimido. Foi sempre assim nas sociedades antigas e medievais, e até 30 anos atrás isso ainda perdurava aqui no Brasil.

01 As minorias devem se curvar para as maiorias - Jair Bolsonaro02 Bolsonaro nazista03 Deus acima de tudo - Jair Bolsonaro04 O erro da ditadura foi torturar e não matar - Jair Bolsonaro05 Minha proposta é defender os direitos da maioria - Jair Bolsonaro06 Nós somos um país cristão

Muitos estudiosos de comportamento das diferentes sociedades pelo mundo afirmam que “as minorias se adequam ou simplesmente desaparecem”. Já os religiosos radicais e nazifascistas afirmam que “as minorias têm que se curvar à maioria”. Mas, isso é papo furado. Quem prega e dissemina essa linha de pensamento racista e discriminatório é o candidato Jair Bolsonaro e seus seguidores.

Com o passar do tempo e com insistência, as minorias tendem a crescer. No início do século XX os evangélicos aqui no Brasil eram minoria, e os católicos tentaram reprimi-los de várias formas. Mas, com o passar dos anos, e com a insistência, foram crescendo, e hoje já formam grande fatia da população brasileira. Até final da década de 1970 os evangélicos eram muito reprimidos no Brasil pelos católicos. Os filhos dos crentes sofriam muito bullying nas escolas. Infelizmente os negros e os homossexuais ainda são muitos discriminados e maltratados, e sofrem bastante bullying por parte dos próprios cristãos evangélicos.

Os grupos diferentes ou as chamadas “minorias” se opõem aos padrões estabelecidos pelos governos conservadores (de Direita), por isso são considerados esquerdistas. O esquerdismo surgiu para enfrentar as sociedades consideradas “normais” ou conservadoras, com padrões arcaicos ou medievais, ou com padrões morais baseados em fundamentalismo religioso. Por exemplo, nos países árabes é mais difícil haver esquerdismo, porque o sistema dominante é religioso e os padrões sociais e morais são impostos, de tal forma que aqueles que infringirem são condenados à morte. No século XV o monge católico, Martinho Lutero, liderou uma revolta contra os ensinos heréticos da Igreja Católica. E isso foi uma espécie de esquerdismo. Da mesma forma, cientistas renomados e filósofos se insurgiram contra os padrões sociais e científicos estabelecidos pela Igreja Católica, e muitos foram perseguidos e mortos. Isso também foi uma espécie de esquerdismo. No início do século XX surgiu a revolução dos proletariados contra o abuso, opressão e exploração dos patrões nas grandes fabricas dos Estados Unidos e da Inglaterra. E isso também foi um tipo de esquerdismo. Da mesma forma as mulheres se insurgiram contra o machismo e a opressão e exploração no trabalho. Também isso foi esquerdismo. Na década de 1990 para cá os homossexuais também se organizaram, criam grupos de luta pelos seus direitos e espaço na sociedade. Isso também é esquerdismo. O próprio Senhor Yesu Cristo se posicionou contra alguns padrões morais e sociais estabelecidos pela tradição dos anciãos de Israel. Cristo se opondo a esses padrões foi considerado um esquerdista, pois, segundo os líderes judaicos, ele estava indo contra os padrões morais, sociais e de justiça estabelecidos na Lei. Yesu impediu o apedrejamento de uma mulher pega em adultério. Isso nos diz que ele se opôs ao sistema de justiça perverso e arcaico. Se Yesu tivesse presenciado a tentativa de apedrejamento de um homossexual, com certeza ele teria impedido o assassinato. Cristo disse que o crente não deve seguir no curso deste mundo, deve se inconformar com este mundo, disse que o crente deve seguir pelo caminho estreito ou ir na contramão do mundo, pela esquerda. Concluindo: Esquerda ou Esquerdismo é o movimento de luta contra alguns padrões considerados “normais”, mas discriminatórios, adotados pelo sistema dominante, e a luta contra os padrões sociais e religiosos ARCAICOS ou MEDIEVAIS estabelecidos. E os piores padrões estabelecidos nas sociedades são os oriundos de fundamentalismo religioso. Aqui no Brasil e no mundo os homossexuais, os negros, os índios, os praticantes de cultos afros e religiões orientais estão sempre lutando contra os padrões sociais e religiosos estabelecidos. E isso é direito deles. Todos têm direito de lutar por uma causa que seja justa para si ou para o grupo a que pertença. Se o nosso país não fosse democrático, os evangélicos estariam lutando por seus direitos, igualmente como os homossexuais lutam pelos seus. E mesmo que os evangélicos tentem alegar que devemos seguir e adotar os padrões morais ensinados na Bíblia, para se adotar os padrões morais não precisa de Bíblia. As sociedades de países ateístas, comunistas e hinduístas possuem os mesmos padrões morais idênticos aos das sociedades judaico-cristãs. No entanto, existem padrões sociais na Bíblia típicos da sociedade judaica que os cristãos não adotaram. Mas outros padrões rígidos de moralidade da antiga sociedade israelita eles querem adotar. Também dentro do Esquerdismo existe uma ala denominada “progressista”. Os progressistas defendem que os padrões morais, sociais e de justiça devem se adaptar de acordo com a evolução ou desenvolvimento das sociedades. Se as mulheres dependessem dos padrões morais e sociais ensinados na Bíblia, até hoje elas não teriam vez e espaço nas sociedades que adotam o cristianismo. Por conta de padrões morais e sociais bíblicos incutidos por algumas seitas cristãs, as mulheres ainda são muito discriminadas, e o machismo ainda é forte. Pior é nas sociedades islâmicas, onde as mulheres não tem voz e nem vez.

