MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Blog com mensagens e artigos diferentes sobre Deus e a Bíblia

OS MOTIVOS PELOS QUAIS OS CRISTÃOS SERÃO EXTERMINADOS

**********
POR FAVOR, PEÇO QUE QUEM LER ESTE ARTIGO FAÇA CÓPIA E GUARDE, POIS, ESTE SITE PODE SER BLOQUEADO E OS TEXTOS APAGADOS. SE ACONTECEREM AS COISAS QUE AQUI VATICINEI, REPUBLIQUEM O TEXTO EM OUTROS BLOGS E REDES SOCIAIS.

Cristãos perseguidos no mundo

Em Apocalipse 12 diz que o Dragão encontrará dificuldade para perseguir a “mulher” (os judeus) protegida no deserto, e vai fazer guerra ao resto da sua descendência. A “descendência da mulher”, conforme diz Gênesis 3, são todas as pessoas pacíficas e tementes a Deus, como os cristãos e muçulmanos (na verdade, nem todos, néh!).

“Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás tu dentre todos os animais domésticos, e dentre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gên. 3:14-15).

“E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus. E o dragão parou sobre a areia do mar” (Apoc. 12:17-18).

Também em Apocalipse 13 diz que a Besta perseguirá os santos (os judeus ortodoxos espalhados por todo o mundo) até exterminá-los. Apenas 144 mil dos judeus ortodoxos serão arrebatados no meio da tribulação que há de vir sobre toda a Terra. O Dragão do capítulo 12 é a mesma Besta do capítulo 13; só que o Dragão não faz o serviço pessoalmente; ele deu sua autoridade e poder aos governos humanos para executarem seus intentos. Não é o Dragão que irá pessoalmente perseguir e exterminar os que servem a Deus; são os governos humanos, representados especialmente pelos Estados Unidos da América e pela ONU.

“Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo, e povo, e língua e nação. E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça” (Apoc. 13:7-9).

Os países socialistas e ateístas asiáticos não trabalham em conluio com o Dragão, pois, eles ignoram tanto a Deus quanto ao Diabo. Países como China e Coreia do Norte são nações naturais da Terra que se desenvolveram sem a influência do Grande Dragão. Porém, as grandes potências europeias, como Itália/Roma, França, Alemanha e Reino Unido (Inglaterra), bem como a Rússia e alguns países árabes-muçulmanos são marionetes do Grande Dragão, e exercem sua autoridade e poder.

POR QUE OS CRISTÃOS SERÃO PERSEGUIDOS E EXTERMINADOS?

Nos últimos dias, os cristãos serão muito mais perseguidos e exterminados que mesmo os muçulmanos. Por quê? Por causa do fanatismo dos cristãos ocidentais. O fanatismo dos cristãos ocidentais é bem pior que o fanatismo dos muçulmanos.

A maioria das seitas cristãs, principalmente as pentecostais e neopentecostais, não pregam o amor, a paz, a tolerância, a justiça e a caridade entre os humanos, nem pregam o Evangelho do reino de Cristo, mas pregam o ódio e a discriminação; pregam sobre riquezas aqui na terra; e exploram a fé dos fiéis para subtrair o pouco que ganham; pregam coisas absurdas, como o arrebatamento fictício, e ameaçam os descrentes com o sofrimento e condenação no inferno fictício; pregam o mal para os outros, e para eles somente o céu fictício.

Como isso se dará?

Os cristãos ocidentais (europeus, americanos do norte, do sul e central) estão se tornando uma praga com o fanatismo religioso que estão espalhando no planeta, pregando erroneamente sobre a iminente volta de Jesus e o tal arrebatamento fictício. Eles alardeiam de norte a sul, de leste a oeste do planeta, espalhando suas crenças baseadas em fantasias, por fazerem interpretações equivocadas de textos da Bíblia.

Conforme o tempo vai se passando e as promessas fictícias que eles alardeiam não se cumprem, mais desesperados eles ficam, pregando suas sandices. Por exemplo, eles pregam que depois que os salvos (a Igreja) forem arrebatados, o mundo entrará em colapso e haverá grandes catástrofes sobre a face da Terra. Depois da grande catástrofe, irá se instalar na Terra o governo ditatorial do anticristo, que irá durar 7 sete anos, período que eles chamam de Grande Tribulação, momento em que os cristãos que ficarem para trás serão perseguidos e exterminados. Só que nada disso irá acontecer como eles preveem. Os cristãos serão exterminados não por causa do anticristo, depois do tal arrebatamento, mas por causa dessas loucuras que eles andam espalhando nos quatro quadrantes do planeta, sobre o fim do mundo, o arrebatamento e a volta de Jesus.

Preste atenção. À medida que os anos vão se passando, nada que os crentes apregoam vai acontecer. Aí eles ficam mais desesperados ainda, visto que os males e catástrofes que eles desejavam para os outros estarão vindo sobre eles também. Mas eles não se darão por vencidos ou convencidos, e continuarão alardeando suas crenças loucas no planeta. Até que chegará o momento em que a Besta dará um basta nessas loucuras dos cristãos, incluindo-se também as loucuras dos muçulmanos e todos os religiosos em geral. A perseguição da Besta não será focada somente sobre os cristãos, judeus e muçulmanos; será sofre todas as religiões e credos. O objetivo será exterminar as crenças em coisas infundadas e fantasiosas. Eles (os agentes da Besta) chegarão à conclusão que as crendices tolas por si só não são maléficas à mente humana, mas o que as torna maléficas é o ato das seitas tentarem espalhar suas loucuras aos outros seres humanos. Então, o objetivo será conter de forma drástica o aumento das seitas, até destruí-las completamente da face da Terra.

A Besta fará com que os próprios cristãos se odeiem entre si e se matem. Da mesma forma fará com os muçulmanos.

“E, por isso que hei de exterminar do meio de ti o justo e o ímpio, a minha espada sairá da bainha contra toda a carne, desde o sul até o norte” (Ezequiel 21:4)

O intento da Besta em exterminar os cristãos e todos os religiosos do planeta será cumprido em parte, pois, o governo da Besta, isto é, dos governos atuais do mundo, não durarão para sempre. Os juízos de Deus estão sendo preparados para serem derramados sobre a Terra, sobre o trono da Besta e sobre todos aqueles que não querem saber de Deus. Embora os cristãos sejam quase todos exterminados por suas loucuras, mas muitos se salvarão do massacre promovido pela Besta.

Os cristãos, de forma geral, acham que o Diabo (Dragão e Satanás) quer ser adorado pelos humanos, e por isso, vai erguer a tal imagem da primeira Besta para que seja adorado por todos os terráqueos. Mas esse ensino é pura meninice de teólogo fanático.

