MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

A ÚNICA COISA QUE NUNCA FOI CRIADA E EXISTE ETERNAMENTE É O UNIVERSO

************
O Universo não foi criado por Deus, e ele sempre existiu com toda sua massa e energia. O que vem sempre ocorrendo no Universo são revoluções causadas pela entropia, quando um sistema planetário se contrai devido ao resfriamento, isto é, quando ocorre a morte de sua estrela central. Aí ocorre uma nova explosão, fazendo com que os fragmentos dos corpos celestes se espalhem para mais longe. Depois de milhões de anos as nuvens de poeira formam novos corpos celestes e estes são atraídos e passam a orbitar uma estrela maior.

Os elementos químicos foram forjados e formados no interior das estrelas. Pedaços de estrelas também são expulsos e se resfriam, formando planetas ou corpos celestes.

Tenho uma teoria que já publiquei no meu blog, e acho que não foi idealizada por nenhum cientista. Mas ainda vou publicar outro texto sobre essa teoria com mais detalhes.

A minha teoria é assim: Toda a matéria do Universo bem como os sistemas planetários são organizados e controlados pelo Sistema Setenário, isto é, organizados por uma lei regida pelo número sete (7). Por essa razão, desde 2008 uso o pseudônimo de MIQUELS7, meu nome abreviado e o número 7. Cada átomo de elemento químico só pode ter até sete camadas de energia ao redor do núcleo. Em cada camada cabe um número definido de elétrons (K=2, L=8, M=18, N=32, O=32, P=18, Q=8), totalizando no máximo 118 elétrons. As camadas eletrônicas de um átomo são ocupadas de dentro para fora, com os elétrons preenchendo as camadas de menor energia perto do núcleo e depois as camadas mais distantes de maior energia. Ou seja, vários elétrons ou partículas de energia negativas podem se posicionar numa mesma camada na eletrosfera ou podem mudar de camada. Ou seja, uma camada na eletrosfera pode conter um ou vários elétrons. Porém, só pode haver sete camadas de elétrons na eletrosfera. E essa mesma lei funciona para os sistemas planetários. Ao redor de uma estrela só pode haver sete camadas de planetas. E o Universo como um todo obedece esta mesma lei. No entanto, os planetas não ficam mudando de órbita facilmente como acontece com os elétrons nos átomos, porque as distâncias entre as camadas são imensas. Os cientistas dizem que o Universo continua em expansão. Sim, pode ainda estar em expansão. Mas essa expansão só irá até atingir o sétimo estágio. Na Bíblia essa última expansão é chamada de sétimo céu.

No Universo as galáxias também fazem os movimentos de rotação e de translação. Se as galáxias fazem o movimento de translação, então deve haver um núcleo, isto é, um centro. E o que é o centro do Universo? O que existe no centro do Universo? Bem,… Parece-me que o Universo não possui um centro. O que podemos dizer é que no centro de cada galáxia existe um imenso buraco negro ou vácuo. Assim como o Sol (de carga positiva) atrai para si os planetas que ficam orbitando ao seu redor, da mesma forma o buraco negro atrai a galáxia com todos os seus corpos celestes, e estes ficam orbitando ao seu redor. Os cientistas dizem que existem infinitos buracos negros no Universo. E o que é um buraco negro? Acredito que o buraco negro seja o vácuo sem a presença de nenhuma matéria ou energia. Os cientistas dizem que o núcleo de um átomo é formado de prótons e nêutrons. Será que o buraco negro é formado apenas de nêutrons? O Universo é como uma bola de borracha que se expande ou se contrai. E o buraco negro é uma brecha, uma janela aberta no Universo. Fora do contorno do Universo não existe nada. O que existe é a antimatéria, um vácuo sem presença de luz, sem calor ou energia e sem matéria. O Universo pode se expandir sobre o vácuo infinito. Por isso os cientistas dizem que o buraco negro atrai todos os corpos e inclusive a luz. E nada escapa de seu interior. Na verdade, no buraco negro ou vácuo a luz e a matéria perdem energia e se desintegram, deixam de existir. É tipo um avião voando nas alturas sobre alta pressão atmosférica. Quando se abre uma brecha ou a porta de um avião voando em alta altitude, tudo que está dentro é sugado para fora e pode se desintegrar.

Se um imenso buraco negro não é o centro das galáxias, então deve existir outra coisa imensa formando o núcleo, de tal forma que as galáxias possam orbitar ao seu redor.

Os átomos dos elementos químicos se ligam formando moléculas, e o aglomerado de moléculas forma a matéria sólida, líquida ou gasosa. E para se quebrar a molécula de um elemento químico não é fácil. Por isso, a matéria não se desintegra facilmente, porque as moléculas são coladas e quase indivisíveis. Mas os cientistas conseguiram desintegrar o próprio átomo através da fissão nuclear. A desintegração dos átomos de elementos químicos pesados, como o urânio e o plutônio, é tão poderosa que causa uma terrível reação em cadeia, provocando uma energia descomunal. A esse fenômeno deram o nome de bomba atômica ou bomba nuclear. Vejam até que ponto chegou a raça humana decaída!

A lei de formação dos átomos dos elementos químicos é tão engenhosa que parece que os elétrons possuem ‘consciência’ própria, e nunca desobedecem à lei do Sistema Setenário. Por isso os materialistas dizem que ‘Deus’ é a própria matéria que se auto-organiza.

Tudo no Universo se move, desde a menor partícula da matéria até ao mais grandioso astro. O planeta Terra está se movendo em alta velocidade, tanto nos movimentos de rotação como de translação, mas não percebemos. Os átomos dos elementos químicos que compõem o nosso corpo estão em constante movimento. Nada está parado. Se um corpo celeste parar de se movimentar ele entra em estado de entropia, vai perdendo sua energia. Os cientistas já tentaram submeter uma matéria ao mais baixo resfriamento possível para ver a reação, mas não conseguiram chegar ao grau zero de energia. Por isso, acredita-se que a matéria primordial que formava o Universo nunca esteve no grau zero de energia. Por mais que resfrie ao máximo a matéria, nunca se chega ao ponto zero de energia; sempre haverá uma reação de energia ou calor. Quanto mais se aquece um elemento químico, mais rapidamente se movem os elétrons de seus átomos. Os metais aumentam de volume com o superaquecimento. A água aquece e ferve porque suas partículas se movem mais rapidamente devido à incidência de calor injetada pelo fogo.

Os cientistas modernos até pouco tempo não sabiam de toda a composição do Sistema Solar. O 9º planeta do Sistema Solar, Plutão, só foi descoberto em 1930. E em 2006 os cientistas rebaixaram o planeta Plutão para a categoria de grande asteroide. Significa que agora temos apenas 8 planetas oficialmente no Sistema Solar. Embora tenha 8 planetas orbitando ao redor do Sol, mas isso não significa que existam mais de sete camadas de energia ao redor dessa estrela. Os estudantes observam as ilustrações do Sistema Solar nos livros de Geografia e Ciência, os planetas seguindo órbitas circulares ou elípticas ao redor do Sol, o núcleo. Mas a verdade é que os cientistas não sabem exatamente como funciona a órbita dos planetas no Sistema Solar. Dois planetas podem estar posicionados numa mesma órbita, isto é, numa mesma camada ao redor do Sol.

No século XIX arqueólogos escavaram as ruínas da lendária cidade de Babilônia, no Iraque. A região do Iraque é a mesma região da Mesopotâmia retratada na Bíblia. A Mesopotâmia também era conhecida como Suméria. Os sumérios foram um povo bastante desenvolvido tecnologicamente e cientificamente para o seu tempo, e o auge dessa civilização se deu por volta de três mil anos antes de Cristo. Um dos últimos imperadores do reino dos sumérios foi Hamurabi, que estabeleceu as primeiras leis civis e leis sobre a guerra, que se tornaram base para outros povos.

Os arqueólogos descobriram algumas ruínas de antigas cidades sumérias, e também descobriram muitos artefatos que contavam e evidenciavam como era a cultura daquele povo. Tudo estava lá, gravado em escrita cuneiforme, isto é, gravados em pedaços de cerâmicas ou em granitos. Depois dessas descobertas eles ficaram abismados. Eles diziam: Por que sabemos mais detalhes sobre a civilização dos sumérios do que a respeito de outras civilizações? É porque outras civilizações não deixaram vestígios de sua cultura gravados em pedras. Pouco se sabe da cultura dos egípcios, dos celtas, dos gregos e dos romanos porque essas civilizações escreviam traços de sua história e cultura em pergaminhos ou papiros, materiais perecíveis, que podiam se queimar ou se deteriorar com o tempo.

Quando os arqueólogos decifraram os escritos nas primeiras tábuas cuneiformes se espantaram com o conhecimento que os sumérios tinham sobre o nosso Sistema Solar. Eles se perguntaram: Como os sumérios obtiveram toda essa informação sobre o Sistema Solar num período de apenas dois mil anos de civilização? Quem repassou informações do Sistema Solar para os sumérios, visto que existem conhecimentos que essa civilização só poderia ter adquirido num período de no mínimo 26 mil anos? E depois dessas descobertas vieram as especulações: Será que foram os extraterrestres que repassaram esses conhecimentos para os sumérios? Ou eles herdaram esse conhecimento de civilizações anteriores? A minha opinião é que eles tanto herdaram como receberam informações privilegiada dos anjos caídos, conforme narra o Livro de Enoque. E não somente o Livro de Enoque, mas também há estórias e lendas sobre viajantes do tempo ou seres de outro sistema estelar que visitaram a Terra há milhares de anos atrás. Em todas as culturas atuais (China, Índia, Peru, México, Inglaterra, Brasil, Egito, etc) encontram-se vestígios de visitantes do espaço que desceram na Terra num tempo remoto da humanidade e repassaram alguns de seus conhecimentos secretos aos humanos. Que o digam as gigantescas linhas e geóglifos de Nazca, no Peru, e as grandes pirâmides do vale de Gizé, no Egito.

Os cientistas descobriram nas escritas cuneiformes que os sumérios já sabiam que existiam 12 planetas ou 12 corpos celestes no Sistema Solar, contando com a Lua e o Sol. Ou seja, eram 9 planetas, mais a Lua e o Sol, totalizando 11 corpos celestes. Mas eu disse 12 planetas. E qual era o 12º planeta do Sistema Solar? Bem, os cientistas também descobriram o nome do 12º planeta: Era NIBIRU, também conhecido como Hercólubus ou Planeta X. A órbita do planeta Nibiru era maior que a dos demais planetas. E essa órbita passava entre os planetas Terra e Marte, mas eles não tinham ideia de quanto tempo durava. O que eles ficaram sabendo é que à medida que o planeta Nibiru se aproxima da Terra, há um reboliço no Sistema Solar, que provoca mudanças climáticas e outros fenômenos físicos na Terra. Eles também descobriram que os sumérios sabiam das presseções dos equinócios que tinham duração de 25 mil anos. Presseção é o movimento vagaroso do eixo de rotação de um corpo celeste resultante da influência exercida sobre ele por um ou mais astros.

Alguns pesquisadores dizem que os cientistas atuais sabem da existência do planeta Nibiru, mas escondem essa verdade da humanidade. Na cultura egípcia e cultura de outras civilizações antigas havia menções sobre esse planeta Nibiru representadas em desenhos ou gravuras. Outros estudiosos garantem que a órbita de Nibiru já está quase no ponto mais próximo do nosso planeta.

Órbita de Nibiru
Órbita do planeta Nibiru

Mas, o mais intrigante é que há informações dando conta de que existe uma civilização superdesenvolvida habitando no planeta Nibiru. E essa civilização é chamada de Anunnaki. Segundo dizem alguns ocultistas, foram os Anunnaki que criaram o homem aqui na Terra. Porém, eles só descem aqui na Terra depois que o planeta Nibiru se aproxima ao máximo do nosso planeta, e isso pode demorar milhares de anos, pois, a órbita de Nibiru é elíptica. Outros garantem que Nibiru já está muito próximo do planeta Terra.