Na década de 1940 a população brasileira era formada de 95% de católicos e apenas 2,6% de evangélicos; em 1970 os católicos formavam 91% da população, enquanto os evangélicos apenas 5%. No ano 2000 os católicos ainda formavam a grande maioria da população cristã, com 74%, contra 15% de evangélicos.

Na década de 1980 quase não havia deputados e senadores evangélicos. Mas foi só começar a década de 1990 que começou essa invasão de evangélicos na política, e passaram a criar currais eleitorais, como por exemplo aqui em Manaus e em Belém, com a família Câmara, que comandam a Igreja Assembleia de Deus em todo o Brasil.

Ou seja, os evangélicos eram uma fatia da população, chamada de “minoria”. Mas eles entraram na política e passaram a eleger os seus representantes e acharam isso certo e bonito.

No entanto, os ateus, os gays, os praticantes de cultos afro e praticantes de religiões orientais e islâmicas também são classificados como minorias da população e tentam se afirmar, se ramificar e eleger seus representantes para o parlamento brasileiro, mas os evangélicos não querem deixar. Os evangélicos não eram nada, e agora querem impor o fundamentalismo religioso, e estão a todo custo tentando impedir que outros grupos de religiosos, movimentos dos homossexuais e praticantes de outras religiões e cultos se estabeleçam no Brasil. É muita prepotência desses evangélicos!

O Brasil é um país acolhedor, tem uma população miscigenada, com variedades de cultos, crenças, e costumes trazido de outros povos. Além de tudo, o nosso país é democrático, e de acordo com a Constituição Federal, o Estado é laico, permitindo a liberdade individual e livre prática de culto, respeitando-se o direito dos outros.

Mas, mesmo sabendo disso, os líderes evangélicos querem impor o fundamentalismo religioso no país, como se eles fossem os nativos daqui do Brasil, ou formassem a maioria da população.

Vão quebrar a cara, porque todos tem espaço nesse país. Os evangélicos querem ter direito de ficar importunando a vida dos outros com som alto, pregando maluquices nas esquinas das ruas, nos ônibus e nos terminais de passageiros com som alto, mas não querem que os outros grupos minoritários tenham o direito de fazer o mesmo.

Se os católicos e evangélicos acham certo colocar a Bíblia e crucifixos nas repartições públicas, da mesma forma os praticantes de outros cultos têm o direito de ver os símbolos de suas crenças nessas repartições.