O objetivo do Dragão não é ser adorado. O Dragão trouxe conhecimento aos humanos sobre o bem e o mal. Ele quer a parceria dos governos humanos para poder lutar contra o Deus Todo-Poderoso. Na verdade, o objetivo do Dragão é ajudar os humanos a se libertarem do domínio do Deus Todo-Poderoso e com isso, se tornarem seus aliados. No entanto, depois de feito tudo, o Dragão permitirá que os humanos se corrompam, e também promoverá coisas para que se corromperem ainda mais. A Democracia é a principal arma que Satanás usou nesses últimos tempos para corromper os humanos. O Dragão quis trazer liberdade aos humanos, mas eles não sabem usufruir dessa tal liberdade. E o próprio Dragão se aproveitará da fragilidade humana para escravizá-la. Foi assim que ele fez com os primeiros humanos, o povo que vivia no continente perdido, chamado de Atlântida. Deus teve que destruir o reino dos Atlantes. Mas Satanás não se deu por vencido, e corrompeu a atual humanidade. Por isso, os governos humanos atuais que se aliaram ao Dragão, bem como toda a humanidade pecadora que adora a Besta, terão que ser exterminados. O script de tudo que irá acontecer com a humanidade, os governos humanos e o planeta Terra está escrito no Apocalipse de João. Não há quem possa impedir.

**********
QUAL SERÁ O ESTOPIM PARA A DERROCADA DOS CRISTÃOS?

Os cristãos católicos e evangélicos do Brasil e do mundo não têm ideia do que está prestes a acontecer com a religião cristã.

A maioria dos cristãos pensa que está tudo bem com o Cristianismo, e que a história de Jesus Cristo está bem contada na Bíblia. Porém, ficarão de queixo caído com o que está prestes a ser revelado.

Muitos podem me questionar dizendo: Como os EUA e a ONU vão perseguir os cristãos e tentar acabar com o Cristianismo na Terra visto que a América é cristã, e a Igreja Católica é muito forte no mundo e exerce influência sobre os grandes governos do mundo, principalmente sobre os EUA? Como a religião cristã pode ser destruída se os evangélicos são o grupo que mais cresce no mundo depois do Islamismo?

Sim. Os EUA são, atualmente, o maior país defensor da religião cristã e dos judeus. Mas isso não será sempre assim. Ultimamente o presidente dos EUA, Donald Trump, se recusou a continuar participando como membro da Unesco porque a maioria dos membros não reconheceu o direito dos judeus sobre o monte do Templo, em Jerusalém. Isso significa que os EUA estão mais para o lado dos judeus (Judaísmo) do que para o lado dos cristãos (Cristianismo).

O estopim para a derrocada dos cristãos será a DESMORALIZAÇÃO da Igreja Católica Apostólica Romana e do Papa, e depois que isso ocorrer, o Cristianismo não se sustentará na Terra. A religião cristã só é forte na Terra por causa da Igreja Católica de Roma. Se os alicerces da ICAR forem derrubados, nenhuma seita cristã se sustentará, porque ela é o grande baluarte do Cristianismo. Se a ICAR cair, os protestantes evangélicos não se sustentarão. Na verdade, as seitas (denominações) cristãs e evangélicas não são nada sem a Igreja Católica de Roma.

E como se dará a desmoralização da ICAR?

A Igreja Católica Romana só não foi desmoralizada até hoje perante o mundo em virtude do serviço secreto do Vaticano, exercido através da Opus Dei, a sociedade secreta criada para defender os interesses do Papa e dos cardeais, com a finalidade de esconder os segredos da história de Jesus Cristo, e de manter o poder da Igreja na Terra.

Em breve serão revelados os segredos que a ICAR esconde sobre a verdadeira história de Jesus de Nazaré, o profeta judeu que foi transformado em “Deus” pelos cristãos. As provas contra a farsa da ICAR e da divindade de Cristo estão escondidas a sete chaves no Museu do Louvre, em Paris. Quem está por trás dessa trama são pessoas ligadas à Maçonaria, essa mesma que foi responsável pela fundação dos Estados Unidos da América. A Maçonaria é inimiga da fé cristã. Os maçons de alto grau são declaradamente satanistas. E a Maçonaria é uma seita ou sociedade secreta com fins escusos. Porém, sabemos dos seus intentos porque vários ex-maçons relataram ter ouvido dos maçons da elite os planos dessa sociedade maligna.

Os líderes cristãos e evangélicos do mundo todo dirão que isso foi um plano arquitetado pelo Diabo para acabar com a Igreja. Realmente, concordo que esse plano é diabólico arquitetado pelos maçons. Porém, será feito com a permissão de Des. Também concordo com o que será revelado sobre a verdadeira identidade de Jesus e o desmascaramento da ICAR e a farsa do Jesus que transformaram em “Deus”. O cristianismo propagado pela ICAR e igrejas evangélicas é falso, e não reflete o verdadeiro Evangelho do Cristo, o Messias, Servo de Jeová e profeta judeu que viveu há dois mil anos atrás.

Os conspiradores maçônicos provarão que o atual Evangelho de Mateus foi modificado pelos padres católicos com a intenção de justificar o ensino da teoria da trindade divina, e que o Evangelho de João foi feito intencionalmente com mensagens confusas sobre a história de Jesus para tentar deificar a sua pessoa, isto é, dar a entender que Jesus é “Deus”. O Evangelho de João é completamente diferente dos outros três evangelhos chamados de sinópticos, e muitas de suas histórias sobre os fatos ocorridos com Jesus são divergentes. Só os teólogos fanáticos que não percebem esses disparates do Evangelho de João, ou ignoram de propósito. Quanto aos escritos de Paulo, dirão que este era um lunático, e que ficou assim depois que caiu de seu cavalo indo pela Estrada de Damasco. Dirão também que a Epístola aos Hebreus é fantasiosa e cheia de contradições sobre o Judaísmo. Dirão ainda que o Jesus que apareceu a Paulo não é o mesmo Jesus dos evangelhos sinópticos, pois, o Jesus dos evangelhos sinópticos não aboliu a antiga Lei Mosaica, não foi contra o Judaísmo e nem blasfemou se proclamando Deus igual ao Pai.

Quando os segredos que a ICAR esconde há séculos forem revelados ao mundo, toda a cristandade ficará chocada e chorará. Milhares de igrejas católicas serão queimadas nos EUA, na Europa e no mundo. E as igrejas cristãs também não escaparão do massacre. E a perseguição dos muçulmanos contra os cristãos será ainda maior. E depois disso acontecer, o Papa irá renunciar, e nenhum outro cardeal terá coragem de se candidatar ao cargo de Papa. Os cristãos evangélicos do Ocidente tentarão resistir e continuar com a fé cristã, mas tudo será em vão.