Os movimentos de translação dos gigantes do Sistema Solar, como Júpiter, Saturno e Urano, duram mais de dez anos terrestres (Júpiter dura 11 anos e 315 dias terrestres; Saturno dura 29 anos e 6 meses terrestres; e Urano dura 84 anos e 4 dias terrestres). Mas acredito que a duração do movimento de translação do planeta Nibiru ao redor do Sol seja de 2.150 anos, o mesmo período de uma Era Zodiacal. Dizem os astrólogos que ao final e início de cada Era Zodiacal surge um Messias. O profeta Moisés foi o Messias da Era de Áries. E Yesu Cristo surgiu no final da Era de Áries e Início da Era de Peixes. Por isso o símbolo do Cristianismo é o peixe. A partir do início da Era Cristã os signos do Zodíaco contam de trás para frente. Atualmente estamos no fim da Era de Peixes ou já entramos na Era de Aquário. Os gnósticos se gabam de possuir a verdadeira tábua das Eras Zodiacais, enquanto outros dizem que a Era de Aquário iniciou no ano de 1925. Os gnósticos garantem que a Era de Aquário começou no ano de 1974. Foi nesse ano que começou o movimento feminista nos EUA. Ainda outros esotéricos garantem que a Era de Aquário ainda não começou, e que a sua transição começa a ser sentida 75 anos antes da contagem oficial. Se for verdade, o ano de 2025 pode ser o começo da Era de Aquário. Os esotéricos cabalistas ensinam que na Era de Aquário a humanidade alcançará o seu grau máximo de evolução de espírito, época em que a Ciência encontrará o elixir da vida que fará com que os homens sejam imortais ou que vivam centenas de anos. Se no início de cada Era Zodiacal surge um Messias, será que ele vem do planeta Nibiru?

O movimento de translação do Planeta X é elíptico e demora bastante tempo (anos) para se aproximar da Terra. Ao se aproximar do ponto mais próximo da Terra os Anunnaki enviam missão tripulada para cá para saber como está a situação do planeta e dos seres vivos que aqui plantaram.

Concluindo, o Universo ainda pode estar em expansão, mas isso só irá acontecer até atingir o sétimo estágio ou camada. E só pode haver até sete camadas de planetas ao redor do Sistema Solar ou de qualquer corpo do Universo. Se existem 10 planetas no Sistema Solar, contando com Plutão e Nibiru, porém, dois ou mais planetas orbitam ao redor do Sol numa mesma camada, porque essa é a lei de formação dos elementos químicos.

Antigamente os astrônomos diziam que havia sete luas em Saturno, depois foi para 12 luas, e agora já se fala em mais de 60 luas. Porém, uma ou mais luas de Saturno podem orbitar numa mesma camada ao redor do planeta. Porém, uma coisa fica bem destacada em Saturno: seus 7 anéis. Dizem que no planeta Urano há 21 satélites e 10 anéis. Mas nada é conclusivo. Se os cientistas e astrônomos atentarem para as leis do Sistema Setenário eles conseguirão determinar com mais exatidão a composição dos planetas do Sistema Solar e de outros sistemas solares pelo Universo.

Toda a lei da natureza é baseada no Sistema Setenário. Em tudo vemos a lei do sete. Vemos a lei do sete nos dias da semana, vemos também nas sete notas musicais, nas sete cores do arco-íris. Vemos também na Bíblia os juízos de Deus sendo retratados pela lei do sete: Sete anjos, sete trombetas, sete castiçais, etc. Não tem como não reconhecer que tudo no Universo obedece a esse sistema setenário.

Já publiquei um pequeno estudo sobre o número Sete no meu blog. Clique no link e confira:
https://miquels777.wordpress.com/2008/03/11/6/  

_______________
By Miquels7

 

Anúncios

07/03/2018 Posted by | CONSPIRAÇÃO, MISTÉRIOS DA BÍBLIA, MISTÉRIOS DA HUMANIDADE, UFOLOGIA | , , , , , , , , | Deixe um comentário

JOSÉ SARAMAGO QUERIA SABER POR QUE DEUS ACEITOU O SACRIFÍCIO DE ABEL E REJEITOU O DE CAIM, E EU EXPLICO

**********
Saramago questiona, dizendo: “Por que Deus aceitou o sacrifício de Abel e rejeitou o sacrifício de Caim? Por quê? Deem as voltas que quiserem, não há teólogo no mundo que explique isso”.

José Saramago 2

Outras declarações polêmicas de José Saramago:

“Deus…, onde está? Antigamente diziam que ele está no céu. Mas o céu não existe; não há céu. Céu…, o que é o céu? É um espaço, e tem treze milhões de anos-luz. Imagina… Os limites do Universo encontram-se há 13,7 milhões de anos-luz. Onde está Deus?” (José Saramago).

“Deus, segundo a Bíblia, fez o Universo em seis dias e descansou ao sétimo, até hoje, e nunca mais fez nada”.

“Antes da criação do Universo Deus não fez nada; não consta [na Bíblia]. Um dia, não se sabe por que, decidiu criar o Universo; também não se sabe por que e nem para quê”.

“O Deus da Bíblia não é fiável, não há como ter confiança nele. Quando ele choveu fogo em Sodoma para castigar os homens que gostavam de outros homens e não de mulheres, Abraão arranca dele a promessa de que se houver em Sodoma 10 inocentes, Deus não queimaria Sodoma. Mas, ele queima Sodoma. Não foi contar os inocentes, se havia menos ou se havia mais. E parece que todo mundo se esqueceu de dado tão simples como as crianças. As crianças de Sodoma arderam tal como todos que ali estavam, e elas não tinham pecado”.
**********

Veja alguns vídeos com declarações polêmicas de José Saramago:

1) José Saramago, o único prêmio Nobel da Língua Portuguesa, fala de estranhas e inexplicáveis atitudes de Deus.

2) José Saramago, escritor português ganhador de Prêmio Nobel de Literatura de 1998 , fala sobre a Bíblia e sobre Deus.

3) O único Prêmio Nobel da Língua Portuguesa fala da Igreja Católica, de Deus e da morte.

**********

Saramago desafiou os teólogos a explicar por que Deus não aceitou a oferta de Caim. E minha missão aqui é tentar resolver esse desafio.

QUEM FOI JOSÉ SARAMAGO?

José Saramago - Escritor Português

Segundo a Wikipédia, “José de Sousa Saramago GCoISE (Azinhaga, Golegã, 16 de novembro de 1922 – Tías, Lanzarote, 18 de junho de 2010) foi um escritor português. Foi galardoado com o Nobel de Literatura de 1998. Também ganhou, em 1995, o Prémio Camões, o mais importante prémio literário da língua portuguesa. Saramago foi considerado o responsável pelo efetivo reconhecimento internacional da prosa em língua portuguesa. A 24 de Agosto de 1985 foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada e a 3 de Dezembro de 1998 foi elevado a Grande-Colar da mesma Ordem, uma honra geralmente reservada apenas a Chefes de Estado. (…) Saramago faleceu no dia 18 de Junho de 2010, aos 87 anos de idade, na sua casa em Lanzarote onde residia com a mulher Pilar del Rio, vítima de leucemia crónica. O escritor estava doente havia algum tempo e o seu estado de saúde agravou-se na sua última semana de vida. O seu funeral teve honras de Estado, tendo o seu corpo sido cremado no Cemitério do Alto de São João, em Lisboa. As cinzas do escritor foram depositadas aos pés de uma oliveira, em Lisboa em 18 de junho de 2011”.

A obra de José Saramago é vastíssima, entre romances, crônicas, peças teatrais, contos e poesia. Acesse o link, abaixo, para conferir todas as obras e prêmios em que foi agraciado.

https://pt.wikipedia.org/wiki/José_Saramago

**********
RESPONDENDO AO QUESTIONAMENTO DE JOSÉ SARAMAGO

Vejamos primeiramente o texto sobre as ofertas de Abel e de Caim:

“Conheceu Adão a Eva, sua mulher; ela concebeu e, tendo dado à luz a Caim, disse: Alcancei do Senhor um varão. Tornou a dar à luz a um filho-a seu irmão Abel. Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra. Ao cabo de dias trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura. Ora, atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta, mas para Caim e para a sua oferta não atentou. Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar. Falou Caim com o seu irmão Abel. E, estando eles no campo, Caim se levantou contra o seu irmão Abel, e o matou. Perguntou, pois, o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? Respondeu ele: Não sei; sou eu o guarda do meu irmão? E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim desde a terra. Agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para da tua mão receber o sangue de teu irmão. Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra. Então disse Caim ao Senhor: É maior a minha punição do que a que eu possa suportar. Eis que hoje me lanças da face da terra; também da tua presença ficarei escondido; serei fugitivo e vagabundo na terra; e qualquer que me encontrar matar-me-á. O Senhor, porém, lhe disse: Portanto quem matar a Caim, sete vezes sobre ele cairá a vingança. E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que não o ferisse quem quer que o encontrasse. Então saiu Caim da presença do Senhor, e habitou na terra de Node, ao oriente do Éden” (Gênesis 4:1-16).

Caim mata Abel

Será que nesse episódio da morte de Abel a primeira maldição sobre a terra proferida por Deus não surtia efeito sobre Caim, pois, agora Ele diz que “quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força?” Deus já tinha amaldiçoado a terra, quando diz a Adão que “maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida. Ela te produzirá espinhos e abrolhos; e comerás das ervas do campo. Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás” (Gên. 3:17-19). O que dá a entender é que essa maldição proferida sobre Adão não surtia efeito sobre Caim até o momento de ele matar seu irmão Abel.

Mas, vejamos. Desde os tempos mais primitivos, os deuses sempre primaram em receber oferendas de sacrifícios humanos e sacrifícios de animais. Dizem alguns estudiosos que os deuses eram sedentos de sangue. Ofertas ou sacrifícios de frutos e cereais da terra não era bem aceitos e requisitados pelos deuses.

E os deuses eram caprichosos. Eles não aceitavam qualquer animal do rebanho. Eles exigiam em sacrifício os primogênitos dos animais e dos próprios seres humanos. Por essa razão que Deus exigiu em sacrifício o filho primogênito de Abraão para provar a sua fidelidade. Deus fez isso porque Abraão era de Arã, terra dos caldeus, e lá era comum a oferenda de sacrifícios humanos para os deuses. Apesar de Abraão não ter consumado o sacrifício de seu filho exigido pelo Deus Yavéh, mas essa era a regra naquele tempo.

Será que Deus não aceitou a oferta de Caim porque ele queria sentir o cheiro suave de sangue derramado, isto é, sacrifícios de animais, assim como seu irmão Abel havia oferecido? Abel ofereceu animais do seu rebanho, derramou sangue, por isso Deus aceitou a sua oferta. Caim ofereceu uma oferta dos frutos de sua plantação, cereais da terra, mas Yavéh não quis aceitar. Será que naquele tempo Deus estava aceitando somente sacrifícios de animais?

Deus questiona Caim, dizendo “Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar”. O que vejo neste questionamento de Deus é que parece que Caim estava revoltado com alguma coisa. O que seria então? Será que Caim queria porque queria que Deus aceitasse a oferta dos frutos de sua plantação queimada sobre o altar, mas ele não aceitava, porque queria sacrifícios de animais? Talvez Caim quisesse inovar na oferta, imaginando que, se Abel oferecia a Deus as primícias do fruto do seu rebanho de ovelhas, por que não poderia receber do fruto de sua plantação? Ou talvez Deus o tenha orientado a fazer uma troca com seu irmão, a fim de que adquirisse um animal para oferecer em sacrifício, e ele não tenha gostado. Daí talvez o motivo da sua indignação.

Oferta de Abel e de Caim

Os primeiros sacrifícios oferecidos a Yavéh pelos humanos sempre foram de animais. A lei da oferta de cereais sobre o altar só foi ordenada muito tempo depois, quando os israelitas deixaram o Egito, e quando Yavéh estabeleceu a Páscoa e os sacrifícios dos primogênitos tanto dos animais quanto dos humanos.

Depois do sacrifício de Abel, vemos o sacrifício de Noé, feito com animais. Em seguida vemos por diversas vezes referências sobre altar de sacrifícios feitos por Abraão desde a primeira aparição do Deus Yavéh a ele ainda em Harã, terra de Ur dos Caldeus. E também depois que Deus estabelece um pacto com Abraão, ele exige sacrifícios de vários animais, e não vemos nenhuma exigência de cereais e frutos da terra. Depois ainda vemos sacrifícios de animais oferecidos por Jacó, e assim vai.

No entanto, a explicação mais plausível sobre o motivo de Deus não ter aceitado a oferta de Caim vem logo a seguir.

“Edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo animal limpo e de toda ave limpa, e ofereceu holocaustos sobre o altar. Sentiu o Senhor o suave cheiro e disse em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem; porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como acabo de fazer. Enquanto a terra durar, não deixará de haver sementeira e ceifa, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gên. 8:20-22).