Já disse e volto a repetir: DEMOCRACIA é coisa da Grande Babilônia. Na democracia há espaço para todos, espaço para total liberdade, espaço para todas as religiões, crenças e cultos. Ninguém deve impor nada sobre os demais na democracia. Se a igreja evangélica conquistou o seu espaço, mas ela não deve impedir os outros de conquistarem o seu espaço. Cada qual deve ocupar o seu quadrado, sem prejudicar o direito dos outros. Os crentes estão no mundo (Grande Babilônia), mas não devem participar das coisas do mundo, e nem impor seu fundamentalismo sobre as sociedades do mundo.

Se os evangélicos querem respeito, se querem ter espaço para praticar os seus cultos, então devem respeitar o espaço e direito dos outros.

Sobre a questão da família tradicional que os evangélicos alegam que o movimento dos homossexuais a está destruindo, isso é resultado do curso natural da evolução das sociedades humanas. Nenhum governante atual pode continuar implantando modelos sociais e morais da Idade Média, ainda por cima, baseados em fundamentalismo religioso. Se o modelo familiar está mudando, mas isso só está ocorrendo em países democráticos. Até a Índia, país de cultura milenar, que mandava surrar e castigar os gays, e considerava crime o adultério, agora este ano os juízes de lá resolveram acabar com essas leis arcaicas, da Idade Média, que afligia o direito e a liberdade dos diferentes. Então, percebe-se que as mudanças nas leis e costumes de um povo ocorre gradativamente , conforme a humanidade vai evoluindo. E ninguém pode impedir nada. Na Arábia Saudita a evolução cultural também está chegando. As mulheres que antes eram proibidas de dirigir automóveis, agora já podem exercer esse direito. E até a Inglaterra, o país Europeu de tradições cristãs mais conservadoras, agora está se rendendo ao progressismo e à evolução natural das sociedades. Ultimamente um casal de homossexuais da família real britânica se casou oficialmente, e nem a rainha Elizabeth se opôs. O mundo está em constante mudanças. E os evangélicos não podem mudar isso. O máximo que podem fazer é impedir que o direito à privacidade e o pudor sejam violados. Se eu não quero que meu filho, criado sob os padrões morais normais, presencie dois homens se beijando e se acariciando em praça pública, isso é um direito que me assiste. Mas se eu não conseguir evitar tais constrangimentos, a única alternativa é me isolar da sociedade babilônica, ocupando o meu quadrado longe das abominações das sociedades humanas.

SOBRE O PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) E OS GAYS

Quando o PT foi fundando no início da década de 1980 os seus fundadores não estavam pensando na causa dos gays, nem em grupo LGBT ou ideologia de gênero. A finalidade da criação do PT era lutar e favorecer a classe dos trabalhadores contra a exploração dos patrões e do capitalismo. Não visava lutar pela causa dos gays ou das feministas.

Assim como os evangélicos eram minoria na década de 1980, mas em 1990 criaram partidos políticos e entraram para a política, os gays também deviam ter criado partido político próprio. Mas eles não fizeram isso.

Para defender as suas causas e direitos, os homossexuais se aproximaram dos partidos de Esquerda, pois nesses partidos eles encontram apoio. Os gays não podiam se aproximar dos partidos políticos de Direita. O Partido dos Trabalhadores deu apoio à causa dos gays, mas não como uma pauta ou cláusula reivindicatória do Estatuto do Partido. O PT, assim como os demais partidos de Esquerda, apoiou a causa dos homossexuais simplesmente por causa dos direitos humanos, e também porque vivemos numa democracia onde todos devem ter espaço.

Outro detalhe. No Brasil têm milhares de evangélicos gays. Como esses gays foram muito hostilizados e discriminados pelos pastores fundamentalistas, eles resolveram fundar a sua própria denominação religiosa. Pronto! Aí estão ocupando o seu espaço. E ninguém pode fazer nada contra isso, exceto respeitar.

Os evangélicos têm que acabar com essa idiotice de querer impor o fundamentalismo religioso num país onde eles nem ao menos são maioria. Porque isso nunca dará certo. Pois a tendência da sociedade brasileira é evoluir, e não regredir.

Se os evangélicos querem respeito, eles têm que respeitar o direito dos outros. Se assim suceder, os gays ou qualquer outro grupo irão respeitar o espaço dos evangélicos, irão respeitar a família tradicional.