Feito isso, a Besta, isto é, os EUA, se voltará para Israel, e fará um pacto com o povo escolhido de Deus, os judeus, para apoiá-los e defende-os. Só que esse pacto não será feito com os judeus ortodoxos, mas com os judeus sionistas, esses que estabeleceram o Estado de Israel sem a ordem divina. E o próximo passo será a reconstrução do Terceiro Templo. Na verdade, Israel já tem feito acordo com a Besta desde a implantação do Estado de Israel pelo movimento sionista. Porém, esse novo acordo será de mais estreitamento com o povo de Israel, a fim de darem início à reconstrução do Terceiro Templo. E isso será o estopim para um grande conflito no Oriente Médio, momento em que a Besta (EUA), com aval da ONU, apoiada pelo poderio militar e bélico de Israel, dará um basta nas ameaças dos muçulmanos contra os judeus. Irã, Egito, Palestina, Turquia, Líbano, Síria e demais países árabes não poderão resistir contra a Besta e contra Israel até o momento em que Deus permitir. Os muçulmanos serão expulsos do Monte do Templo para que sejam iniciadas as obras da reconstrução do novo Templo.

Deu para entender agora por que o governo americano defende tanto o Estado de Israel? Eles vão menosprezar os cristãos por causa do escândalo e da desmoralização da Igreja Católica, e se voltarão para a “mulher deixada no deserto”.

No capítulo 12 de Apocalipse se diz que a “mulher” (Israel), após dar a luz ao filho varão (os 144 mil) é deixada no “deserto” a fim de ficar protegida da influência do Dragão (Satanás). O grupo dos 144 mil judeus será arrebatado no momento certo e ninguém no mundo irá perceber esse evento, pois, o número de 144 mil pessoas desaparecendo é quase insignificante comparando-se com os 7 bilhões de seres humanos vivos na Terra. Repare que no capítulo 17 de Apocalipse o profeta diz viu uma “mulher” assentada sobre uma Besta cor de escarlata caminhando no deserto. Logo, conclui-se que essa “mulher” é aquela mesma que foi deixada no deserto longe da vista do Dragão. Só que essa mulher se corrompe e monta sobre a Besta, que são os governos humanos. Também se diz que essa mulher é a grande cidade de Babilônia que reina sobre os reis da Terra. Os teólogos evangélicos fanáticos afirmam que essa mulher de Apocalipse 17 é a Igreja Católica de Roma. Outros a identificam como representante de todas as religiões da Terra. Eu mesmo já identifiquei essa mulher como sendo o próprio planeta Terra, com suas religiões, culturas e comércios pelo sistema capitalista, pois podemos perceber isso no capítulo 18, na lamentação dos mercadores e poderosos após sua queda. Na verdade, as cidades de Jericó, Babilônia e Egito são símbolos do mundo como um todo, isto é, do planeta Terra. E depois que a mulher montou na Besta cor de escarlata, Jerusalém, a grande cidade que reina sobre os reis da Terra, ficou sendo símbolo do mundo decaído. Podemos perceber que a grande cidade de Babilônia do capítulo 17 de Apocalipse é Jerusalém pelo que se diz sobre ela no capítulo 11, onde João a compara com “Sodoma” e “Egito”. Veja:

“E jazerão os seus corpos na praça da grande cidade, que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi crucificado” (Apoc. 11:8).

Ou seja, tanto faz chamar Jerusalém de Sodoma, Egito e grande Babilônia.

No entanto, o pacto da Besta com a mulher não durará muito tempo, pois, esta será traída. Apocalipse de João diz que Besta se voltará contra a mulher e a deixará desolada e nua. Já defendi em meus escritos afirmando que essa mulher é o sistema religioso dominante no mundo representado pela Igreja Católica, e que a Besta iria trair o Papa e iria destruir o Cristianismo. Pelo que já descrevi, acima, sobre o plano maçônico para acabar com a ICAR, dá no mesmo. A mulher pode ser o sistema religioso liderado pela ICAR ou pode ser a cidade de Jerusalém (Israel) que se corrompeu através do Sionismo.

“Disse-me ainda: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas. E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo” (Apoc. 17:15-16).

No seu Evangelho Jesus disse que não veio abolir a Lei e ainda exortou com veemência aqueles que tentarem violar os mandamentos da Lei de Moisés por menor que seja. Jesus também falou sobre o seu reino. A expressão “reino dos céus” não significa um reino no céu. Jesus não tem um reino no céu. O seu reino ainda está por ser estabelecido aqui na Terra. Disse ele: Bem-aventurado sois vós, os pobres, porque vosso é o reino dos céus.

Por favor, você que é cristão evangélico fanático, abra sua mente e pare com essa loucura de reino no Céu. Não existe nenhum reino no céu prometido por Cristo. O reino que Cristo prometeu será aqui mesmo na Terra. Jesus nunca usou a expressão REINO NO CÉU ou REINO DO CÉU. Se você ainda teimar, convoque os melhores professores entendidos em Língua Portuguesa para lhe explicar que a expressão “reino dos céus” não quer dizer um reino no céu, mas um reino que veio do céu para se estabelecer aqui na Terra. Jesus declarou a Pilatos que o seu reino não era deste mundo. Ora, o que Cristo quis dizer com isso? Quis dizer que o seu reino não era como o dos humanos, mas um reino divino, baseado na paz, na justiça e no amor. Leia as palavras do verdadeiro Cristo que as igrejas deviam estar pregando, e não os ensinos deturpados do evangelho ensinado por Paulo.

Mateus 5

3 Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.
4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.
5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.
7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.
8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.
9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa.
12 Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.
13 Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens.
14 Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;
15 nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.
16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
17 Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.
18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.
19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.

E tenho dito. Anote bem o que aqui escrevi.

Agora, leia todo o capítulo 17 de Apocalipse para entender o que escrevi. Leia também o capítulo 18.