“Apareceu, porém, o Senhor a Abrão, e disse: à tua semente darei esta terra. Abrão, pois, edificou ali um altar ao Senhor, que lhe aparecera” (Gên. 12:7).

“Então mudou Abrão as suas tendas, e foi habitar junto dos carvalhos de Manre, em Hebrom; e ali edificou um altar ao Senhor” (Gên. 13:18).

“Disse-lhe mais: Eu sou o Senhor, que te tirei de Ur dos caldeus, para te dar esta terra em herança. Ao que lhe perguntou Abrão: Ó Senhor Deus, como saberei que hei de herdá-la? Respondeu-lhe: Toma-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, uma rola e um pombinho. Ele, pois, lhe trouxe todos estes animais, partiu-os pelo meio, e pôs cada parte deles em frente da outra; mas as aves não partiu. E as aves de rapina desciam sobre os cadáveres; Abrão, porém, as enxotava. (…) Quando o sol já estava posto, e era escuro, eis um fogo fumegante e uma tocha de fogo, que passaram por entre aquelas metades. Naquele mesmo dia fez o Senhor um pacto com Abrão, dizendo: Â tua descendência tenho dado esta terra” (Gên. 15:7-18).

**********

José Saramago também questiona o relato bíblico se perguntando “por que Deus não matou Caim, vingando a morte de seu irmão”.

Ora, Deus não matou Caim por razões óbvias. Se Deus seguisse a lei do olho por olho, dente por dente, não sobraria um ser humano vivo na Terra.

Na verdade, apesar de na Bíblia estar repleto de carnificina e derramamento de sangue, mas a vontade do Deus Yavéh era que nunca se derramasse sangue de gente inocente. Por isso, na Lei de Moisés um dos principais mandamentos que deu ao povo foi este: “Não matarás” (Êxodo 20:13).

**********
A OFERTA DE PRIMÍCIAS DA TERRA NÃO PODIA SER OFERECIDA SOBRE O ALTAR DE HOLOCAUSTO. PORÉM, CAIM DEVE TER OFERECIDO A OFERTA DE SUAS PRIMÍCIAS SOBRE O ALTAR.

Essa ordenança aparece de forma sutil na Bíblia e geralmente os teólogos não percebem. Veja:

“Nenhuma oferta de cereais, que fizerdes ao Senhor, será preparada com fermento; porque não queimareis fermento algum nem mel algum como oferta queimada ao Senhor. Como oferta de primícias oferecê-los-eis ao Senhor; mas sobre o altar não subirão por cheiro suave. Todas as suas ofertas de cereais temperarás com sal; não deixarás faltar a elas o sal do pacto do teu Deus; em todas as tuas ofertas oferecerás sal” (Levítico 2:11-13).

Por que em Lev. 2:12 se diz que a oferta das primícias não podia ser oferecida sobre o altar?

Em outras passagens vemos a oferta de cereais sendo oferecida sobre o altar. Mas tinha um “porém”. Era necessário aspergir azeite sobre a oferta de cereais, para que exalasse um bom cheiro suave para Yavéh. Ela não poderia ser oferecida e queimada de qualquer maneira. Talvez Caim tenha oferecido a sua oferta de cereais de qualquer jeito.

Mesmo sendo levada ao tabernáculo a oferta do fruto da terra, isto é, as primícias, não podiam ser levadas diretamente sobre o altar para serem queimadas. Tinha um ritual a ser seguido.

“As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Senhor teu Deus” (Êxodo 23:19).

“E eis que agora te trago as primícias dos frutos da terra que tu, ó Senhor, me deste. Então as porás perante o Senhor teu Deus, e o adorarás” (Deut. 26:10).

“Pendurou o reposteiro à porta do tabernáculo, e pôs o altar do holocausto à porta do tabernáculo da tenda da revelação, e sobre ele ofereceu o holocausto e a oferta de cereais, como o Senhor lhe ordenara” (Êxodo 40:28-29).

A oferta de cereais podia ser oferecida sobre o altar, contando que fosse derramado azeite sobre a massa, para que ficasse um assado aprazível, de cheiro suave para o Deus Yavéh. Será que Caim derramou azeite sobre a oferta de cereais que ofereceu a Yavéh? Acredito que não.

“Quando alguém fizer ao Senhor uma oferta de cereais, a sua oferta será de flor de farinha; deitará nela azeite, e sobre ela porá incenso. (…) Se fizeres ao Senhor oferta de cereais de primícias, oferecerás, como oferta de cereais das tuas primícias, espigas tostadas ao fogo, isto é, o grão trilhado de espigas verdes. Sobre ela deitarás azeite, e lhe porás por cima incenso; é oferta de cereais.” (Levítico 2:1,14-15).

“O sacerdote tomará dela um punhado, isto é, da flor de farinha da oferta de cereais e do azeite da mesma, e todo o incenso que estiver sobre a oferta de cereais, e os queimará sobre o altar por cheiro suave ao Senhor, como o memorial da oferta” (Levítico 6:15).

Havia um altar especial somente para queima de incenso no compartimento do tabernáculo e do Templo chamado Santo dos Santos. Mas o Sumo-Sacerdote fazia um ritual de aspersão de sangue sobre as pontas desse altar pela culpa do povo uma vez só no ano.

“Não oferecereis sobre ele incenso estranho, nem holocausto, nem oferta de cereais; nem tampouco derramareis sobre ele ofertas de libação. E uma vez no ano Arão fará expiação sobre as pontas do altar; com o sangue do sacrifício de expiação de pecado, fará expiação sobre ele uma vez no ano pelas vossas gerações; santíssimo é ao Senhor” (Êxodo 30:9-10).

MATANDO A CHARADA

Porém, sobre as ofertas oferecidas por Caim e Abel, Gênesis 4:3-4 diz o seguinte: “Ao cabo de dias trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas”.

Ora, ora, ora! Vejam só o que diz! Abel ofereceu dos PRIMOGÊNITOS de suas ovelhas, mas Caim não ofereceu as PRIMÍCIAS de sua plantação. Ele pegou qualquer fruto de sua plantação e trouxe para oferecer ao seu Deus.

Esta é a explicação mais plausível para a razão do Deus Yavéh não ter aceitado a oferta de Caim.

**********
A OFERTA OU SACRIFÍCIOS DE CORDEIROS PRIMOGÊNITOS PARA DEUS NUNCA FOI PARA REMISSÃO DE CULPA OU PURIFICAÇÃO DE PECADOS.

Desde a oferta de Abel, quando o Deus Yavéh exigiu os primeiros sacrifícios, até o ano 70 d.C, quando grande Templo foi destruído, os CORDEIROS oferecidos em holocausto como cheiro suave nunca tiveram por finalidade a remissão da culpa ou purificação dos pecados de alguém. Os animais primogênitos, como os CORDEIROS, sempre foram oferecidos em holocausto sobre o altar como uma oferta de cheiro suave ao Deus Yavéh, como demonstração de culto e adoração, e nunca como oferta para remissão de pecados.

Portanto, se todos os cordeiros oferecidos em holocausto apontavam para a pessoa de Yesu Cristo, o Cordeiro de Deus que se ofereceu pela humanidade, logo, a sua morte não foi para perdoar os pecados de ninguém. Nenhum cordeiro oferecido na antiga aliança tinha por finalidade a obtenção de purificação ou perdão dos pecados; tinha finalidade apenas de culto e adoração, e demonstração de fidelidade a Deus.

As ofertas pacíficas eram oferecidas para apaziguar a ira de Yavéh, ou então eram oferecidas como voto ao Senhor, mas nunca eram oferecidas para obtenção de perdão da culpa. Os animais oferecidos nas ofertas pacíficas eram o novilho/bezerro ou bezerra, o carneiro e a ovelha (adultos) e a cabra.

Os animais que eram oferecidos em sacrifícios para obtenção do perdão da culpa ou dos pecados eram o bode, o touro ou novilho, o carneiro (adulto) e a ovelha (carneira adulta); pessoas carentes podiam oferecer alguns tipos de aves como oferta pelo pecado. O bezerro de um ano e o carneiro (adulto) eram oferecidos em holocausto como oferta pacífica de cheiro suave. Porém, os CORDEIROS de um ano sempre eram oferecidos em holocausto como cheiro suave para Yavéh, e jamais eram usados para sacrifícios pelos pecados ou pela culpa. Os teólogos tem que entender isso.

Veja a diferença da ovelha oferecida em sacrifício pelos pecados e do cordeiro oferecido em holocausto. A expressão “um cordeiro que é levado ao matadouro”, de Isaías 53, parece estar equivocada. Quem era levado para o matadouro fora do tabernáculo era o bode, o touro, o carneiro e a ovelha adulta. Os cordeiros eram mortos sobre o altar que ficava dentro do tabernáculo ou do Templo. A tradução do mesmo texto de Isaías 53:7 está bem colocada na citação de Atos 8:32. Lá se diz que a ovelha é que foi levada ao matadouro, e não o cordeiro. Parece-me que os gêneros foram trocados nessas duas passagens.

“Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca” (Isaías 53:7).

“Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como a ovelha ao matadouro, e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim ele não abre a sua boca” (Atos 8:32).

Mas, por que o sangue dos cordeiros era aspergido sobre as quatro pontas do altar? Ora, era aspergido não para purificação, mas para proteção, isto é, para resguardar o altar de contaminação. O ato de espargir o sangue sobre as pontas do altar era um ato de unção. Funcionava tipo uma vacina. A vacina não é dada para quem já está doente, contaminado; é dada para que está são, como forma de proteção e imunidade.

**********
DEUS ACEITAVA SACRIFÍCIOS HUMANOS EM HOLOCAUSTO NA ANTIGA LEI DE MOISÉS? TUDO INDICA QUE SIM, EMBORA DE FORMA VELADA.

Mesmo Deus Yavéh dizendo que não queria ver nenhum israelita “passando pelo fogo a seu filho ou a sua filha” em holocausto para Baal ou Tamuz, porém, na própria lei dada ao seu povo havia preceitos indicando que alguém poderia fazer voto de entrega de ente seu em sacrifício, e havia casos que a pessoa não podia ser remida, isto é, resgatada.

Portanto, a resposta é “sim”. O Deus Yavéh aceitava sacrifícios humanos, embora de forma velada, isto é, não eram literalmente oferecidos em holocaustos, mas eram mortos, executados. E temos alguns relatos sobre isso e uma situação real em que um homem entregou sua filha primogênita e virgem em sacrifício depois de fazer um voto desastroso. Não há provas de que a moça foi oferecida em holocausto, mas com certeza ela foi executada.

No entanto, o Deus Yavéh proibiu os hebreus de sacrificarem seus filhos ao deus Moloque e prometeu punir severamente que praticasse tal abominação.

“Não oferecerás a Moloque nenhum dos teus filhos, fazendo-o passar pelo fogo; nem profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor” (Lev. 18:21).

“Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros peregrinos em Israel, que der de seus filhos a Moloque, certamente será morto; o povo da terra o apedrejará. Eu porei o meu rosto contra esse homem, e o extirparei do meio do seu povo; porquanto deu de seus filhos a Moloque, assim contaminando o meu santuário e profanando o meu santo nome” (Lev. 20:2-3).

“Não farás assim para com o Senhor teu Deus; porque tudo o que é abominável ao Senhor, e que ele detesta, fizeram elas para com os seus deuses; pois até seus filhos e suas filhas queimam no fogo aos seus deuses” (Deuteronômio 12:31).

“Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti” (Deut. 18:10-12).

Em Jeremias 32:24 Deus diz que jamais cogitou em pedir sacrifícios humanos, embora tenha pedido em sacrifício Isaque, filho de Abraão, seu fiel seguidor. No entanto, se o Deus Yavéh era um Deus tribal, de qualquer forma ele era diferente e menos cruel que os outros deuses, pois, pelo menos pedia que se substituísse o sacrifício humano por sacrifícios de animais.

“Também edificaram os altos de Baal, que estão no vale do filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem me passou pela mente, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá” (Jer. 32:24).