A formação da família tradicional não é legado da tradição judaico-cristã. As sociedades dos povos orientais (indianos, japoneses e chineses) existem há milênios, e lá sempre prevaleceu o modelo de família tradicional (pai, mãe, filhos, avós, netos, tios, sobrinhos, genro, nora), mesmo esses povos não praticando a religião cristã ou judaísmo. A família tradicional sempre foi a célula-mater de todas as sociedades no mundo, em todas as épocas. Antes mesmo da Bíblia ser escrita já existia a família tradicional na sociedade dos sumérios, na Mesopotâmia.

E tenho dito.

Miquels7 – 30/09/2018

30/09/2018 Posted by | CONSERVADORISMO, ESQUERDISMO, MENSAGENS ESPECIAIS, O CRENTE E A POLÍTICA | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

PROGRESSISTA E CONSERVADOR OU FUNDAMENTALISTA

Será que é pecado para um cristão ser progressista?

Progressista ou Conservador? Eis o dilema dos fundamentalistas.

****
“Progressista” é o contrário de “Conservador” ou Fundamentalista.

Progressista e Conservador - G. K. Chesterton

Tem pastores que criticam os partidos de esquerda, como PT, PSOL, PSTU, PSB, PCdoB, por serem progressistas. Ora, esses mesmos pastores são progressistas e não percebem.

As pessoas que adquirem coisas melhores, mais atuais e modernas são progressistas.

Veja o que diz o Aurélio sobre o verbete “progressista”:

Adj. 2 g.

  1. Respeitante ao progresso.

  1. Favorável ao progresso.

  2. Que é adepto ou partidário do progresso político, social ou econômico.

  3. Bras. Diz-se de quem, não pertencendo a um partido socialista ou comunista, aceita e/ou apoia, no entanto, os princípios socialistas ou marxistas.

Quem tem uma moto ou carro velho e não quer comprar um novo é conservador; quem adquire um melhor é progressista.

Se você tem um computador com Windows XP e o atualiza com uma nova versão do sistema, você está agindo progressivamente; você está se atualizando. E se atualizar é ser progressista.

Tem ensinamentos bíblicos que pastores não mais ensinam atualmente porque dizem que são ensinamentos arcaicos, antiquados. Ora, o que significa tomar tal atitude? Significa que eles são progressistas, mas ignoram, e preferem dar outro nome para tal atitude.

A Bíblia ensina que se deve apedrejar, até à morte, um homossexual e uma adúltera. Jesus veio ensinar atitudes progressistas aos judeus de sua época, quando impediu o apedrejamento de uma adúltera. A mesma atitude progressista está no ensino de Jesus quando diz que o cristão não deve revidar quando alguém lhe ofende, antes disse que devíamos oferecer a outra face a quem nos espanca. Isso não quer dizer covardia; quer dizer mudança de atitude, aprendizado para que se mantenha a paz até com os inimigos.

A antiga Lei de Moisés ensinava muitas coisas arcaicas e antiquadas e Jesus tentou corrigir várias delas. Na Lei dizia: “Olho por olho, dente por dente; amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo; retribua o mal com o mal”. Jesus veio ensinar o contrário: “Pague o mal com o bem; amarás o teu próximo e orarás pelo teu inimigo; se baterem na tua face direita, ofereça-lhe a esquerda”.

O apóstolo Paulo era extremamente machista e colocava as mulheres para o escanteio na parte do ensino nas igrejas. Atualmente os pastores progressistas já até extrapolaram a tolerância com relação às funções que a mulher deve desempenhar na igreja e já é normal se consagrar mulheres como pastoras e bispas. Devemos ser progressistas, mas não devemos abusar e extrapolar o ensino bíblico. Tem coisas absurdas que Paulo ensinou, mas tem ensinamentos que não devemos extrapolar, pois se o fizermos estamos sendo hereges e descumpridores da Palavra de Deus.

“A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão” (I Tim. 2:11-14).

A Bíblia também ensina que os pais devem corrigir os filhos rebeldes com chicotadas, para que se tornem pessoas do bem. Mas os pastores progressistas atuais ignoram tal ensinamento e dizem que é covardia castigar as crianças com chicotadas. Outros dizem que bater não ensina nada, antes, deixa as crianças revoltadas.