Apocalipse  17

1 Veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;
2 com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam sobre a terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.
3 Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres.
4 A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição;
5 e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra.
6 E vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue dos mártires de Jesus. Quando a vi, maravilhei-me com grande admiração.
7 Ao que o anjo me disse: Por que te admiraste? Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a leva, a qual tem sete cabeças e dez chifres.
8 A besta que viste era e já não é; todavia está para subir do abismo, e vai-se para a perdição; e os que habitam sobre a terra e cujos nomes não estão escritos no livro da vida desde a fundação do mundo se admirarão, quando virem a besta que era e já não é, e que tornará a vir.
9 Aqui está a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada;
10 são também sete reis: cinco já caíram; um existe; e o outro ainda não é vindo; e quando vier, deve permanecer pouco tempo.
11 A besta que era e já não é, é também o oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição.
12 Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam o reino, mas receberão autoridade, como reis, por uma hora, juntamente com a besta.
13 Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.
14 Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os que estão com ele, os chamados, e eleitos, e fiéis.
15 Disse-me ainda: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas.
16 E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo.
17 Porque Deus lhes pôs nos corações o executarem o intento dele, chegarem a um acordo, e entregarem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.
18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

——————————————–
Miquels7 – Manaus, 18/10/2017

Anúncios

18/10/2017 Posted by | CRISTIANISMO EM CRISE, FANATISMO RELIGIOSO, GOVERNO DA BESTA, ISRAEL E AS PROFECIAS, MENSAGENS DE ALERTA, MENSAGENS ESPECIAIS, REVELAÇÕES APOCALIPTICAS, SOCIEDADES SECRETAS, TEMAS SÓ PARA TEÓLOGOS DISCUTIR | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O OITAVO REI DO APOCALIPSE, SEGUNDO PR. LAURO HENCHEN

    **********************************************************
    ULTIMAMENTE, TEM SURGIDO NA INTERNET MUITOS FILÓSOFOS AMADORES, SÁBIOS, PSEUDOSÁBIOS, APOLOGETAS, INTÉRPRETES DA BÍBLIA, ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA, TEÓLOGOS AMADORES, CADA UM DEMONSTRANDO SER MAIS ENTENDIDO QUE O OUTRO.
    ATÉ CERTO PONTO, ISSO É SAUDÁVEL, JÁ QUE VIVEMOS NUM AMBIENTE DEMOCRÁTICO, ONDE É LIVRE A EXPRESSÃO DO PENSAMENTO, SENDO VEDADO O ANONIMATO.
    DE TANTOS PENSAMENTOS, DE TANTOS DEBATES, DE TANTAS IDÉIAS GENIAIS E INÉDITAS, OS ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA E ASSUNTOS POLÊMICOS DA BÍBLIA PODEM TIRAR PROVEITO DAQUILO QUE É ÚTIL, E MONTAR ESTUDOS MAIS PROFUNDOS E ABRANGENTES.
    ESTE ASSUNTO QUE POSTO AQUI É MAIS UM DOS MUITOS QUE TEM SURGIDO NA GRANDE REDE. A INTERNET TEM CONTRIBUIDO MUITO COMO FONTE DE INFORMAÇÃO E DE IDÉIAS NOVAS. ALGUMAS PESSOAS TEM IDÉIAS GENIAIS, MAS NÃO CONSEGUEM SE APROFUNDAR NO ASSUNTO E NÃO FAZEM UMA CONCLUSÃO SEGURA. AÍ VEM UM ESPERTO, PEGA A IDÉIA DO OUTRO E APROFUNDA O CONHECIMENTO.
    A INTERNET ESTÁ CHEIA DE LADRÕES DE IDÉIAS GENIAIS. NO BLOG, SEMPRE QUE PUBLICO ESTUDOS, PROCURO CITAR OS AUTORES E AS FONTES DOS PENSAMENTOS QUE INCLUO NOS MEUS TEXTOS.
    OS ESTUDANTES DA BÍBLIA DEVEM ENTENDER QUE O LIVRO DO APOCALIPSE É UM TRATADO PROFÉTICO EM ESCALA GLOBAL COM A HUMANIDADE. NÃO TENTE ACHAR PARTICULARIDADES NO APOCALIPSE, COMO POR EXEMPLO, ACHAR QUE A SUA DENOMINAÇÃO RELIGIOSA É UMA DAS SETE IGREJAS DA ÁSIA, RETRATADAS NO CAPÍTULO 2, OU QUE SOMENTE OS CRENTES DA SUA IGREJA SERÃO ARREBATADOS, PORQUE SE JULGAM SER A IGREJA DE FILADÉLFIA. POR FAVOR, ENTENDAM QUE AS CIDADES DE BABILÔNIA, EGITO, JERICÓ, ROMA, SÃO SÍMBOLOS DO MUNDO CORROMPIDO. BABILÔNIA NÃO REPRESENTA IGREJA A OU B. REPRESENTA TODO O SISTEMA SOCIAL, COMERCIAL E RELIGIOSO DO MUNDO. OS SETE MONTES ONDE A BESTA (GOVERNOS HUMANOS) DOMINA, SÃO OS SETE CONTINENTES DA TERRA; EM OUTRO SENTIDO, TAMBÉM SÃO SETE REINOS OU IMPÉRIOS. A MULHER SENTADA SOBRE A BESTA COR DE ESCARLATA É A GRANDE CIDADE (ROMA, BABILÔNIA, JERICÓ, EGITO), OU SEJA, É O MUNDO E TODO O SEU SISTEMA DE CORRUPÇÃO E REBELDIA CONTRA DEUS.
    JÁ MOSTREI AQUI NESTE BLOG QUE A IGREJA CATÓLICA (ICAR) NÃO É A GRANDE BABILÔNIA, NEM O PAPA PODE SER A BESTA DO APOCALIPSE.
    VOU REPETIR: SE A ICAR É A GRANDE BABILÔNIA E O PAPA É A BESTA DO APOCALIPSE, ENTÃO TODOS OS PROTESTANTES ESTÃO LASCADOS E PERDIDOS, POIS SÃO FILHOS DA “PROSTITUTA”, POIS DE LÁ SAIRAM, QUANDO MARTINHO LUTERO FEZ A REFORMA PROTESTANTE. A ICAR É A PRINCIPAL REPRESENTANTE DO CRISTIANISMO NA TERRA. SE ELA É A GRANDE BABILÔNIA, ENTÃO O CRISTIANISMO É UMA RELIGIÃO FALSA, O NOVO TESTAMENTO É FALSO, POIS FOI ORGANIZADO, GUARDADO E TRANSMITIDO AO MUNDO PELA ICAR. ALÉM DE TUDO, QUEM ELEVOU JESUS À CATEGORIA DE DIVINDADE, PASSANDO A SER ADORADO COMO DEUS, FOI A IGREJA CATÓLICA, NO TEMPO DO IMPERADOR CONSTANTINO, QUANDO A IGREJA SE UNIU AO ESTADO ROMANO. QUEM DEFINIU OU TRANSLITEROU O NOME “JESUS” PARA O LATIM E O PORTUGUÊS FORAM OS PADRES DA ICAR. O JESUS QUE A ICAR DIVULGA AO MUNDO É O MESMO JESUS DO NOVO TESTAMENTO PREGADO PELOS PROTESTANTES. SE A ICAR É FALSA, O JESUS QUE ELA PREGA É FALSO, E OS PROTESTANTES SÃO TODOS BURROS. 
    EM APOCALIPSE 17:1 E 15 DIZ-SE QUE A MULHER, A PROSTITUTA, GRANDE BABILÔNIA, ESTÁ ASSENTADA SOBRE MUITAS ÁGUAS. E NA INTERPRETAÇÃO, “ÁGUAS” SIGNIFICA POVOS, LÍNGUAS E NAÇÕES. MAIS NA FRENTE, NO VERSÍCULO 3, SE DIZ QUE A MULHER (GRANDE BABILÔNIA) ESTÁ ASSENTADA SOBRE UMA BESTA COR DE ESCARLATA. LOGO, SERÁ QUE A “BESTA” SÃO OS HABITANTES DA TERRA? NÃO. CLARO QUE NÃO. O TEXTO APOCALÍTICO TEM DUPLO SENTIDO, DUPLA SIGNIFICAÇÃO. JAMAIS PODE SER INTERPRETADO LITERALMENTE.
    “Disse-me ainda: As águas que viste (A BESTA), onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas”.
    A PROVA DE QUE A ICAR NÃO É A GRANDE BABILÔNIA ESTÁ NO CAP. 18:24.
    “E nela (BABILÔNIA) se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na Terra”.
    JAMAIS UM TEÓLOGO EM SÃ CONSCIÊNCIA IRÁ CONCORDAR QUE A ICAR É CULPADA POR TODOS OS QUE FORAM MORTOS NA TERRA.
    .
    O AUTOR DESTE ESTUDO QUE PUBLICO AQUI É O PR. LAURO HENCHEN, BACHAREL EM TEOLOGIA PELO STBOB, E PASTOR PELA CONVENÇÃO BATISTA NACIONAL. SEGUNDO O PERFIL NO SITE, ELE É OFICIAL (TENENTE) DO EXÉRCITO BRASILEIRO, É FORMADO EM ENGENHARIA CIVIL PELA UFMS.
    ELE DIZ TER PUBLICADO UM LIVRO INTITULADO “A BESTA E A BABILÔNIA APOCALIPTICAS”, ONDE FEZ UM ESTUDO DETALHADO DO ASSUNTO.SOBRE O ESTUDO ESCATOLÓGICO EM QUESTÃO, TRANSCREVO APENAS AS PARTES PERTINENTES, POIS OS TEXTOS QUE O AUTOR ESCREVE SÃO MUITOS EXTENSOS E TEM MUITOS ARRODEIOS. ALÉM DO MAIS, O CARA TEM UMA PACIÊNCIA DE JÓ, POIS O TEXTO É TODO COLORIDO.