“Sucedeu, depois destas coisas, que Deus provou a Abraão, dizendo-lhe: Abraão! E este respondeu: Eis-me aqui. Prosseguiu Deus: Toma agora teu filho; o teu único filho, Isaque, a quem amas; vai à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar. Levantou-se, pois, Abraão de manhã cedo, albardou o seu jumento, e tomou consigo dois de seus moços e Isaque, seu filho; e, tendo cortado lenha para o holocausto, partiu para ir ao lugar que Deus lhe dissera. (…) Tomou, pois, Abraão a lenha do holocausto e a pôs sobre Isaque, seu filho; tomou também na mão o fogo e o cutelo, e foram caminhando juntos. Então disse Isaque a Abraão, seu pai: Meu pai! Respondeu Abraão: Eis-me aqui, meu filho! Perguntou-lhe Isaque: Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? Respondeu Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. E os dois iam caminhando juntos. Havendo eles chegado ao lugar que Deus lhe dissera, edificou Abraão ali o altar e pôs a lenha em ordem; o amarrou, a Isaque, seu filho, e o deitou sobre o altar em cima da lenha. E, estendendo a mão, pegou no cutelo para imolar a seu filho. Mas o anjo do Senhor lhe bradou desde o céu, e disse: Abraão, Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui. Então disse o anjo: Não estendas a mão sobre o mancebo, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, visto que não me negaste teu filho, o teu único filho. Nisso levantou Abraão os olhos e olhou, e eis atrás de si um carneiro embaraçado pelos chifres no mato; e foi Abraão, tomou o carneiro e o ofereceu em holocausto em lugar de seu filho. Pelo que chamou Abraão àquele lugar Jeová-Jiré; donde se diz até o dia de hoje: No monte do Senhor se proverá” (Gênesis 22:1-14).

Apesar de Deus Yavéh ter pedido em sacrifício o filho de Abraão, mas sua intenção não era que Abraão consumasse o ato, mas apenas o fez para experimentar a sua fidelidade.

AO ESTABELECER A ORDENANÇA DA PÁSCOA, O DEUS YAVÉH EXIGIU EM SACRIFÍCIOS TODOS OS PRIMOGÊNITOS DE ISRAEL, TANTO DOS ANIMAIS COMO DOS HUMANOS, ASSIM COMO OS PRIMOGÊNITOS DAS FAMÍLIAS EGÍPCIAS E DOS ANIMAIS FORAM MORTOS NO CUMPRIMENTO DA DÉCIMA PRAGA.

Os deuses tribais da antiguidade primavam por sacrifícios de crianças inocentes e de moças virgens. E com o Deus Yavéh não poderia ser diferente. Ele exigiu que todos os primogênitos dos filhos dos animais e dos homens lhe fossem dado em sacrifícios. Porém, para não se demonstrar um deus sanguinário e cruel, ele permitiu que os filhos primogênitos dos homens fossem remidos por certa quantia em dinheiro ou resgatados, isto é, trocados por um cordeiro, a fim de serem oferecidos em sacrifícios.

Na ordenança de oferta dos primogênitos humanos não está claro se deviam ser remidos por um cordeiro ou por certa quantia em dinheiro. O que temos bem claro é a remissão de pessoas que seriam dedicadas a Deus por votos.

No estabelecimento da ordenança da Páscoa, o Deus Yavéh declarou que todos os primogênitos eram seus, tantos dos animais quanto dos humanos. Porém, os primogênitos dos humanos ele permitiu que fossem resgatados ou remidos por cinco ciclos de prata. Se não fossem resgatados, teriam que ser sacrificados a Yavéh.

“Portanto guardarás este estatuto a seu tempo, de ano em ano. Também quando o Senhor te houver introduzido na terra dos cananeus, como jurou a ti e a teus pais, quando te houver dado, separarás para o Senhor tudo o que abrir a madre, até mesmo todo primogênito dos teus animais; os machos serão do Senhor. Mas todo primogênito de jumenta resgatarás com um cordeiro; e, se o não quiseres resgatar, quebrar-lhe-ás a cerviz; e todo primogênito do homem entre teus filhos resgatarás. E quando teu filho te perguntar no futuro, dizendo: Que é isto? responder-lhe-ás: O Senhor, com mão forte, nos tirou do Egito, da casa da servidão. Porque sucedeu que, endurecendo-se Faraó, para não nos deixar ir, o Senhor matou todos os primogênitos na terra do Egito, tanto os primogênitos dos homens como os primogênitos dos animais; por isso eu sacrifico ao Senhor todos os primogênitos, sendo machos; mas a todo primogênito de meus filhos eu resgato” (Êxodo 13:10-15).

“Não tardarás em trazer ofertas da tua ceifa e dos teus lagares. O primogênito de teus filhos me darás” (Êxodo 22:29).

“Todo primogênito de toda a carne, que oferecerem ao Senhor, tanto de homens como de animais, será teu; contudo os primogênitos dos homens certamente remirás; também os primogênitos dos animais imundos remirás. Os que deles se houverem de remir, desde a idade de um mês os remirás, segundo a tua avaliação, por cinco siclos de dinheiro, segundo o siclo do santuário, que é de vinte jeiras” (Números 18:15-16).

Em Êxodo 13 se diz que os primogênitos dos animais impuros deveriam ser remidos (resgatados) por um cordeiro. Mas, sobre os primogênitos dos humanos não se diz exatamente como deveriam ser remidos (resgatados). Já a lei dos votos estabelecida em Levíticos 14 é bem clara em afirmar que as pessoas consagradas por votos a Deus deviam ser remidas por certa quantia em dinheiro.

Vale lembrar que o sangue do cordeiro morto em sacrifício na comemoração da Páscoa servia para proteger os primogênitos humanos da morte. Ou seja, o cordeiro era quem morria em lugar dos primogênitos. Isso significa que o cordeiro substituía o primogênito humano.

Vemos também o caso de Isaque, filho primogênito de Abraão, que foi substituído por um carneiro (e não por um cordeiro), o qual foi oferecido em sacrifício a Yavéh. Ou seja, o filho primogênito de Abraão foi remido por um carneiro adulto, com chifres? Veja que antes de Abraão chegar no monte Moriá seu filho havia perguntado “onde está o CORDEIRO para o holocausto”. E Abraão respondeu: “Deus proverá para si o cordeiro”. Mas Deus não providenciou um cordeiro, e sim, um carneiro velho, pois tinha chifres. No entanto, os carneiros podiam ser oferecidos em holocausto como oferta pacífica, mas pela lei, não podiam ser usados para remissão de animais primogênitos impuros nem para remir os primogênitos dos humanos.

Sacrifício de Isaque

Vemos também o caso de Isaque, filho primogênito de Abraão, que foi substituído por um carneiro (e não por um cordeiro), o qual foi oferecido em sacrifício a Yavéh. Ou seja, o filho primogênito de Abraão foi remido por um carneiro com chifres. No entanto, antes de Abraão chegar no monte Moriá seu filho pergunta onde está o CORDEIRO para o sacrifício. E Abraão responde: “Deus proverá para si o cordeiro”. Mas Deus não providencia um cordeiro, mas sim um carneiro velho, pois tinha chifres.

“Perguntou-lhe Isaque: Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? Respondeu Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. E os dois iam caminhando juntos. Nisso levantou Abraão os olhos e olhou, e eis atrás de si um carneiro embaraçado pelos chifres no mato; e foi Abraão, tomou o carneiro e o ofereceu em holocausto em lugar de seu filho” (Gên. 22:7-8,13).

Muitos teólogos indagam por que a Bíblia relata que Abraão ofereceu um carneiro e não um cordeiro em lugar do seu filho Isaque.

Relembrando, as pessoas que eram devotadas a Deus podiam ser remidas por certa quantia em dinheiro. Porém, em relação aos filhos primogênitos dos humanos se diz que deviam ser remidos, mas não está claro se deviam ser remidos por um cordeiro ou certa quantia em dinheiro. O que está claro é que os primogênitos dos animais considerados impuros deviam ser remidos, isto é, trocados por um cordeiro, mas se o dono do animal não quisesse remi-lo, devia mata-lo do mesmo jeito, quebrando-lhe a cerviz, isto é, o pescoço. Porém, os primogênitos dos animais considerados puros não poderiam ser remidos e deviam ser oferecidos em holocaustos (novilho, cordeiro e cabrito). Acredito que os primogênitos dos humanos eram considerados animais impuros. Por isso, deviam ser remidos ou resgatados por um cordeiro, e não por certa quantia em dinheiro. Mas houve pelo menos duas exceções de sacrifícios de humanos: a filha de Jefté, primogênita e virgem, que foi sacrificada, e o filho de Abraão, primogênito e virgem, que Deus pediu em sacrifício, mas não se consumou, sendo substituído pelo sacrifício de um carneiro.

Mas aí surge uma dúvida. E se o pai de família não quisesse ou não pudesse remir ou resgatar o seu filho primogênito, ele teria que quebrar o pescoço da criança e matá-la do mesmo jeito?

“Mas todo primogênito de jumenta resgatarás com um cordeiro; e, se o não quiseres resgatar, quebrar-lhe-ás a cerviz; e todo primogênito do homem entre teus filhos resgatarás” (Êxodo 13:13).

Compare as duas passagens bíblicas sobre a remissão dos primogênitos e a remissão das pessoas devotadas a Deus.

“Todo primogênito de toda a carne, que oferecerem ao Senhor, tanto de homens como de animais, será teu; contudo, os primogênitos dos homens certamente remirás; também os primogênitos dos animais imundos remirás. Os que deles se houverem de remir, desde a idade de um mês os remirás, segundo a tua avaliação, por cinco siclos de dinheiro, segundo o siclo do santuário, que é de vinte jeiras. Mas o primogênito da vaca (novilho), o primogênito da ovelha (cordeiro), e o primogênito da cabra (cabrito) não remirás, porque eles são santos. Espargirás o seu sangue sobre o altar, e queimarás a sua gordura em oferta queimada, de cheiro suave ao Senhor” (Números 18:15-17).

“Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando alguém fizer ao Senhor um voto especial que envolva pessoas, o voto será cumprido segundo a tua avaliação das pessoas. Se for de um homem, desde a idade de vinte até sessenta anos, a tua avaliação será de cinqüenta siclos de prata, segundo o siclo do santuário. Se for mulher, a tua avaliação será de trinta siclos. Se for de cinco anos até vinte, a tua avaliação do homem será de vinte siclos, e da mulher dez siclos. Se for de um mês até cinco anos, a tua avaliação do homem será de cinco siclos de prata, e da mulher três siclos de prata. Se for de sessenta anos para cima, a tua avaliação do homem será de quinze siclos, e da mulher dez siclos. Mas, se for mais pobre do que a tua avaliação, será apresentado perante o sacerdote, que o avaliará conforme as posses daquele que tiver feito o voto” (Levíticos 27:2-8).

Por essa lei da remissão de pessoas devotadas a Deus, as almas das mulheres valiam menos que a dos homens.

O CASO DAS PESSOAS QUE ERAM DEVOTADAS A DEUS E QUE NÃO PODIAM SER RESGATADAS

A lei de coisas devotadas ou consagradas a Deus determinava que votos que envolvesse sacrifícios de pessoas, neste caso a pessoa poderia ser remida, isto é, comprada por certa quantia de dinheiro de acordo com a idade e o sexo. Porém, havia casos de votos que a pessoa envolvida não poderia ser remida, isto é, resgatada. Tinha que ser morta. Porém, o texto não diz exatamente que a pessoa deveria ser oferecida em sacrifício. Acredito que a pessoa devotada que não podia ser remida era morta, isto é, executa, mas não podia ser oferecida em holocausto, pois, para algo ser oferecido em holocausto tinha que ser puro. No caso da filha de Jefté, que abordarei mais na frente, ela poderia ser oferecida em sacrifício sobre o altar porque era filha primogênita e virgem. Da mesma forma Deus exigiu o sacrifício de Isaque, filho de Abraão, porque ele era primogênito e virgem.

Vejamos:

“Todavia, nenhuma coisa consagrada ao Senhor por alguém, daquilo que possui, seja homem, ou animal, ou campo da sua possessão, será vendida nem será remida; toda coisa consagrada será santíssima ao Senhor. Nenhuma pessoa que dentre os homens for devotada será resgatada; certamente será morta” (Levítico 27:28-29).

Desse texto podemos concluir que o Deus Yavéh realmente aceitava votos de sacrifícios humanos, embora não fossem oferecidos em holocausto, mas apenas mortos. De qualquer forma havia derramamento de sangue humano para Yavéh.

Em Números capítulo 31 temos o caso de 32 pessoas que foram oferecidas em tributo ao Deus Yavéh e entregues ao sacerdote Eleazar. Não sabemos se essas pessoas foram sacrificadas ou se foram remidas, isto é, resgatadas por ouro e joias, obtidas como oferta alçada.