“Não retires da criança a disciplina; porque, fustigando-a tu com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do Inferno” (Prov. 23:13-14).

Fustigar é bater com chicotadas; e “vara” quer dizer “galho de cuia”, cinturão ou palmatória.

Uma coisa deve ficar clara: Se os crentes dizem que toda a Bíblia é a Palavra de Deus e tudo o que nela está escrito serve para nosso ensinamento, então, por que pastores ignoram certos ensinamentos, taxando-os de arcaicos e antiquados?

Ora, ora, ora! Queiram ou não queiram, esses pastores que criticam os partidos de esquerda por proporem ideias progressistas, são uns fariseus e hipócritas.

Concluindo:

Melhor é errar tentando fazer o melhor que deixar como está, com medo de errar.

Quando você ouvir alguém criticar a presidente Dilma por estar assinando leis progressistas, não se admire. Pois, ninguém pode impedir o progresso da humanidade. A tendência é cair as ideias conservadoras fundamentalistas arcaicas. Contudo, temos que ter juízo, para não adotarmos leis absurdas e antinaturais.

Sabe por que a humanidade viveu atrasada durante tanto tempo? Foi por causa dos religiosos conservadores e fundamentalistas, de mente tapada, que impediam o progresso.

Se fosse pela vontade dos religiosos, jamais Santos Dumont teria inventado o avião, pois a Bíblia diz que “se subirem aos céus, de lá os derrubarei”.

“Ainda que cavem até o Inferno, dali os tirará a minha mão; ainda que subam ao céu, dali os farei descer. Ainda que se escondam no cume do Carmelo, buscá-los-ei, e dali os tirarei; e, ainda que se ocultem aos meus olhos no fundo do mar, ali darei ordem à serpente, e ela os morderá” (Amós 9:2-3).

Contudo, é preciso prudência. Não podemos extrapolar os limites firmados por Deus. O homem, na busca desenfreada pelo controle do mundo, da natureza e dos cosmos está colocando em risco toda a criação. Uma dessas coisas terríveis que o homem inventou foi o Colisor de Partículas, para tentar descobrir como o Universo começou. A clonagem humana é outra aberração humana que o homem de forma insensata tem usado para tentar criar um ser humano melhor do que esse criado por Deus. E o pior de tudo são as bombas atômicas de plutônio e de hidrogênio. Essas invenções humanas são para destruir por completo a própria raça humana. Por isso, no princípio do mundo Deus proibiu Adão e Eva de adquirirem o conhecimento.

06/01/2016 Posted by | CASOS POLEMICOS, CONSERVADORISMO, DIVERSOS ASSUNTOS, OPINIÃO, REFLEXÃO | , , | 1 Comentário

CASAMENTO GAY, ABORTO E LIBERAÇÃO DA MACONHA NÃO SÃO COISAS DE COMUNISTAS – SÃO COISAS DA DEMOCRACIA

*******
Os evangélicos são tão ignorantes e analfabetos políticos a ponto de achar que casamento gay, aborto e lei da maconha são coisas de comunistas.

Nos países comunistas e árabes/islâmicos (Cuba, China, Rússia, Irã, Arábia Saudita, Afeganistão, Coréia do Norte, Indonésia, etc) não existe casamento gay, nem aborto e nem liberação de maconha. Lá essas coisas são proibidas, inclusive a venda livre de bebida alcoólica.

No verdadeiro COMUNISMO e no ISLAMISMO não existem essas coisas.

Nos países asiáticos, de regime socialista, totalitário ou militar, e predominância muçulmana/budista (como Indonésia, Tailândia, Myanmar, Vietnã), casamento gay, aborto e venda/consumo de maconha são proibidos. Aí vem o crente burro dizer que tais coisas são de comunistas! (CORRIGIDO AQUI)

Liberação da maconha, aborto e casamento gay, adoção de crianças por casais gays são coisas da DEMOCRACIA. Todos os países democráticos adotam ou ainda irão adotar as leis a favor dos gays, dos abortistas e dos maconheiros.