    DETALHE: O AUTOR DO TEXTO, ABAIXO, SEGUE NA LINHA DE INTERPRETAÇÃO MAIS COERENTE E CORRETA, COMO DEVE SER INTERPRETADO O APOCALIPSE. PORÉM, NÃO COMPACTUO COM SUAS CONCLUSÕES. EU TAMBÉM INTERPRETO POR ESSA MESMA LINHA DE PENSAMENTO, MAS MINHAS CONCLUSÕES SÃO DIVERGENTES DAS DESTE AUTOR.

    NO ENTANTO, A LINHA DE INTERPRETAÇÃO TRAÇADA POR ESTE AUTOR PODE SER DE GRANDE PROVEITO PARA OS ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA.
    ***********************************************************

    FONTE: PR. LAURO HENCHEN – O OITAVO REI

    O Oitavo Rei do Apocalipse – A Besta Apocalíptica

    Este assunto está comprovado por cientistas como Sir Isaac NEWTON, ciências como: História Geral, Geografia e Matemática. Está devida e incontestavelmente provado pela Bíblia. Por estar tudo provado posso ser ousado em desafiar toda a humanidade a contestá-lo.

    Sugiro ao leitor copiar agora mesmo, imediatamente, todo este blog com seus quatro assuntos no Word, porque não se sabe o que acontecerá amanhã: “Sede sóbrios; vigiai; porque o Diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar.” (I Pedro 5:8). O Diabo deve estar muito furioso com este blog e como o planeta Terra está no poder de Satanás, conforme Lucas 4:5-6, é bom ficar bem esperto!

    Este Ministro do Evangelho teve a horna de receber a homenagem: “Conselheiro Federal – 2010” a nível internacional, pelo Conselho Federal de Pastor, por causa deste blog e do livro: A Besta e a Babilônia Apocalípticas.

    Depois que Deus usa um de Seus servos (que foi o único acadêmico da turma e o segundo em décadas de anos a obter nota máxima 10 na Monografia final do curso superior de Bacharel em Teologia) na revelação de mistérios as pessoas se perguntam: Por que eu mesmo não tive essa idéia? Como estava tão fácil “debaixo do meu nariz” e eu não percebia! Deus só revela os Seus mistérios mais importantes aos Seus filhos que tem maior credibilidade e entendimento, que, acredito, já receberam tal missão mesmo desde antes de serem gerados no ventre de sua mãe.

    Por exemplo, Apocalipse 13:18 diz assim: “Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de HOMEM. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis.” (Grifo meu). Após escrever meu livro sobre: “A Besta e a Babilônia Apocalípticas” (de cujo título solicitei a marca registrada no INPI pelo Processo nº 901029122, e tenho direitos autorais sobre o livro junto à Fundação Biblioteca Nacional do Ministério da Cultura), em cujo livro já escrevi sobre o oitavo rei do Apocalipse, nosso Deus continuava me despertando do sono várias noites e o Espírito Santo me conscientizava de que deveria estudar mais a fundo sobre o 8º rei de Apocalipse 17:11.

    Este versículo diz assim: “E a besta que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.” (Grifo meu). Qualquer pessoa atenta percebe facilmente que a besta do Apocalipse é o 8º rei. Assim ficou bem fácil de descobrir quem é a monstruosa besta do Apocalipse: é só descobrir quem é o tal 8º rei! Basta estudar História Geral. Tão simples, não é mesmo?

    Primeiramente deve ficar gravado na mente do caro leitor que a famosa besta do Apocalipse é o tal 8º rei. Em segundo lugar quero apelar para a sabedoria do leitor: pergunto se acaso conhece, em toda a História humana, alguma máquina como computador, algum sistema como televisão ou Internet, alguma mulher, etc. que seja REI (se fosse mulher seria rainha). Portanto o 8º rei (a satânica besta do Apocalipse no comando da meretriz Babilônia) é um IMPÉRIO MUNDIAL: povos, multidões, nações e línguas (Apocalipse 17:15) comandado por HOMENS (do sexo masculino) como está claro em Apocalipse 13:18, isto é, na realidade besta apocalíptica é cada um dos vários HOMENS que comanda, por sua vez, o tal oitavo império mundial. Somente um real, carnal, HOMEM é que pode ser REI no planeta Terra.