O CASO DA FILHA DE JEFTÉ QUE FOI OFERECIDA EM SACRIFÍCIO

“Quando um homem fizer voto ao Senhor, ou jurar, ligando-se com obrigação, não violará a sua palavra; segundo tudo o que sair da sua boca fará” (Números 30:2).

No livro de Juízes temos o caso inusitado de um voto desastroso de Jefté que teve que oferecer a sua filha primogênita e virgem em sacrifício ao Deus Yavéh.

“E Jefté fez um voto ao Senhor, dizendo: Se tu me entregares na mão os amonitas, qualquer que, saindo da porta de minha casa, me vier ao encontro, quando eu, vitorioso, voltar dos amonitas, esse será do Senhor; eu o oferecerei em holocausto. Assim Jefté foi ao encontro dos amonitas, a combater contra eles; e o Senhor lhos entregou na mão. E Jefté os feriu com grande mortandade, desde Aroer até chegar a Minite, vinte cidades, e até Abel-Queramim. Assim foram subjugados os amonitas pelos filhos de Israel. Quando Jefté chegou a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a filha única; além dela não tinha outro filho nem filha. Logo que ele a viu, rasgou as suas vestes, e disse: Ai de mim, filha minha! muito me abateste; és tu a causa da minha desgraça! pois eu fiz, um voto ao Senhor, e não posso voltar atrás. Ela lhe respondeu: Meu pai, se fizeste um voto ao Senhor, faze de mim conforme o teu voto, pois o Senhor te vingou dos teus inimigos, os filhos de Amom. Disse mais a seu pai: Concede-me somente isto: deixa-me por dois meses para que eu vá, e desça pelos montes, chorando a minha virgindade com as minhas companheiras. Disse ele: Vai. E deixou-a ir por dois meses; então ela se foi com as suas companheiras, e chorou a sua virgindade pelos montes. E sucedeu que, ao fim dos dois meses, tornou ela para seu pai, o qual cumpriu nela o voto que tinha feito; e ela não tinha conhecido varão. Daí veio o costume em Israel, de irem as filhas de Israel de ano em ano lamentar por quatro dias a filha de Jefté, o gileadita” (Juízes 11:30-40).

O voto de Jefté foi bem específico. Ele disse: “Qualquer que, saindo da porta de minha casa, me vier ao encontro, quando eu, vitorioso, voltar dos amonitas, esse será do Senhor; eu o oferecerei em holocausto”. Jefté promete a Deus que a vítima seria oferecida em holocausto. Sendo assim, como os teólogos tradicionais podem afirmar que Jefté não consumou literalmente o seu voto, sacrificando sua própria filha?

Esse tipo de voto feito por Jefté era daqueles em que o animal ou pessoa devotada não podia ser remida ou resgatada. Tinha que ser morta. E neste caso, a promessa era de que a vítima seria oferecida em holocausto.

O capítulo 27 de Levítico trata da lei dos votos e das coisas que eram devotadas ou consagradas ao Deus Yavéh. Havia dois tipos de votos: um simples, onde aquilo que se oferecia podia ser resgatado por certa quantia de dinheiro, e um  especial (sagrado), onde não havia preço de resgate. E que se fosse um animal (inclusive um ser humano) devia morrer (vide v.29).

Ora, se na lei dos votos está dito que uma pessoa devotada a Yavéh podia ser resgatada por certa quantia de dinheiro, por que então Jefté lamentou e chorou por ter prometido oferecer a sua única filha em sacrifício a Yavéh, se ele mesmo podia resgatá-la, pagando certa quantia?

Se ele não podia resgatá-la, o caso era de um voto especial. E se foi um voto sagrado, então a filha de Jefté foi mesmo morta. Sendo assim, será que este caso confirma Levítico 27:29? Se confirma, então Yavéh aceitava sacrifícios humanos, embora de forma velada.

Para servir de sacrifício aceitável a Deus a vítima (oferenda) tinha que ser perfeita, sem defeito algum. Do contrário, Deus não aceitava. E a filha de Jefté, além de primogênita (filha única), era virgem.

“E, quando alguém oferecer sacrifício de oferta pacífica ao Senhor para cumprir um voto, ou para oferta voluntária, seja do gado vacum, seja do gado miúdo, o animal será perfeito, para que seja aceito; nenhum defeito haverá nele” (Levítico 22:21).

CONCLUSÃO PARCIAL

A pergunta que não quer calar: “Por que animais puros e inocentes tinham que pagar pelos pecados dos humanos? Que culpa tinha os cordeiros primogênitos para que fossem imolados e queimados no fogo simplesmente para atender a uma exigência do Deus Yavéh? Que culpa tinha os carneiros, os novilhos e as cabras oferecidos em holocaustos para aplacar a ira de Yavéh?”

Se o ser humano tinha que morrer em consequência dos seus pecados, por que os animais inocentes e indefesos tinham que levar a culpa em seu lugar? Isso não era uma exigência incoerente, imoral e antiética? Por que os animais tinham que sofrer em lugar dos humanos?

Em Ezequiel 18 Deus diz que “a alma que pecar, essa morrerá”. Porém, quem morria eram os novilhos, os bodes, as cabras, etc, em lugar dos pecadores. E em lugar dos filhos primogênitos morriam os cordeiros inocentes e indefesos.

E para completar o sacrilégio, Paulo afirma que “sem derramamento de sangue não há remissão de pecados” (Hebreus 9:22). Ora, que culpa tem os animais pelos pecados dos seres humanos?

Vai entender isso….!

Só sei que nessa brincadeira, o Deus Yavéh teve que oferecer em sacrifício o seu próprio filho primogênito (unigênito). Há quem diga que Deus ofereceu o seu próprio filho para morrer em seu lugar, para se redimir de alguma culpa ou erro que cometeu. Será que isso procede?

Dizem que os maçons que querem obter riquezas materiais também oferecem em sacrifícios seus filhos primogênitos ao deus Baal ou Tamuz. Outros fazem voto com o capeta, e como garantia oferecem suas esposas e filhos. Se falharem, suas esposas e filhos morrem.

Na lei da circuncisão dada aos hebreus, crianças e estrangeiros que não se circuncidassem eram exterminados, isto é, sacrificados de forma indireta.

“Mas o incircunciso, que não se circuncidar na carne do prepúcio, essa alma será extirpada do seu povo; violou o meu pacto” (Gênesis 17:14).

Existem vários relatos na Bíblia onde o Deus Yavéh só aplaca a sua ira depois que pessoas são mortas à espada ou por pestes, enforcadas ou degoladas, ou seja, depois que há derramamento de sangue, quando essas pessoas são “sacrificadas” de forma indireta.

Podemos concluir que os sacrifícios humanos dedicados ao Deus Yavéh não eram somente aqueles consumados em holocaustos sobre o altar. Mas também quando pessoas eram executadas para aplacar a sua ira. A morte dos primogênitos no Egito foi um terrível sacrifício coletivo de seres humanos e de animais inocentes.

Veja o caso dos 7 filhos de Saul que foram enforcados perante o Deus Yavéh para aplacar a sua ira (II Samuel 21). Tem outro caso também quando Deus incita propositalmente a Davi para fazer o recenseamento do povo de Israel só para ter motivo para ver a morte de milhares de pessoas. E para aplacar a sua ira, Deus oferece três alternativas a Davi: ou ele aceita que a terra de Israel seja atingida com sete anos de fome, ou que ele mesmo seja perseguido e humilhado por seus inimigos durante três meses, ou aceita que seu povo seja afligido por uma terrível praga durante três dias. E Davi aceita que seu povo seja afligido por uma terrível praga. E nessa brincadeira mais de setenta mil israelitas são mortos, tudo para aplacar a ira de Yavéh (II Samuel 24).

Termino indagando ao vento igual fez José Saramago: Por que isso? Por que tanto derramamento de sangue? Por que tanta maldade neste mundo com os animais indefesos, com crianças e pessoas inocentes?

**********
JOSÉ SARAMAGO INDAGA: “DEUS…. ONDE ESTÁ? ANTIGAMENTE DIZIAM QUE ELE ESTAVA NO CÉU. MAS CÉU NÃO EXISTE; NÃO HÁ CÉU…; O QUE É O CÉU? É UM ESPAÇO, E TEM TREZE MILHÕES DE ANOS-LUZ”.

Saramago de certa forma tem razão em fazer essas indagações que os religiosos não sabem responder com convicção e provas concretas.

Até hoje os crentes imaginam que CÉU é um lugar espiritual que se localiza acima das nuvens, e que é uma cidade de glória e esplendor, um lugar paradisíaco. Enquanto que CÉU é simplesmente o espaço sideral infinito que está além das nuvens.

Paulo disse equivocadamente aos crentes de Filipos que “a nossa pátria está nos céus”.

“Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Yesu Cristo, que transformará o corpo da nossa humilhação, para ser conforme ao corpo da sua glória, segundo o seu eficaz poder de até sujeitar a si todas as coisas” (Filipenses 3:20-21).

Yesu Cristo quando subiu aos céus, não subiu em corpo glorificado. O seu corpo era humano e mortal, e carregava as marcas da crucificação. E ele quando subiu não se dirigiu a um lugar chamado “céu”.

O que garante a vida eterna aos seres encarnados é o elixir da vida, o fruto da árvore da vida que só os deuses santos conhecem e possuem. Yesu Cristo, mesmo tendo subido aos céus em corpo humano mortal não morre porque ele se alimenta do fruto da vida eterna, do elixir da vida.

Não existe nenhuma pátria nos céus ou uma cidade nos céus, porque céu não é um lugar físico, um lugar determinado e localizado; céu é tão somente o espaço sideral infinito. Os humanos salvos que morreram irão ressuscitar para receber corpos humanos carnais e mortais, para que possam habitar neste mesmo planeta Terra que será restaurado. Yesu Cristo não prometeu levar os seus escolhidos para os céus; prometeu levar para o reino que seu Pai lhe concedeu aqui mesmo na Terra. A expressão “reino dos céus” não quer dizer um reino no céu; quer dizer tão somente um reino que veio dos céus para se estabelecer aqui na Terra. Deus e Yesu não reinam no céu, porque nos céus não existem nações para que se possa reinar. Deus reina dos céus sobre a Terra. E brevemente o reino dos céus será instalado aqui na Terra.

Céu, como lugar espiritual paradisíaco, é apenas fruto da imaginação dos crentes.

Yesu Cristo subiu para o céu, isto é, subiu para o espaço sideral, mas o lugar para onde ele se dirigiu é ignorado, ninguém sabe. Ele pode ter ido para outro sistema solar ou para outra galáxia. E com certeza foi levado por uma nave espacial. Na Bíblia, as naves espaciais de seres extraterrenos sempre aparecem envoltas (camufladas) por uma nuvem branca. Quando Yesu foi abduzido ao alto diante dos seus discípulos, com certeza ele foi sugado por uma nave espacial que estava oculta entre nuvens brancas, pois o texto bíblico diz que uma nuvem o recebeu.

O profeta Ezequiel também contemplou uma nave espacial de seres extraterrenos vinda camuflada por uma nuvem de fumaça, mas deu para ele ouvir o estrondo dos motores e visualizar as labaredas de fogo expelidas pelas turbinas da aeronave.

“Tendo ele [Yesu] dito estas coisas, foi levado para cima, enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco” (Atos 1:9-10).

“Olhei, e eis que um vento tempestuoso vinha do norte, uma grande nuvem, com um fogo que emitia de contínuo labaredas, e um resplendor ao redor dela; e do meio do fogo saía uma coisa como o brilho de âmbar. E do meio dela saía a semelhança de quatro seres viventes. E esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem; cada um tinha quatro rostos, como também cada um deles quatro asas. E as suas pernas eram retas; e as plantas dos seus pés como a planta do pé dum bezerro; e luziam como o brilho de bronze polido. E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e todos quatro tinham seus rostos e suas asas assim: Uniam-se as suas asas uma à outra; eles não se viravam quando andavam; cada qual andava para adiante de si; e a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem; e à mão direita todos os quatro tinham o rosto de leão, e à mão esquerda todos os quatro tinham o rosto de boi; e também tinham todos os quatro o rosto de águia; assim eram os seus rostos. As suas asas estavam estendidas em cima; cada qual tinha duas asas que tocavam às de outro; e duas cobriam os corpos deles. E cada qual andava para adiante de si; para onde o espírito havia de ir, iam; não se viravam quando andavam” (Ezequiel 1:4-12).