Veja, no link abaixo, a lista dos 22 países que já legalizaram o casamento gay. Na lista, não aparece nenhum país comunista/socialista ou islâmico. Todos os que já aprovaram o casamento gay são países democráticos. O Uruguai – embora muitos pensam que tenha um governo bolivariano – é um país democrático. O regime do governo uruguaio não tem nada a ver com Bolivarianismo. E mesmo nos governos bolivarianos da Venezuela, Equador, Colômbia e Bolívia, casamento gay e aborto nunca foram aprovados. (CORRIGIDO AQUI)

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/06/veja-lista-de-paises-que-ja-legalizaram-o-casamento-gay.html

Todos os países DEMOCRÁTICOS estão incluídos na GRANDE BABILÔNIA DE APOCALIPSE 17. Na Babilônia tudo é permitido; nela há todo tipo de pecado e rebeldia.

O problema do governo petista/PT é que eles deixaram de lado a ideologia comunista radical e tentaram fazer um SOCIALISMO DEMOCRÁTICO.

Para os adeptos da Grande Babilônia, o Socialismo Democrático é bom, pois atende aos seus interesses, aos seus anseios por liberação de tudo. Já para os conservadores isso não é bom, pois muitas coisas que são aprovadas vão contra os mandamentos de Deus.

O partido PSDB tem as mesmas ideologias do PT. O Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB também idealiza o Socialismo Democrático. Isso está evidente no próprio nome: “social democracia”.

Você que é alienado, procure saber a verdade e veja que o projeto de Lei da Maconha é de autoria do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB. Se fosse o Lula, já o teriam apedrejado! O partido PV também é a favor da maconha; mas a Lei do Aborto é de autoria do deputado do PSOL, Jean Wyllys.

http://odia.ig.com.br/noticia/brasil/2015-03-24/projeto-de-lei-que-legaliza-aborto-e-protocolado-na-camara.html

O governo brasileiro é subordinado à ONU e tem que respeitar os direitos humanos. Queira ou não, a presidente Dilma tem que atender as reivindicações dos homossexuais, porque o nosso país é de regime democrático e é na democracia que surgem todas essas aberrações que os evangélicos conservadores não querem ver aprovadas. Mas não tem jeito. Só haveria jeito de não serem aprovadas essas coisas se o país se tonasse Comunista de verdade, ou se tornasse uma ditadura militar; ou se a religião predominante aqui fosse o Islamismo.

Ou o governo é radical: Militar ou Comunista; ou é babilônico: com total democracia e capitalismo/consumismo/luxúria/mundanismo. Juntar Socialismo/Comunismo com Democracia é ruim para os conservadores, mas é bom para os babilônicos.

O Conservadorismo na democracia é utopia. A democracia será sempre progressista. Na democracia o homem sempre irá atropelar as leis naturais e as de Deus.

Embora alguns pensadores comunistas tenham defendido um modelo não tradicional da família, mas isso não passou de teoria progressista. Essas coisas nunca foram colocadas em prática. A FAMÍLIA TRADICIONAL é a célula-mater de toda sociedade, e não podia ser diferente nos países comunistas. Na Coréia do Norte, na China, no Irã, na Rússia, em Cuba, no Afeganistão, na Arábia Saudita, etc, o que prevalece é o modelo de FAMÍLIA TRADICIONAL.

Quem adotou o que os teóricos comunistas idealizaram foram os democratas. Foram os democratas que colocaram em prática a desestruturação do modelo de família tradicional.

Nos países onde prevalece a DEMOCRACIA o modelo e o conceito de família tradicional está sendo modificado. Um casal de homem com homem e de mulher com mulher está sendo conceituado como FAMÍLIA.

Então, quem está desestruturando o casamento e o modelo de família tradicional não são os comunistas. São os democratas ou babilônicos.

O ATEÍSMO

Os ateus e céticos não despertam a ira de Deus. São os ímpios que despertam a ira de Deus. E geralmente os ímpios são praticantes de algum culto religioso ou misticismo.

Continue lendo

17/08/2015 Posted by | CONSERVADORISMO, CRISTIANISMO EM CRISE, POLITICA | , , , , , | 2 Comentários