    E sobre a Babilônia do Apocalipse é preciso antecipar ao leitor que ela jamais poderá ser confundida com a extinta real cidade de Babilônia física da antiguidade, capital do Império Babilônico. Deixa-me muito triste e indignado deparar com revistas internacionais defendendo a absurda idéia de suposta reconstrução daquela extinta cidade. Mesmo que tal extinta cidade viesse a ser reconstruída, contrariando vários textos bíblicos (exemplo: Isaías 13:20; Jeremias 51:26, etc.), jamais seria a Babilônia fictícia, simbólica, mística, do livro de Apocalipse da Bíblia.

    Creio que o leitor estudou a conjugação de verbos em livros de gramática da lingua portuguesa. E por isto o convido a fazer a interpretação do texto de Apocalipse 17:18 sobre a Babilônia: “E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.” Tanto o verbo ser (é) como o verbo reinar (reina) estão conjugados no presente do indicativo. Assim está claro que a Babilônia espiritual do mal, apenas simbólica, fictícia, apocalíptica, estava existindo e dominando o mundo no ano 96 d.C. enquanto a real Babilônia física, capital do Império Babilônico, se extinguiu com Alexandre Magno em 323 a.C. Portanto, sem chance de contestação, a satânica Babilônia simbólica, fictícia, figurada, apocalíptica, em 95/96 d.C. (anos da escrita do Apocalipse) era a cidade de Roma.

    Porém a maior prova do cúmulo de absurdo na hipótese de ser a real extinta cidade de Babilônia supostamente a ser reconstruída está em Apocalipse 17:9 onde diz que a simbólica, fictícia cidade Babilônia apocalíptica está construída (assentada) sobre 7 (sete) montes. Enquanto a real extinta cidade de Babilônia nunca teve e nunca teria nada a ver com sete montes, já a cidade de Roma se orgulha de ser a idolatrada (adorada) e famosa “Cidade das Sete Colinas“. Veremos que hoje Babilônia apocalíptica não é somente Roma, mas principalmente uma entidade que domina o mundo todo.

    Se o apóstolo João, do livro de Apocalipse, tivesse usado diretamente o nome de Roma, naquela época, teriam-no matado as autoridades romanas e queimado o livro de Apocalipse. João não viu outra saída senão a de substituir a palavra Roma por Babilônia citando uma Babilônia fictícia, simbólica, aproveitando-se do nome e em comparação com a real Babilônia, capital do extinto Império Babilônico, onde na antiguidade foram criadas todas as idolatrias mundiais através da rainha Semaris, ex-esposa de Ninrode, algum tempo após o Dilúvio, quando já havia grande coligação de povos, perto do local e época da Torre de Babel. Ler as provas no meu livro: “A Besta e a Babilônia Apocalípticas”.

    Por três ou quatro noites, durante sono profundo, cerca de duas horas da madrugada, eu era acordado com a idéia de que deveria estudar mais a fundo sobre o 8º rei do Apocalipse (atuação do Espírito Santo). Eu pensava: já escrevi sobre isto no livro, e voltava a dormir. Porém na última noite veio um esquema de palavras e temas chaves que eu deveria estudar. Então percebi que era ordem de Deus e que eu tinha que obedecer: levantei para ir ao Escritório.

    Mas então minha esposa também acordou e pediu-me que continuasse deitado com ela. Pensei: não adiantaria dizer a ela que recebi ordem de Deus e então perguntei se ela teria alguma caneta no quarto fim eu anotar os assuntos chaves a pesquisar. Anotei tudo num papel mas não consegui mais dormir. Assim que minha esposa voltou a dormir sono pesado fui ao Escritório e eis a seguir o estudo dado pelo próprio Deus como privilégio ao caro leitor.

    Voltando ao Apocalipse, lendo-se os versículos 9, 10 e 11 do capítulo 17 de Apocalipse temos que o mundo iria ser governado por 7 (sete) impérios mundiais (reis) no total. Também diz que 5 (cinco) deles já tinham caído no ano 96 d.C. quando foi escrito o Apocalipse, que foram: Egito, Assíria, Babilônia, Média-Pérsia e Macedônia (Grécia). O 6º rei (império mundial) estava existindo em 96 d.C. e que foi o Império Romano. E o 7º império mundial ainda seria algo do futuro de então. E afirma taxativamente que dentro dos sete reis (impérios) iria nascer um 8º rei. Isto somente tem uma única, exclusiva e obrigatória solução do ponto de vista da História Geral: o 8º rei seria o mesmo 7º rei cumulativamente (ao mesmo tempo). Um só homem de cada vez iria desempenhar ao mesmo tempo as duas funções: 7º e 8º reis (impérios) cumulativamente.

    Atualmente recebo revista internacional onde lamentavelmente ainda consideram o assunto sobre a besta apocalíptica do mar como sendo tudo somente ainda algo para nosso futuro. Vou transcrever novamente Apoc. 17:11 para o leitor fazer sua própria interpretação de leitura: “E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.” Está claro que a besta do mar já existia (era) mesmo antes de ser escrito o Apocalipse. E vou transcrever parte de Apoc. 17:10 sobre as sete cabeças da besta: “E são bambém sete reis: cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo ...” Está claro que cinco reis (impérios mundiais) já eram coisa do passado em 95/96 d.C. Que 6º rei (império mundial) estava existindo e o 7º ainda seria algo do fruturo de então.

    E qualquer pessoa atenta já podia desconfiar que neste versículo a palavra rei é figurada representando império mundial porque existiram impérios com dezenas de reis, sucessivos e até ao mesmo tempo (reis de vários países integrantes do mesmo império mundial). O próprio livro de Daniel já define como sendo impérios mundiais, citando até nomes de impérios, confirmados pela História Geral, Geografia, Arqueologia, etc.

    Há uma ou mais possíveis razões para tal errado comportamento dessas revistas internacionais: 1) Seus redatores são covardes para escrever as verdades “nuas e cruas”; 2) Ou são cúmplices da besta e da Babilônia apocalípticas; 3) Ou estão sendo ameaçados para ocultar a verdade; 4) Ou estão sendo pagos (corrompidos) para mentir; 5) Ou são “masoquistas” não voltando atrás para não admitirem que estão errados (talvez pensando que estão certos), e com isto estão prejudicando vidas; 6) Ou são tão néscios a ponto de se meterem, sem estudar, em coisas que não entendem, e tão incompetentes de não saberem fazer interpretação de leitura. O leitor já deve ter percebido que muitíssima falsa literatura mundial precisa ser reciclada como papel, para melhor destinação.