As rodas de Ezequiel A nave com quatro rodas de Ezequiel

Essa visão de Ezequiel nada mais foi que a visão de uma nave espacial que estava encoberta por uma nuvem de fumaça. Os quatro querubins que ele descreveu não eram seres vivos literais, eram esculturas de anjos alados postas nos quatro cantos da nave. A face de cada querubim tinha a aparência de águia, de boi, de leão e de homem. Essa visão de Ezequiel não tem nada de espiritual. Tudo aconteceu aqui mesmo na Terra, pois, a visão dessa nave é descrita novamente no capítulo 10, quando ela desce no pátio ao lado do Grande Templo em Jerusalém.

Modernamente a nave que Ezequiel descreveu seria assim como esta figura, abaixo. Porém, o objeto voador que Ezequiel contemplou tinha a forma quadrada, e possuía quatro rodas que tocavam no solo.

Modernamente a nave que Ezequiel descreveu seria assim

“E cada um tinha quatro rostos: o primeiro rosto era rosto de querubim, o segundo era rosto de homem, o terceiro era rosto de leão, e o quarto era rosto de águia. E os querubins se elevaram ao alto. Eles são os mesmos seres viventes que vi junto ao rio Quebar. E quando os querubins andavam, andavam as rodas ao lado deles; e quando os querubins levantavam as suas asas, para se elevarem da terra, também as rodas não se separavam do lado deles. Quando aqueles paravam, paravam estas; e quando aqueles se elevavam, estas se elevavam com eles; pois o espírito do ser vivente estava nelas. Então saiu a glória do Senhor de sobre a entrada da casa, e parou sobre os querubins. E os querubins alçaram as suas asas, e se elevaram da terra à minha vista, quando saíram, acompanhados pelas rodas ao lado deles; e pararam à entrada da porta oriental da casa do Senhor, e a glória do Deus de Israel estava em cima sobre eles” (Ezequiel 10:14-19).

Como os teólogos imaginam o querubim de Ezequiel

Se os anjos não possuem asas, pior ainda é imaginar que eles têm quatro ou seis asas. Anjos com quatro ou seis asas só podem ser vistos em esculturas ou desenhos. Essa nave que Ezequiel contemplou desceu sobre a terra e tinha quatro rodas; e a nave se movia para os quatro lados, e os querubins de moviam no mesmo sentido que se movia a nave, porque eram esculturas fixadas ao redor da nave. Os querubins tinham olhos por todos os lados. Ora, esses olhos eram lâmpadas ou faróis sobre as esculturas dos anjos alados. Toda nave espacial extraterrestre que se preze tem luzes piscando ao redor dela mesma. As pernas dos querubins eram retas e as plantas dos seus pés como a planta do pé dum bezerro. Logo, conclui-se que eram esculturas, e não seres vivos reais.

A Arca da Aliança com a escultura de dois querubins postos sobre ela, e cujas asas se tocavam, é uma réplica da nave ou módulo que transportava o trono de Deus.

Arca da Aliança

O REI SALOMÃO DISSE QUE DEUS HABITAVA NUMA NUVEM ESCURA

Em I Reis 8 está relatado o dia que a Arca da Aliança foi colocada num local reservado dentro do Templo, e nesse dia a glória de Deus desceu sobre a casa do Senhor em forma de nuvem. Salomão havia mandado esculpir a imagem de dois querubins na sala onde seria guardada a Arca da Aliança. As asas dos querubins ficavam estendidas sobre o lugar da arca como sinal de proteção. Na maioria das versões da Bíblia a frase pronunciada por Salomão foi assim: “O Senhor disse que habitaria na escuridão”. Porém, há outra tradução que diz assim: O Senhor disse que habitaria numa nuvem escura”. No entanto, acho que a tradução mais correta é assim: “O Senhor me disse que habitava numa nuvem escura”. Depois de Salomão pronunciar essa frase, ele diz – perecendo ter pena de Deus – que tinha construído uma morada para Deus, para ser sua eterna habitação.  Em II Crônicas 6:1-2 diz o seguinte: “Então disse Salomão: O Senhor disse que habitaria nas trevas. E eu te construí uma casa para morada, um lugar para a tua eterna habitação”. Portanto, a escuridão ou treva que Deus habita é a nuvem onde ele se oculta para que não seja visto ou reconhecido pelos humanos. Logo, conclui-se que Deus é um ser extraterreno, e não um ser espiritual. “Deus”, na verdade é Elohim, ou seja, são deuses, mas deuses santos.

“Disse, pois, o Senhor a Moisés: Dize a Arão, teu irmão, que não entre em todo tempo no lugar santo, para dentro do véu, diante do propiciatório que está sobre a arca, para que não morra; porque aparecerei na nuvem sobre o propiciatório” (Levítico 16:2).

“E os sacerdotes introduziram a arca do pacto do Senhor no seu lugar, no oráculo da casa, no lugar santíssimo, debaixo das asas dos querubins. Pois os querubins estendiam ambas as asas sobre o lugar da arca, e cobriam por cima a arca e os seus varais. Os varais sobressaíam tanto que as suas pontas se viam desde o santuário diante do oráculo, porém de fora não se viam; e ali estão até o dia de hoje. Nada havia na arca, senão as duas tábuas de pedra, que Moisés ali pusera, junto a Horebe, quando o Senhor, fez u pacto com os filhos de Israel, ao saírem eles da terra do Egito. E sucedeu que, saindo os sacerdotes do santuário, uma nuvem encheu a casa do Senhor; de modo que os sacerdotes não podiam ter-se em pé para ministrarem, por causa da nuvem; porque a glória do Senhor enchera a casa do Senhor. Então falou Salomão: O Senhor disse que habitaria na escuridão. Certamente te edifiquei uma casa para morada, assento para a tua eterna habitação” (I Reis 8:6-13).

**********
A Nova Jerusalém, com ruas de ouro e mar de cristal entendida como uma cidade espiritual que ingenuamente imaginam que descerá sobre um mundo físico, a Terra, descrita no capítulo 21 de Apocalipse, é pura imaginação fértil dos crentes. Essa cidade é simbólica, e representa a comitiva dos 144 mil que foram arrebatados da Terra durante o período da Grande Tribulação. Esse grupo de salvos é especial, e representa a Noiva do Cordeiro, que com ele reinará e governará a Terra durante mil anos. Os outros salvos do povo gentio serão apenas os convidados das bodas do Cordeiro, e muitos reinarão com o Messias e exercerão cargos importantes no reino que virá dos céus.

Nenhum ser humano irá habitar nos céus, porque céu não é um lugar habitável. Céu é apenas o espaço sideral. Todos os salvos que morreram irão ressuscitar para habitar neste mesmo planeta Terra que será restaurado.

Para que servirá a ressureição? Servirá para que os humanos que morreram voltem à forma humana, para poder habitar neste planeta. Se a ressurreição não é para que os mortos voltem à forma humana, carnal, qual a razão de haver ressurreição? A ressurreição, por acaso, será de espíritos? Por acaso, espíritos precisam ressuscitar? Claro que não. Se os crentes salvos que morreram já estão na glória, ao lado de Pai, por que raios eles terão que retornar para as sepulturas para ressuscitar? Não tem cabimento isso.

No ato da ressurreição ninguém irá receber corpos glorificados. Essa crença de corpos incorruptíveis e glorificados é ensino fantasioso de Paulo. Os corpos ressurretos serão livres de doenças e toda sorte de contaminação, mas afirmar que serão corpos espirituais glorificados, aí já é devaneio da mente de crentes malucos.

Não existe nada de coisas espirituais. Tudo neste mundo e neste Universo é físico. O que os crentes imaginam como “espiritual” são coisas que não podem ser vistas a olho nu. A concepção de coisas “espirituais” é algo primitivo e medieval.

Yesu Cristo e seus anjos, quando retornarem a este planeta físico, não virão em corpos espirituais; virão em corpos físicos. Doutra forma, como poderiam ser notados se viessem em corpos espirituais?

Deus Todo-Poderoso, Yesu e os anjos se encontram dentro deste mundo físico, e podem perfeitamente possuir corpos físicos visíveis e não visíveis a olho nu.

E os anjos não possuem asas. Em todos os casos de aparições de anjos registrados na Bíblia, esses seres celestiais nunca foram vistos com asas. As asas dos querubins e dos serafins descritos no livro de Ezequiel, de Isaías e de Apocalipse não são asas reais, são apenas peças de adorno. Os anjos querubins voam movidos a motor de propulsão, e os motores ficam escondidos sob suas asas. Ezequiel quando contemplou os querubins, ouviu o estrondo de suas asas.

Como os teólogos imaginam os serafins com seis asas

E a classe dos anjos serafins não existe. Os supostos serafins com seis asas que Isaías contemplou no capítulo 6 são os mesmos querubins de Ezequiel. João também teve essa mesma visão do trono de Deus e da nave espacial que carrega o seu trono, e também contemplou os querubins com seis asas, e não quatro asas (Apocalipse 4:8).

Quando o povo hebreu caminhava pelo deserto após a saída do cativeiro no Egito, uma nave espacial dos deuses santos seguia pelo céu junto com a multidão. Mas, essa nave seguia camuflada, envolta em uma nuvem durante o dia, e orientava o caminho que deviam seguir. Durante a noite a nave emitia um facho de luz para alumiar o caminho. A luz vinha de potentes faróis. Moisés identificou esse facho de luz como “coluna de fogo”.

“E o Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvens para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. Não desaparecia de diante do povo a coluna de nuvem de dia, nem a coluna de fogo de noite” (Êxodo 13:21-22).

“Eles ouviram que tu, ó Senhor, estás no meio deste povo; pois tu, ó Senhor, és visto face a face, e a tua nuvem permanece sobre eles, e tu vais adiante deles numa coluna de nuvem de dia, e numa coluna de fogo de noite” (Números 14:14).

“Além disso, tu os guiaste de dia por uma coluna de nuvem e de noite por uma coluna de fogo, para os alumiares no caminho por onde haviam de ir” (Neemias 9:12).

“Todavia tu, pela multidão das tuas misericórdias, não os abandonaste no deserto. A coluna de nuvem não se apartou deles de dia, para guiá-los pelo caminho, nem a coluna de fogo de noite, para lhes alumiar o caminho por onde haviam de ir” (Neemias 9:19).

E também não existe criação de cavalos alados no “céu”. No capítulo 19 de Apocalipse diz que Yesu Cristo descerá com seus anjos montados em cavalos brancos. Ora, essa visão é simbólica, e não pode ser entendida de forma literal. Tolo é quem interpreta o Apocalipse de forma literal.

Para entender sobre essas questões, procure ler os textos do meu blog. Tem tudo lá. É só procurar por palavra-chave, que você vai encontrar.

**********
“O conhecimento superficial da Bíblia transmitido pelas escolas teológicas cristãs é um grande perigo. Mas, perigo maior é o conhecimento oculto transmitido pelos mestres cabalistas. É preciso ter um conhecimento intermediário entre esses dois ramos do conhecimento. Doutra forma, todos continuarão sendo enganados. Ou então, é necessário que alguém de fora do sistema conscientize as pessoas que estão presas na Matrix” (Miquels7).
**********

—————————————————
Miquels7

Manaus, 04 de fevereiro de 2018.

 

04/02/2018 Posted by | ATEÍSMO, ESTUDOS BÍBLICOS, MISTÉRIOS DA BÍBLIA, MISTÉRIOS DA HUMANIDADE, TEOLOGIA, UFOLOGIA | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

DOCUMENTOS DA AERONÁUTICA SOBRE DISCOS VOADORES (OVNIs) SÃO REVELADOS

********
Reportagem do Fantástico (22/05/2016): dois ufólogos conseguem obter documentos sigilosos da Aeronáutica brasileira com gravações de áudio de pilotos e torre de controle sobre avistamento de OVNIs. Isso é inédito, pois ninguém antes tinha obtido tais informações sobre discos voadores. Alguns pilotos são entrevistados e confirmam os diálogos, os avistamentos e perseguição aos objetos voadores não identificados.
***


[https://www.youtube.com/watch?v=JVVIqMbsmJk]

O que eu posso dizer sobre isso é que os OVNIs existem, mas uns são da parte dos anjos de Deus e outros da parte dos anjos caídos. Quantos aos da parte de Deus, acredito que os anjos estão monitorando e observando o que ocorre no nosso planeta, porém, não influem no curso normal da humanidade. Eles usam essas naves supervelozes para se locomoverem mais rapidamente. É óbvio que os anjos de Deus não são onipresentes e nem se locomovem à velocidade da luz. Portanto, eles podem perfeitamente estar usando naves espaciais para se locomoverem mais rapidamente.