    Estudando-se as profecias de Daniel interpretadas pelo gênio Sir Isaac NEWTON (um famoso teólogo e também um dos maiores cientistas de todos os tempos em muitas áreas, principalmente nas ciências Física e Matemática) sobre os 10 chifres (povos, reinos menores) do 4º animal, que surgiriam com a futura queda de então, do Império Romano do Ocidente (o que realmente ocorreu no ano de 455 d.C.), de cujos 10 chifres, ainda mais no futuro de então, seriam arrancados 3 deles enquanto nasceria um 11º chifre, cujas profecias já se cumpriram exata e integralmente, o que foi muito bem provado anteriormente neste livro, percebemos que o tal 11º chifre do 4º animal, de Daniel 7:7-8, é o mesmo 8º rei espiritual (besta) de Ap. 17:11, conforme previu o rei franco-romano Carlos Magno, em remorso, minutos antes de morrer. Cujas provas estão neste livro: A Besta e a Babilônia Apocalípticas.

    As mesmas revistas internacionais que hoje defendem a absurda idéia de ser a Babilônia fictícia, simbólica, apocalíptica, a mesma extinta real cidade de Babilônia supostamente a ser reconstruída, no passado também defendiam a ridícula idéia de serem os 10 chifres (povos, reinos menores) dos livros de Daniel e Apocalipse, no futuro de então, as 10 nações da Comunidade Econômica Européia daquela época, hoje União Européia. Portanto, rejeitavam arrogantemente as descobertas escatológicas do gênio teólogo e cientista Newton. Enquanto as profecias sobre os 10 chifres e mais o 11º se cumpriram exata e totalmente entre os anos 455 d.C. e 774 d.C., já hoje a União Européia tem mais de 25 países, provando o ridículo das teorias de tais revistas internacionais.

    O 7º império mundial que a História Geral registra foi o Sacro Império Romano-Germânico sob comando geral dos “papas” de Roma, e que teve início em abril de 774 d.C. com o “papa” Adriano I, conforme o escritor italiano Taglialatela estudado anteriormente neste livro. Qualquer pessoa atenta já podia desconfiar do próprio nome de tal império: ele traz a palavra Sacro, que quer dizer supostamente sagrado, religioso, espiritual.

    Aproveite para saber como se criou a prostituta Babilônia ao longo dos milênios, digitando no Google diretamente o assunto: ESTUDOS APOLOGÉTICOS: A ORIGEM DO CATOLICISMO ROMANO. Todo humano está sujeito a erros nas escolhas. Mas o triste é se deparar com “masoquistas” sabendo que estão no mau caminho e não mudam de rumo, como se gostassem de sofrer e de serem enganados.

    O leitor sabia que mesmo aqui no Brasil (nordeste), no Monte do Galo em Carnaúba dos Dantas – RN, os católicos adoram e rezam para uma estátua de galo (ave galinácea) por acreditarem numa lenda local? Acreditar na lenda da Senhora Aparecida (“apareceu” como e onde? Tente descobrir a real história porque dá pena da ingenuidade do povo brasileiro) e rezar para ela já é muita cegueira espiritual. Imagine o ridículo em acreditar e rezar para uma estátua de galo! Sabia que o “papa” Paulo VI, antes de ser “papa”, quando ainda era Giovanni Martini, foi cúmplice do Holocausto de judeus, e que o “papa” Pio XII foi colaborador do genocida Adolf Hitler no extermínio de judeus no Holocausto da 2ª Guerra Mundial?

    Sabia que a Igreja Católica Apostólica Romana, até bem recentemente na História, considerava mulheres, índios e negros como animais sem alma? Uma tremenda discriminação mundial.

    Os próprios jesuítas, que sempre foram adorados como santos e bajulados por “masoquistas”, ingênuos, incautos, excluíam os negros da educação e da catequese por considerá-los como gente sem alma. Isto é, para o clero católico romano os negros tinham que ficar analfabetos e não tinham direito à salvação em Cristo, por supostamente não terem alma.

    Repetindo, os negros eram marcados com ferro quente pela Igreja Católica Apostólica Romana como se fossem gado de fazendas, com uma grande diferença: bois e vacas tem camada grossa de pelos e só são queimados os seus pelos, enquanto os negros eram queimados na carne. Muito doído, não é mesmo?

    Voltando ao assunto do 7º Império Mundial: civil, militar, social, político e economicamente os sétimos reis (imperadores) mundiais foram “papas” da Igreja Católica Apostólica Romana. Mas paralelamente ao 7º rei (império mundial) os “papas” também comandaram um império espiritual mundial satânico (besta), previsto pela Bíblia e pelo rei Carlos Magno, como sendo o 8º (oitavo) rei (imperador) de Apocalipse 17:11 e o 11º chifre do 4º animal descrito em Daniel 7:7-8. Que hoje ainda é um império mundial diferente, terrivelmente idólatra como descreve a Bíblia, comandando a prostituta Babilônia, que é a igreja apóstata, idólatra e impostora (que usurpou, indevidamente, o lugar da Igreja pura, primitiva de Cristo e dos apóstolos).

    Assim está provado, de todas as maneiras, que os 7º e 8º reis (imperadores) mundiais foram os “papas” católicos romanos e, portanto, também está provado, sem chance de contestação (estou desafiando todo mundo a contestar), que a famosa e satânica besta do Apocalipse é todo e qualquer “papa” por serem eles o 8º rei (besta), pela própria definição de Ap. 17:11. Alguém poderia argumentar: por que o 8º império está junto do 7º império? Não poderia estar junto dos outros seis, ou de algum deles? Resposta: por força do próprio nome do 7º império mundial que é o famoso Sacro Império Romano-Germânico. A existência da palavra Sacro define como sendo mistura de poder secular (civil, militar, social, político e econômico) com poder religioso (sagrado). Ou seja: dois impérios, distintos entre si, sendo comandados ao mesmo tempo (cumulativamente), por apenas 1 (um) homem de cada vez. Eu sempre procuro “matar a cobra e mostrar o pau”.

    Para os relutantes que ainda duvidam que os “papas” sejam cumulativamente os 7º e 8º reis é bom lembrar de sites da Internet de cultura geral como Wikipédia afirmando que, através da tiara, a tríplice coroa (três andares) que aparece nas fotografias e estampas dos próprios brasões dos “papas” (ver pela Internet), eles se julgam como sendo: 1) “Pai dos Reis”, “Regente do Mundo”, e “Vigário de Cristo”; 2) “Sacerdote”, “Rei”, e “Mestre”. A origem da coroa de três andares possivelmente se deva exatamente ao fato de o “papado” ser o 11º chifre do 4º animal, descrito em Daniel, nascido em decorrência da derrota de três chifres (povos bárbaros): hérulos, ortrogodos e lombardos, sendo seus territórios doados por Carlos Magno à falsa “Igreja”, nascendo o 7º rei (império mundial) político e o 8º rei espiritual, apocalíptico (ler no meu livro). Inicialmente a tríplice coroa era de ferro. Depois passou a ser de ouro (ou prata) enfeitada com cristais, e atualmente os “papas” a dispensaram para não se dununciarem como sendo as bestas do Apocalipse.

    Acredito que foi exatamente naquela época de máxima arrogância dos “papas”, quando tinham o mundo inteiro aos seus pés durante o 7º império (rei), o Sacro Império Romano-Germânico, que os “papas” criaram para si o título de enorme blasfêmia LATINVS REX SACERDOS (no latim não existe U nem J, portanto, sempre que aparecer palavra latina com U, como em “currículum”, tal palavra já foi falsificada, transliterada em português) que quer dizer: “Rei e Sacerdote Latino” e por isto é título de blasfêmia contra Deus e contra Jesus Cristo que são os únicos Reis espirituais do Universo.

    E no mundo civilizado cristão quase todas as pessoas já leram, ou pelo menos ouviram falar, a expressão: “Papa-Rei de Roma” que é outra versão do título de blasfêmia “Rei e Sacerdote Latino”. Isto é uma prova fatal de que os “papas” desempenharam as duas funções cumulativamente (ao mesmo tempo): rei (7º império civil político mundial) e falso sumo sacerdote (8º rei mundial espiritual, a besta do Apocalipse por definição do próprio versículo de Ap. 17:11) no comando da prostituta Babilônia, que é a igreja idólatra, impostora, e apóstata: que se desviou do Evangelho puro de Cristo e dos apóstolos, desde o ano de 431 d.C., no Concílio de Éfeso, quando foi criada (empurrada “güela abaixo”) a satânica “mariolatria” (idolatria de Maria), sendo os maiores opositores mortos naquele ato.

    Porém, extremamente importante é saber que o famoso título de enorme blasfêmia LATINVS REX SACERDOS dá cálculo matemático, nada mais, nada menos, que exatamente 666 (com números romanos, a numeração oficial e mundial na época dos romanos, como prova a Enciclopédia Barsa): L=50, I=1, V=5, X=10, C=100, D=500. Total 666. Sendo 666 o famoso número que identifica a besta do Apocalipse 13:18.

    Para cumprimento de Ap. 13:1 e 17:3 os “papas” têm exatamente na sua cabeça, ou seja, na própria coroa de três andares os títulos de blasfêmia: “DVX CLERI”, “VICARIVS FILII DEI” e “VICARIVS GENERALIS DEI IN TERRIS” que todos dão 666. E os “papas” ainda têm outros títulos de blasfêmia que dão 666. Deus é fiel! Ele sempre cumpre com a Sua Palavra (a Bíblia)! As profecias da Bíblia sempre se cumprem, e ainda se cumprem literalmente (não alegoricamente), “ao pé da letra”! PODE HAVER MAIOR CREDIBILIDADE E VERACIDADE DA BÍBLIA QUE ESTA? Que o Triúno Deus: Deus Pai, Deus Filho (Jesus Cristo, Palavra, Verbo) e o Deus Espírito Santo (Consolador) sejam louvados. Aleluia! Glória ao Triúno Deus!

    Porém o 8º rei, a satânica besta apocalíptica, o império espiritual, religioso, maligno, no comando da prostituta Babilônia, ele somente recebeu uma ferida mortal no dia 15/02/1798, cuja ferida foi curada no dia 11 de fevereiro de 1929 quando, pelo acordo do Tratado de Latrão entre Benito Mussolini e o “papa” Pio XI, foi criado o Estado do Vaticano dentro da cidade de Roma, tornando o “papa” como um rei soberano com poderes civis, políticos e econômicos que tinha na época do 7º império. Portanto, o 8º rei voltou com força total e a ferida totalmente curada. Eu sempre procuro “matar a cobra e mostrar o pau”.

    Hoje os presidentes de países estão se ajoelhando em frente da besta apocalíptica, isto é, adorando-a, blasfemando contra o Triúno Deus. E até líderes de igrejas protestantes e evangélicas, que perderam a vergonha, a moral, a coragem, a fé e o temor de Deus, são cúmplices, bajulando a besta e a Babilônia apocalípticas, e jogando o livro de Apocalipse no descrédito.

    É exatamente esse 8º rei, a atual besta apocalíptica do mar no comando da meretriz Babilônia que, com grande probabilidade, somente terá fim no ano de 2.034. O caro leitor já deve estar também convencido de que a contagem dos 1.260 anos provavelmente começou no ano de 774 d.C. quando “nasceu” o 8º rei, a besta apocalíptica como sendo a besta do mar (nações dos gentios) na modalidade que emergiu do abismo, pois na realidade bestas apocalípticas já existiram desde o imperador romano Domiciano em 81 d.C. e que foi a besta que “era”. Por tal idéia a futura besta da terra (Terra Santa Israel) será um “papa” de qualquer nacionalidade porém de descendência de judeus, para ser aceito por eles como o Messias prometido, que também será o Anticristo. E reinará após 2034. Tabém como 8º rei apocalíptico e como 11º corno do 4º animal.

    Muitas pessoas me questionam que somente Deus sabe datas dos eventos futuros. Concordo parcialmente com tais pessoas, quando se tratar de datas como: Arrebatamento da Igreja de Cristo (1ª volta de Cristo só até os ares para levar a “Noiva do Cordeiro”), Batalha do Armagedom (2ª volta de Cristo, no Monte das Oliveiras) e início do Milênio. Pois o próprio Deus Filho disse que somente Deus Pai sabe tais datas. Já no tocante à época provável do fim da atual besta do mar a própria Bíblia nos manda fazer cálculos, dando a pista que ela iria continuar (única versão bíblica correta) por 42 meses (Apoc. 13:5) igual a 1.260 dias. Como em alguns versículos da Bíblia diz que um dia para Deus pode ser igual a um ano para nós serão 1.260 anos, com início provável em 774 d.C. quando “nasceu” o 8º rei.

    (…)

    PELO AMOR DE DEUS!!! CANSEI!!!
    O CARA ESCREVE DEMAIS, FAZ TANTO ARRODEIO E NÃO CONCLUI…!!!
    SE VOCÊ DESEJAR LER TODO O JORNAL, É SÓ CLICAR NO LINK, ABAIXO:
    http://laurohenchen.blogspot.com/2010/04/o-oitavo-rei-do-apocalipse-besta.html

    ********************
    Fim!

12/01/2011 Posted by | ESCATOLOGIA BÍBLICA | , , , , | 12 Comentários