Quanto aos anjos caídos, eles também se utilizam de naves espaciais para se locomoverem mais rapidamente. Segundo pesquisas de ufólogos, existem bases de Ufos na Antártida e em várias partes do planeta, e também na Lua. Tem QG dos Ufos debaixo da Terra. As naves entram através de cavernas ou mergulham dentro do Oceano. Em Minas Gerais há uma área montanhosa com cavernas, e nas redondezas há muitos relatos de aparições de disco voadores.

Mas há uma dúvida: se existem OVNIs do bem e do mal monitorando nosso planeta, não poderia haver batalha entre eles? Ou será que só existe os do mal? O que eles estão fazendo aqui em nosso planeta?

Ainda não está claro se esses OVNIs avistados são do bem ou do mal.

Mas eu sei que existem discos voadores da parte dos anjos de Deus, pois há relatos na Bíblia de suas aparições.

“E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho” (II Reis 2:11).

O profeta Elias é arrebatado, ou seja, abduzido por uma carro de fogo, que nada mais era que um OVNI, uma nave espacial.

“15 Ora, eu olhei para os seres viventes, e vi rodas sobre a terra junto aos seres viventes, uma para cada um dos seus quatro rostos.
16 O aspecto das rodas, e a obra delas, era como o brilho de crisólita; e as quatro tinham uma mesma semelhança; e era o seu aspecto, e a sua obra, como se estivera uma roda no meio de outra roda.
17 Andando elas, iam em qualquer das quatro direções sem se virarem quando andavam.
18 Estas rodas eram altas e formidáveis; e as quatro tinham as suas cambotas cheias de olhos ao redor.
19 E quando andavam os seres viventes, andavam as rodas ao lado deles; e quando os seres viventes se elevavam da terra, elevavam-se também as rodas.
20 Para onde o espírito queria ir, iam eles, mesmo para onde o espírito tinha de ir; e as rodas se elevavam ao lado deles; porque o espírito do ser vivente estava nas rodas”. (Ezequiel 1:15-20).

Essa visão das “Rodas de Ezequiel” nada mais era que a visão de uma nave espacial. Havia rostos de querubins desenhados nos lados da nave e os olhos por todos os lados eram luzes de várias cores. As rodas propriamente ditas eram propulsores de ar, que faziam a nave se mover para qualquer lado.

Jesus foi elevado aos céus numa nave espacial:

“Tendo ele dito estas coisas, foi levado para cima, enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco” (Atos 1:9-10).

Jesus foi abduzido (sugado) pela nave espacial que estava encoberta por uma fumaça branca. A pessoas que avistaram o fumacê achavam que se tratava de uma nuvem. Na verdade, o fumacê foi feito para que os humanos não enxergassem a nave espacial.

Repare que o texto diz “uma nuvem o recebeu”. Então, é evidente que uma nave espacial estava oculta atrás do nevoeiro.

Quando Moisés chegou na região do Monte Sinai ouviu falar que a montanha fumegava e havia estrondo esquisitos por lá.
Quando Moisés subiu ao Monte Sinai para receber os Dez Mandamentos, Deus ordenou que o povo não se achegasse perto do monte, pois, se não, morreriam.

Na verdade, o monte fumegava para que Moisés não avistasse a nave espacial que lá havia descido. E Deus proibia o povo de subir lá para que ninguém avistasse a nave, pois, quanto mais gente subisse lá, mais fácil ficaria para descobrirem os segredos dos anjos de Deus.

“16 Ao terceiro dia, ao amanhecer, houve trovões, relâmpagos, e uma nuvem espessa sobre o monte; e ouviu-se um sonido de buzina mui forte, de maneira que todo o povo que estava no arraial estremeceu.
17 E Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus; e puseram-se ao pé do monte.
18 Nisso todo o monte Sinai fumegava, porque o Senhor descera sobre ele em fogo; e a fumaça subiu como a fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia fortemente.
19 E, crescendo o sonido da buzina cada vez mais, Moisés falava, e Deus lhe respondia por uma voz.
20 E, tendo o Senhor descido sobre o monte Sinai, sobre o cume do monte, chamou a Moisés ao cume do monte; e Moisés subiu.
21 Então disse o Senhor a Moisés: Desce, adverte ao povo, para não suceder que traspasse os limites até o Senhor, a fim de ver, e muitos deles pereçam” (Êxodo 19:16-21).

Agora, sobre a presença dos anjos caídos, também há relatos na Bíblia de que eles estão aqui na Terra.

Em Apocalipse 12 há o relato de uma guerra nos céus entre o arcanjo Miguel e seus anjos contra Satanás, o Dragão, e seus anjos. E diz que o Dragão foi derrotado e expulso com seus anjos sobre a Terra. Ou seja, Satanás e seus anjos foram expulsos dos céus superiores para os inferiores. O domínio de Satanás se restringe agora aos planetas do Sistema Solar. Mas o interesse de Satanás é exclusivamente aqui na Terra.

“7 Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam,
8 mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu.
9 E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele” (Apocalipse 12:7-9).

O apóstolo Paulo fala que não devemos lutar contra a carne ou sangue, mas contra as hostes espirituais da maldade ou potestades do ar que operaram nas regiões celestiais, isto é, nas regiões do céu ao redor do nosso planeta, ou na região do Sistema Solar.

“Pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes” (Efésios 6:12).

Será que Deus abandou a humanidade e nos deixou reféns dos anjos caídos?

Em Apocalipse 13 diz que o Dragão/Satanás deu o seu poder à Besta, isto é, aos governos humanos. Portanto, Satanás não age diretamente sobre a humanidade, mas usa os governantes para cumprir os seus propósitos.

Portanto, não é de se admirar porque os governos do mundo ocultam informações sobre os OVNIs. Os governos que mais tem informações sobre discos voadores e as escondem são os Estados Unidos da América (EUA/Pentágono) e a Rússia. Na verdade, os principais líderes do mundo sabem a origem dos OVNIs (disco voadores), mas eles não podem revelar para o público, pois o próprio Dragão os proíbe de revelar. E o outro motivo por que eles não revelam a origem dos OVNIs, é para que a Bíblia continue em descrédito. Se for revelada a verdade sobre os OVNIs, a Bíblia terá toda a credibilidade.

Li na internet algo intrigante sobre o motivo da morte de John Kennedy, ex-presidente americano. Não havia motivos políticos claros para que os maçons planejassem a morte de John Kennedy. Kennedy era cristão protestante, e dias antes da sua morte havia dito numa entrevista que faria revelações que abalariam o mundo. Talvez Kennedy não tenha aceitado se tornar membro de uma das sociedades secretas que controlam o mundo (Maçonaria, Rosa-Cruz, Illuminati), e como cristão convicto, resolveu revelar a podridão que se esconde por trás das sociedades secretas. Alguns pesquisadores acreditam que John Kennedy iria revelar ao mundo a verdade sobre os OVNIs (disco voadores), sua origem e influência nos governos do mundo. E para impedir que ele revelasse, os maçons planejaram a sua morte. Entenda: não havia motivos políticos para que os maçons planejassem a morte de Kennedy, pois os EUA iam bem economicamente e militarmente. O motivo de sua morte deve ter sido algo que ele pretendia revelar ao mundo, já que era cristão evangélico e possivelmente não tinha aceitado participar das sociedades secretas. Como se sabe, todo presidente americano é obrigado a participar do clube dos Illuminati e da Maçonaria.

*******
Assista o documentário, abaixo, sobre a origem dos discos voadores.

DOCUMENTÁRIO BASEADO NA BÍBLIA SOBRE A ORIGEM DOS OVNIs (DISCOS VOADORES)
***


[https://www.youtube.com/watch?v=HzIMuI78_1Q]

Assista a mais este documentário sobre OVNIs: Registro Secreto – OVNIS Dublado 

[https://www.youtube.com/watch?v=KngJbqy62wA]

Miquels7

23/05/2016 Posted by | CASOS POLEMICOS, CONSPIRAÇÃO, MISTÉRIOS DA BÍBLIA, MISTÉRIOS DA HUMANIDADE, MISTÉRIOS DO ALÉM, REVELAÇÕES APOCALIPTICAS, UFOLOGIA | , , , , , , , , , , , | Comentários desativados em DOCUMENTOS DA AERONÁUTICA SOBRE DISCOS VOADORES (OVNIs) SÃO REVELADOS

Documento em Cofre do FBI Informa Quem São os ETs

***********************************************************************
EU NUNCA DUVIDEI DE QUE AS APARIÇÕES DE OVNIs (UFOs) SÃO MANIFESTAÇÕES “ESPIRITUAIS” NO NOSSO MUNDO FÍSICO. É MEIO COMPLICADO ENTENDER ISSO… MAS AS AUTORIDADES MUNDIAIS SABEM DA VERDADE. NO ENTANTO, OS MIB (HOMENS DE PRETO) NÃO DEIXAM QUE ESSAS INFORMAÇÕES SEJAM CONHECIDAS DO PÚBLICO LEIGO.

ESSAS MANIFESTAÇÕES “ESPIRITUAIS”, AS QUAIS ME REFIRO, NÃO SÃO EXATAMENTE ESPIRITUAIS. MAS MANIFESTAÇÃO DE ALGO CAMUFLADO, QUE DERREPENTE SE FAZ APARECER A NÓS.

OS ESTUDANTES DE UFOLOGIA JÁ SE DERAM CONTA A RESPEITO DESSA VERDADE. SÓ QUE ELES NÃO SE DÃO POR CONVENCIDOS SOBRE O QUE A BÍBLIA REVELA. E FICAM EM BUSCA DE UMA PROVA PARA SE CONVENCEREM DE QUE EXISTEM HOMENZINHOS DE PESCOÇO FINO E OLHOS GRANDES, COM NARIZ DE SERPENTE, HABITANDO PLANETAS LONGÍNQUOS. E QUE VIVEM NOS MONITORANDO.

ALGUNS – QUE PENSAM TER A MENTE DE EINSTEIN – AFIRMAM QUE EXISTEM UNIVERSOS PAPALELOS, E QUE SERES EXTRATERRESTRES VIAJAM NO TEMPO EM “BURACOS DE MINHOCAS” E ENTRAM EM NOSSO MUNDO FÍSICO. E ISSO PODE SER UMA VERDADE… MAS, COMO COMPROVAR?

HÁ REAL POSSIBILIDADE DE EXISTIR MILHARES DE PLANETAS HABITÁVEIS E HABITADOS NA PRÓPRIA VIA-LÁCTEA E EM OUTRAS GALÁXIAS. SÓ QUE É PRECISO TECNOLOGIA AVANÇADÍSSIMA PARA SERES INTELIGENTES DE OUTROS MUNDOS CHEGAREM ATÉ NÓS. TALVEZ, SE JÁ EXISTIR UMA TECNOLOGIA QUE FAÇA OS CORPOS SE “DESMATERIALIZAREM”, E DEPOIS SEREM ARMAZENADOS E ENVIADOS POR ONDAS/IMPULSOS ELETROMAGNÉTICOS, AÍ SIM, PODERIAM VIAJAR MILHARES DE ANOS-LUZ E CHEGAR ATÉ NÓS.

JÁ OUVIRAM FALAR EM IMPRESSÃO EM 3D? POIS É! É ISSO QUE ACABEI DE ME REFERIR. AS GRANDES FÁBRICAS DE AUTO-PEÇAS JÁ ESTÃO USANDO IMPRESSORAS EM 3D. UM OBJETO É DESENHADO NO COMPUTADOR E A IMPRESSORA 3D MATERIALIZA ESSE OBJETO VIRTUAL. ENTÃO, VAMOS IMAGINAR QUE TODAS AS INFORMAÇÕES DE UM SER VIVO, OU DE UM CORPO HUMANO, FOSSEM “DESMATERIALIZADOS” E ARMAZENADOS EM FORMA DE ENERGIA EM UM HD ESPECIAL. ESSE “ARQUIVO” HUMANO (GENOMA HUMANO) SERIA ENVIADO “PELAS NUVENS”, ATRAVÉS DE ONDAS ELETROMAGNÉTICAS, ASSIM COMO SÃO ENVIADOS OS ARQUIVOS PELA INTERNET. UMA MÁQUINA HÁ ANOS-LUZ DE DISTÂNCIA PODERIA RECEBER ESSE ARQUIVO E IMPRIMI-LO, USANDO A TECNOLOGIA 3D. O SERIADO “JORNADA NAS ESTRELAS” JÁ MOSTROU HÁ MUITO TEMPO A POSSIBILIDADE DE CORPOS SEREM TELETRANSPORTADOS.

O QUE PENSO SOBRE ESSES SERES ESTRANHOS QUE SE MANIFESTAM EM NOSSO PLANETA, É QUE ELES USAM UMA ESPÉCIE DE CAMUFLAGEM, TANTO EM SEUS CORPOS, COMO EM SUAS AERONAVES, E UMA ALTA TECNOLOGIA, INCOMPREENSÍVEL AINDA PELOS HUMANOS, DE TAL FORMA, QUE OS PERMITE VIAJAR ANOS-LUZ NO ESPAÇO FÍSICO SEM QUE SOFRAM DANOS EM SEUS CORPOS. OU ENTÃO, QUE ELES VIAJAM NO TEMPO, ASSIM COMO OS ARQUIVOS SÃO ENVIADOS PELA INTERNET, E DEPOIS ELES SE MATERIALIZAM EM 3D, USANDO ALTA-TECNOLOGIA.

ESSE NEGÓCIO DE ENTENDER O “ESPIRITUAL” COMO SENDO ALGO INVISÍVEL A OLHO NU, ETÉREO, TRANSCENDENTE, METAFÍSICO, NÃO ENTRA NA MINHA CABEÇA.

ACREDITO QUE TUDO QUE SE MANIFESTA EM NOSSO MUNDO É FÍSICO. POIS, COMO PODE ALGO SE MANIFESTAR, SE NÃO É FÍSICO? DIGO “SE MANIFESTAR”, REFERINDO-ME A ALGO QUE VEM DO ESPAÇO SIDERAL, DE OUTRO PLANETA, DE OUTRA GALÁXIA. SE ALGO VEM DE CIMA, DOS CÉUS (FÍSICOS), DE OUTROS PLANETAS, DA CONSTELAÇÃO DE ÓRION, DA ESTRELA SÍRIUS, É FÍSICO, E NÃO ESPIRITUAL.

QUANDO JESUS RETORNAR A ESTE MUNDO, ELE VIRÁ FISICAMENTE. E VIRÁ DO CÉU, OU SEJA, VIRÁ DO ESPAÇO SIDERAL, DE OUTRO PLANETA, DE OUTRA GALÁXIA. SE EXISTEM SERES ESPIRITUAIS ACIMA, NOS CÉUS, ESSES SERES NÃO PRECISAM DESCER, PARA SE MANIFESTAR A NÓS, PORQUE ELES ESTARIAM EXISTINDO EM UM MUNDO PARALELO AO NOSSO. E BASTARIA APENAS SE MANIFESTAR, NUM ESTALAR DE DEDOS. E NÃO “DESCER” DO CÉU. PODERIAM ATÉ MESMO SURGIR DE DEBAIXO DA TERRA.

TODO O UNIVERSO QUE SURGIU, CRIADO PELA PALAVRA/ORDEM DO CRIADOR, É FÍSICO. SE EXISTE ALGO VERDADEIRAMENTE “ESPIRITUAL”, ELE SE ENCONTRA “FORA” DO MUNDO FÍSICO. NÃO EXISTE MUNDO ESPIRITUAL DENTRO DO MUNDO FÍSICO.

PENSAMOS QUE OS DEMÔNIOS SÃO SERES ESPIRITUAIS, MAS NA VERDADE, ELES SÃO FÍSICOS, PORQUE ESTÃO DENTRO DO MUNDO FÍSICO. DIZEMOS QUE OS DEMÔNIOS SÃO SERES ESPIRITUAIS PORQUE NÃO OS ENCHERGAMOS A OLHO NU. MAS ELES TEM CORPOS FORMADOS POR UMA MATÉRIA SUTIL, NÃO PERCEPTÍVEL A OLHO NU. O SER HUMANO É COMPOSTO DE CORPO, ALMA E ESPÍRITO. E O ESPÍRITO É COMPOSTO DE UMA MATÉRIA SUTIL E RECOBERTO POR UMA FINA MEMBRANA. O AR QUE NOS RODEIA É MATÉRIA E É FORMADO POR DIVERSOS ELEMENTOS QUÍMICOS. EMBORA NÃO POSSAMOS CONTEMPLAR A OLHO NU OS ELEMENTOS QUÍMICOS DO AR, SABEMOS QUE ELES EXISTEM E QUE NÃO SÃO “ESPIRITUAIS”, MAS FÍSICOS. ASSIM TAMBÉM SÃO OS ESPÍRITOS DOS DEMÔNIOS E OS ESPIRITOS DOS HUMANOS QUANDO MORREM. SABEMOS QUE O ÁTOMO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS PODEM SER DESINTEGRADOS (A TAL FISSURA NUCLEAR). DA MESMA FORMA, NO JUIZO FINAL, OS ESPÍRITOS DAQUELES QUE NÃO FOREM SALVOS, SERÃO LANÇADOS NO LAGO DE FOGO (SOL) PARA SEREM DESINTEGRADOS (DISSIPADOS EM FORMA DE ENERGIA NUCLEAR), PARA NUNCA MAIS EXISTIR.

OS ANJOS SÃO SERES CRIADOS POR DEUS, PARA O SERVIR OU ESTAREM SUJEITOS ÀS SUAS ORDENS, PARA CUIDAR DAS OUTRAS CRIAÇÕES. SE FORAM CRIADOS, LOGO, SÃO FÍSICOS.

ALGUNS, COM MENTES MAIS FÉRTEIS, AFIRMAM QUE DEUS É UM “SER ABSOLUTO”, E HABITA NO ABSOLUTO, OU SEJA, HABITA NUM MUNDO ONDE NÃO EXISTE TEMPO NEM ESPAÇO. ALGO COMPLICADO DE SE ENTENDER. SE ISSO FOR VERDADE, DEUS NÃO PODE ESTAR PRESENTE DENTRO DO NOSSO MUNDO FÍSICO, PORQUE ELE “SERIA” ABSOLUTO.

ESSE NEGÓCIO DE DIZER QUE DEUS É UM “SER ABSOLUTO” É PURA LOUCURA HUMANA, E IDÉIA ABSURDA DE PESSOAS IMAGINATIVAS. EM OUTRAS PALAVRAS, ISSO SERIA O MESMO QUE DIZER QUE DEUS É A PRÓPRIA NATUREZA, A FORÇA DA NATUREZA, O ÁTOMO, A MATÉRIA DENSA DO UNIVERSO. E ESSES QUE ASSIM ACREDITAM AINDA PENSAM QUE, AO CHEGAR NO CÉU, VERÃO DEUS SENTADO NO TRONO, E JESUS AO SEU LADO, E CORRERÃO PARA ABRAÇÁ-LO.

CONCLUSÃO:

ESSAS APARIÇÕES DE UFOs (OVNIs) TRATA-SE DOS ANJOS CAÍDOS. ESSES SERES REBELDES FORAM EXPULSOS DOS CÉUS MAIS ELEVADOS, JUNTAMENTE COM SEU LÍDER MAIOR, LÚCIFER, E HABITAM OS PLANOS INFERIORES DA VIA-LÁCTEA. OS ANJOS CAÍDOS NÃO SÃO SERES ESPIRITUAIS, SÃO SERES FÍSICOS, MAS POSSUEM GRANDES PODERES E ALTA TECNOLOGIA.

SE DEUS CRIOU SERES VIVOS EM OUTROS MUNDOS, OUTROS PLANETAS, ELES NÃO TEM NADA QUE ESTAR POR AQUI NOS ASSOMBRANDO. SE DEUS CRIOU SERES VIVOS PARA HABITAR NA TERRA, ENTÃO É NA TERRA QUE ELES DEVEM FICAR, E NÃO SAIR POR AÍ, ASSOMBRANDO HABITANTES DE OUTROS PLANETA.

OS ANJOS CAÍDOS ESTÃO AQUI NA TERRA ATERRORIZANDO OS HUMANOS PORQUE EXISTE UMA TERRÍVEL GUERRA “ESPIRITUAL” SENDO TRAVADA ENTRE JESUS, MIQUEL E LÚCIFER COM SEUS ANJOS. ESSA BRIGA É POR PODER, É POR DOMÍNIO. SE NÓS, SENDO SERES INFERIORES AOS ANJOS, BRIGAMOS E LUTAMOS PELO PODER, MUITO MAIS ELES, QUE TEM ACESSO A MUITAS CRIAÇÕES NESSE IMENSO UNIVERSO.
**********************************************************************

Documento em cofre do FBI informa quem são os ETs

Em 8 de abril de 2011, foi  publicado aqui no OVNI Hoje sobre  a liberação de arquivos pelo FBI, relacionados aos OVNIs. Foram 2000 documentos  abertos ao público em um site denominado The Vault (‘O  Cofre’, em português).

Dentre os muitos documentos  interessantes, há um em específico que trata a respeito das naves  extraterrestres e seus ocupantes. (Este documento é encontrado na página 22 do  arquivo que pode ser acessado no seguinte link: http://vault.fbi.gov/UFO/UFO%20Part%201%20of%2016/view)

——————————————————————————————-
(OBS: Bem no rodapé da página de vídeo flash encontra-se o link do arquivo em formato PDF para ser baixado: ufo1.pdf  – PDF Document,   7332Kb . Você também pode baixar os documentos em formato de video flash .swf. Se você tiver instalado no PC o aplicativo Orbit.exe ou o Internet Download Manager, basta acionar o Grab++ do Orbt.exe e esperar o arquivo carregar. Em seguida aparecerá na janela do Grab++ o arquivo “Converted.swf” e você pode baixar. O arquivo flash tem 16,96 MB)
——————————————————————————————-

Apesar de não ter a identificação da  pessoa que alegou esta informação, o agente que escreveu o memorando teve a  opinião de que, embora a  informação ali contida fora obtida de forma ‘supernormal’ (seja lá o que isto signifique, e este fato a torna nula perante  todos a quem o memorando foi endereçado), ela seja importante o suficiente para  ser levada à atenção do FBI. Também é mencionado na carta que a pessoa que  apresentou esta informação tinha vários diplomas universitários e era diretor em  um estabelecimento de ensino superior.

A data do documento é de 8 de julho de  1947 e a tradução do texto segue a foto abaixo:

Uma situação muito séria pode se  desenvolver a qualquer momento a respeito dos “discos voadores”.  Se um  deles for atacado, o avião que o fizer será quase que certamente  destruído.  Na mente da população isto poderá criar pânico e suspeita  internacional.  Os principais dados a respeito destas naves está agora  disponível e deve ser divulgado, independentemente de quão fantástico e  impossível de compreender possa parecer para as mentes que não estejam  previamente instruídas a pensar desta forma.

1. Parte  destes discos possuem tripulações, outras estão sob controle remoto.

2. Sua  missão é pacífica.  Os visitantes planejam se estabelecer neste plano.

3. Estes  visitantes são similares aos humanos, mas muito maiores em tamanho.

4. Eles  não são humanos desencarnados, mas vêm de seu próprio mundo.

5. Eles  não vêm de qualquer “planeta”, assim como usamos esta palavra; mas de um planeta  etéreo que interpenetra com o nosso e não é perceptível para nós.

6. Os  corpos dos visitantes, e das naves também, automaticamente se materializam ao  entrarem na taxa vibratória de nossa matéria densa.

7. Os  discos possuem uma energia radiante, ou raio, que irá facilmente desintegrar  qualquer nave que os ataque.  Eles retornam ao etéreo quando querem e assim  simplesmente desaparecem de nossa visão, sem deixarem traços.

8. A  região de onde eles vêm NÃO é o “plano astral”, mas corresponde ao Lokas, ou  Talas.  Estudantes dos assuntos esotéricos entenderão estes  termos.

9.  Provavelmente eles não podem ser comunicados por intermédio de rádio, mas  provavelmente sim por radar, se o sistema de sinal puder ser ajustado para  tal.

Fornecemos a informação e o alerta, e não  podemos fazer mais [do que isto].  Que os visitantes sejam tratados com  bondade…

Como mencionado acima, não há  comprovação alguma de que as informações acima sejam reais e que expliquem a  respeito de  pelo menos alguns de nossos supostos visitantes.  Mesmo  assim não deixa de ser uma leitura intrigante, a qual aguça as nossas mentes e  imaginações.

————————————–
FONTE: OVNIHoje.com

————————————–

Falou e disse Miquels7

01/04/2012 Posted by | UFOLOGIA | , , , | Deixe um comentário